Eprecis

Ceva

Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Eprinomectina

Classificaçāo

Endectocida

Espécies

Bovinos

Composição

Cada 100 mL contém:

Eprinomectina - 2,00 g

Excipientes q.s.p. - 100,00 mL

Informações ao cliente

Primeiros socorros:

- Em caso de injeção e/ou intoxicação acidental, procurar imediatamente o médico, levando a bula do produto.

- Não provocar vômito e não oferecer leite, gorduras ou óleos ao paciente.

- Em caso de contato com os olhos ou boca, lavar abundantemente com água corrente, durante 15 minutos.

- Em caso de contato com a pele: retirar as roupas contaminadas e lavar as partes atingidas do corpo com água e sabão neutro.

- Não há antídoto específico.

- Fazer o tratamento sintomático.

Armazenamento

Mantenha este, ou qualquer outro medicamento, fora do alcance de crianças e animais domésticos. Conservar o produto ao abrigo da luz solar e à temperatura embiente, entre 15 °C e 30 °C.

Registro no mapa

Licenciado no MAPA sob nº SP 000129-0.000008 em 21/05/2019.

Responsável técnico

Cassio R. Murin - CRMV-SP n.º 6473.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Eprecis, frasco (50 mL)
  • - Eprecis, frasco (250 mL)
  • - Eprecis, frasco (500 mL)
  • - Eprecis, frasco (1 L)

Indicações e contraindicações

Indicações

Eprecis é um endectocida indicado para os seguintes parasitas em bovinos:

Parasitas externos:

- Tratamento de infestações causadas por larvas de Dermatobia hominis (berne).

- Tratamento de infestações causadas pelo carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus.

- Tratamento de infestações causadas pela mosca-do-chifre Haematobia irritans.

- Tratamento das larvas/filárias de Stephanofilaria sp.

Parasitas internos:

- Tratamento dos seguintes helmintos: Oesophagostomum radiatum, Cooperia punctata e Trichuris discolor.

Contraindicações / precauções

- Obedecer às dosagens e recomendações de uso do produto.

- Seguir os procedimentos de assepsia para aplicação de injeções parenterais.

- As pessoas com hipersensibilidade conhecida às avermectinas devem evitar o contato direto com o medicamento veterinário.

- Usar luvas durante o manuseio para evitar o contato com a pele.

- Não fumar ou alimentar-se durante o manuseio do produto.

- Lavar sempre as mãos após o manuseio de qualquer produto veterinário.

- Não armazenar perto de alimentos, bebidas, outros medicamentos, produtos de higiene pessoal ou doméstica.

- Não reutilizar as embalagens vazias e descartá-las conforme legislação vigente, para evitar a contaminação do meio ambiente.

Efeitos adversos

- Não há relatos de reações adversas nos animais, mesmo após três aplicações consecutivas de até 5 vezes a dose recomendada.

- Pode ocorrer uma reação transitória leve no local da aplicação (inchaço e endurecimento), que pode estar presente até 3 semanas após aplicação.

- Não há relatos de interação medicamentosa envolvendo a eprinomectina.

- Caso detecte algum efeito colateral grave ou outros efeitos não mencionados nesta bula, informe imediatamente ao Médico Veterinário.

- O produto é seguro para fêmeas gestantes, em qualquer fase da gestação.

Reprodução, gestação e lactação

O produto é seguro para fêmeas gestantes, em qualquer fase da gestação.

Administração e doses

Via(s)

SC

Frequência de utilização

Aplicação única

Duração do tratamento

Aplicação única

Doses - Bovinos

De 0 a 100 kg

1 mL / animal

De 101 a 200 kg

2 mL / animal

De 201 a 300 kg

3 mL / animal

De 301 a 400 kg

4 mL / animal

De 401 a 500 kg

5 mL / animal

De 501 a 600 kg

6 mL / animal

Modo de usar

A dose recomendada é de 0,2 mg de eprinomectina por kg de peso vivo, em aplicação única, que corresponde a 1 mL de Eprecis para cada 100 kg de peso vivo.

Observações

Os animais com peso acima daqueles relacionados deverão receber doses equivalentes a 1 mL para cada 100 kg de peso corporal.

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

Farmacodinâmica

A eprinomectina, uma molécula pertencente ao grupo das avermectinas, que atua receptores presentes em canais

cloro-ligantes. Os receptores mais importantes para a ação das avermectinas são aqueles mediados pelo glutamato, os canais de cloro glutamato-mediados (GluCls), encontrados apenas em invertebrados. Por este motivo, nematóides e insetos foram identificados como os alvos das avermectinas. As avermectinas atuam como agonistas não convencionais desses receptores, abrindo os canais GluCls de forma lenta e irreversível, causando paralisia rápida dos movimentos e do bombeamento faríngeo. Como resultado, os parasitas ficam incapacitados de se mover ou se alimentar sendo rapidamente removidos do hospedeiro.

Farmacocinética

Em estudo para verificar a biodisponibilidade de EPRECIS em bovinos, observou-se que após aplicação subcutânea de 0,2 mg de eprinomectina/kg de peso vivo, as concentrações plasmáticas aumentaram rapidamente até alcançar o seu pico (Cmax) entre 24 e 72 horas. Em seguida, a concentração plasmática diminuiu estabelecendo meia-vida de aproximadamente 65 horas. A eprinomectina liga-se fortemente a proteínas plasmáticas dos bovinos e é altamente lipofílica, distribuindo-se extensivamente por todo o corpo do animal e, especialmente, no tecido adiposo. A vascularização limitada desse tecido, a lenta taxa de mobilização de gordura corporal, ou a lenta taxa de liberação da droga pelos lipídios, prolonga a existência da droga na circulação plasmática periférica. A eprinomectina não é extensivamente metabolizada na espécie bovina, uma vez que droga não metabolizada foi o principal resíduo encontrado em todos os tecidos (90-95%), plasma (95%) e fezes (86%). O principal metabólito gerado e a Eprinomectina B1a e a principal via de eliminação do produto é através das fezes.

Efeitos adversos

- Não há relatos de reações adversas nos animais, mesmo após três aplicações consecutivas de até 5 vezes a dose recomendada.

- Pode ocorrer uma reação transitória leve no local da aplicação (inchaço e endurecimento), que pode estar presente até 3 semanas após aplicação.

- Não há relatos de interação medicamentosa envolvendo a eprinomectina.

- Caso detecte algum efeito colateral grave ou outros efeitos não mencionados nesta bula, informe imediatamente ao Médico Veterinário.

- O produto é seguro para fêmeas gestantes, em qualquer fase da gestação.

Reprodução, gestação e lactação

O produto é seguro para fêmeas gestantes, em qualquer fase da gestação.

Estudos

Não há nenhum estudo relacionado à este produto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do produto

Distribuidores

Distribuidores Ceva

Ceva

E-mail

sac@ceva.com

Telefone

0800-770-0355

Regiões atendidas

Todo o Brasil

Referências bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.