Gir

Nome da Raça

Gir

Porte

Grande

Peso

850 kg

Produtividade

Alta

Introdução

Introdução

É considerada a raça zebuína mais antiga do mundo, esse animal é sagrado no Hinduísmo, representando a criação da terra. Na literatura sagrada, o gado gir é citado e ilustrado nas migrações humanas que iriam formar o povo ariano, e que povoava o norte da África. Apesar disso, por ser apenas uma teoria, a origem da raça é considerada na Índia.

Origem

Existem rebanhos na Índia datados de mais de 300 anos, tendo sido uma raça altamente utilizada no melhoramento de outras, principalmente no âmbito leiteiro e de trabalho.

Em 1911 a raça Gir chegou ao Brasil, porém somente ao final da primeira guerra mundial se tornou comum no país. Inicialmente, era notoriamente visto como consolidação da raça Indubrasil, porém, aos poucos, ganhou espaço como raça pura e atingiu valores altíssimos na cadeia de produção de leite e, posteriormente, de carne.

Nome original

Gir

País de origem

Índia

Características gerais

Pelagem

Claro com pintas avermelhadas (chitas), vermelho com pintas chitas, amarelas ou vermelho escuro, pretos e brancos. Orelhas: pendulosas, dobra na extremidade, voltada para dentro. Chifres: mochos ou presentes voltados para fora, para baixo e para trás. Crânio: ultra convexo.

Aptidões

Dupla (Bovinocultura de Corte e Leite)

Aspectos reprodutivos

O bezerro nasce pequeno, com aproximadamente 24 kg, o que favorece o momento do parto. Não há muitos relatos de distocia na raça. As fêmeas têm boa habilidade materna.

Sanidade

A raça tem excelente adaptabilidade ao clima tropical, possui bastante resistência a ecto e endoparasitas e, no geral, são resistentes a enfermidades.

Comportamento e cuidados

Não Informado

Manejo

Nutricional

Requer boas pastagens, boa suplementação alimentar e manejo adequado.

Referências bibliográficas