Diclopen 10 Milhões®

J.A Saúde Animal

Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

Classificaçāo

Anti-inflamatório, Antimicrobiano

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

Composição

Cada frasco-ampola contém:

Benzilpenicilina G Procaína 7.500.000 UI

Benzilpenicilina G Potássica 2.500.000 UI

Estreptomicina (sulfato) 5.000 mg


Cada frasco-ampola diluente contém:

Diclofenaco de sódio 375 mg

Veículo q.s.p 30 mL

Armazenamento

Conservar em local seco e fresco, à temperatura entre 15°C e 30°C, ao abrigo de luz solar, fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Utilizar o produto até 36 horas após a primeira aplicação.

Tempo de Carência

- 35 dias para o abate e 4 dias após a última aplicação para o consumo humano do leite.

- O produto não deve ser administrado em equinos destinados ao consumo humano 35 dias para o abate e 4 dias após a última aplicação para o consumo humano do leite.

- O produto não deve ser administrado em equinos destinados ao consumo humano

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Diclopen 10 Milhões®, frasco-ampola com pó, acompanhado de frasco-ampola contendo 30 mL de diluente

Indicações e contraindicações

Indicações

O Diclopen® 10 Milhões - Grande Porte é indicado no tratamento de infecções e inflamações em bovinos e

equinos com até 500 kg de peso corporal, causadas ou associadas aos seguintes microrganismos:

BOVINOS

Abortos (Staphylococcus aureus e Pasteurella multocida), Abscessos (Staphylococcus aureus), Carbúnculo

sintomático (Clostridium chauvoei), Infecções neonatais (Streptococcus agalactiae), Infecções piogênicas

(Arcanobacterium pyogenes), Infecções respiratórias (Pasteurella multocida), Mastite (Streptococcus uberis,

Streptococcus agalactiae, Staphylococcus aureus e Streptococcus dysgalactiae), Metrite (Arcanobacterium

pyogenes), Septicemias (Staphylococcus aureus e Pasteurella multocida) e Tétano (Clostridium tetani).

EQUINOS

Abscessos (Staphylococcus aureus), Carbúnculo sintomático (Clostridium chauvoei), Garrotilho

(Streptococcus equi), Infecções piogênicas (Arcanobacterium pyogenes) e Tétano (Clostridium tetani).

Contraindicações / precauções

- O produto não deve ser aplicado por outra via que não seja intramuscular profunda.

- Não administrar o produto em animais com histórico de hipersensibilidade às Benzilpenicilinas, aos aminoglicosídeos e aos anti-inflamatórios não esteróides.

- Não utilizar medicamentos com o prazo de validade vencido.

- Não aplicar em animais com graves disfunções renais, pois há risco de nefrotoxicidade, problemas hepáticos e úlcera gastrintestinal.

- Em intervalos de aplicação inferiores à 24 horas, não ultrapassar 3 dias de tratamento nos equinos devido as características ulcerogênicas do Diclofenaco de Sódio.

Efeitos adversos

As reações alérgicas à Benzilpenicilina tem como sinais clínicos principais, erupções cutâneas, angioedema e anafilaxia.

Tratamentos prolongados, ou em altas doses de Estreptomicina, podem causar ototoxicidade e ou nefrotoxicidade.

Pode ocorrer reação de hipersensibilidade após a aplicação.

Administração e doses

Via(s)

IM Profunda

Frequência de utilização

Intervalos de 12 e 24 horas a critério do Médico Veterinário.

Recomenda-se a continuidade do tratamento por um período não inferior a 48 horas após o desaparecimento dos sintomas.

Nos equinos, recomenda-se que aplicações com intervalos inferiores a 24 horas não ultrapasse 3 dias de tratamento, devido as características ulcerogênicas dos AINEs.

Duração do tratamento

3 a 5 dias em bovinos e até 3 dias em equinos.

Doses

Recomendado

Bovinos e Equinos

1 mL / 12.5 kg

calcular

Observações

Por se tratar de uma preparação extemporânea, o produto deve ser preparado no momento do uso, adicionando o diluente no frasco-ampola contendo o pó. Homogeneizar o conteúdo de modo a obter uma

suspensão.

O produto é exclusivamente de administração injetável. Aplicar pela via intramuscular profunda, 1 mL do produto para cada 12,5 kg de peso corporal, o que corresponde a 5.000 UI de Benzilpenicilina Potássica, 15.000 UI de Benzilpenicilina Procaína, 10 mg de Sulfato de Estreptomicina e 0,75 mg de Diclofenaco de Sódio por kg de peso vivo, utilizando seringas estéreis e agulhas hipodérmicas. Procedimentos assépticos devem ser usados na aplicação.

O tratamento deve durar de 3 a 5 dias com intervalos de 12 e 24 horas a critério do Médico Veterinário.

Recomenda-se a continuidade do tratamento por um período não inferior a 48 horas após o desaparecimento dos sintomas.

Nos equinos, recomenda-se que aplicações com intervalos inferiores a 24 horas não ultrapasse 3 dias de tratamento, devido as características ulcerogênicas dos AINEs.

A posologia pode ser alterada conforme a gravidade do quadro, mas somente a critério do Médico Veterinário.

Interações medicamentosas

Anfotericina B

Tipo de interação

Toxicidade

Grau de interação

Moderado

Efeito Clínico

Nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Antibióticos Bacteriostáticos

Grau de interação

Grave

Conduta

Incompatível

Antiinflamatório não-esteróide

Tipo de interação

Sinergismo

Grau de interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado do Diclofenaco de Sódio

Conduta

Evitar o uso

Furosemida

Tipo de interação

Toxicidade

Grau de interação

Moderado

Efeito Clínico

Nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Probenecida

Tipo de interação

Sinergismo

Grau de interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito prolongado da Penicilina e Estreptomicina

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

Efeitos adversos

As reações alérgicas à Benzilpenicilina tem como sinais clínicos principais, erupções cutâneas, angioedema e anafilaxia.

Tratamentos prolongados, ou em altas doses de Estreptomicina, podem causar ototoxicidade e ou nefrotoxicidade.

Pode ocorrer reação de hipersensibilidade após a aplicação.

Monitoramento

Durante o tratamento com o produto é importante o acompanhamento dos animais portadores de sintomas de distúrbio gastrintestinais, com histórico de ulceração gástrica ou intestinal.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Videos

Este produto ainda não tem videos

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.