PEQUENOS ANIMAIS: Parvovirose – patologias caninas

A parvovirose canina é uma enfermidade infecto-contagiosa, caracterizada por gastroenterite moderada a grave, miocardite e/ou infecção generalizada, causada pelo Parvovírus canino tipo 2 (CPV-2). É uma enterite aguda e altamente contagiosa de cães, prevalente em todo o mundo desde o final da década de 70. Os cães mais afetados são os de pet shops, canis ou hospitais veterinários; Todas as raças e idades são consideradas susceptíveis, mas a doença primeiramente acomete cães mais novos, sendo mais gravemente afetados cães na faixa etária que varia de seis semanas a seis meses de idade e das raças alemãs como rottweilers e dobermans. Infecções subclínicas são comuns, especialmente em cães adultos.

O vírus é transmitido pela eliminação fecal e a porta de entrada é a via oral. Porém, a infeção experimental pode ser produzida por várias vias, incluindo oral, nasal ou oronasal e pela inoculação IM, IV ou SC. O vírus pode estar presente em outras secreções e excretas durante a fase aguda da doença. Postula-se que insetos e roedores possam carrear o vírus de um local a outro. Acredita-se que a disseminação da doença se dá muito mais pela persistência do vírus no meio ambiente do que pelos portadores assintomáticos. A eliminação ativa do vírus nas fezes parece estar limitada nas primeiras duas semanas pós-inoculação (PI). Entretanto, existem evidências que alguns cães podem eliminar o vírus periodicamente por mais de um ano. Fatores predisponentes à moléstia grave são a idade, os fatores genéticos, estresse e infecções simultâneas com parasitas ou bactérias intestinais. Geralmente, filhotes com menos de seis meses de idade apresentam uma necessidade maior de hospitalização, quando comparado com animais mais idosos.

Continuar lendo PEQUENOS ANIMAIS: Parvovirose – patologias caninas

GRANDES ANIMAIS: Leucose enzoótica – neoplasia bovina

No Brasil a leucose enzoótica bovina (LEB) foi diagnosticada pela primeira vez em 1959. É uma doença infecciosa causada por um retrovírus que causa uma proliferação linfocitária e/ou formação de linfossarcomas. Ocasiona uma infecção persistente em bovinos e é responsável por significativas perdas econômicas para a pecuária leiteira. As perdas financeiras incluem, gastos com tratamento e diagnóstico, diminuição dos níveis de produtividade, mortes de animais ocasionadas pela doença, condenação de carcaças, custos com a reposição de animais, e principalmente, a impossibilidade de exportação de animais. A transmissão horizontal é a principal via de disseminação.

Segundo MUSCOPLAT et al. (1974) e FERRER (1982b), a doença clínica pode desenvolver-se sob duas formas: uma linfocitose persistente (LP) devido ao incremento de linfócitos B, ou pela ocorrência de linfossarcoma em bovinos adultos. Por outro lado, MUSSGAY & KAADEN (1978) relatam que o desenvolvimento de tumores não é, necessariamente, precedido por uma linfocitose, neste caso leucose tumoral aleucêmica. FERRER et al. (1974) e FERRER et al. (1979) caracterizam a LP como uma proliferação benigna dos linfócitos que desenvolve-se em 30 a 70% dos animais infectados, enquanto apenas 5 a 10% alcançam o estágio tumoral da doença. Para FERRER (1982b), a grande maioria dos animais infectados com o BLV não desenvolve linfossarcoma, linfocitose persistente ou qualquer outro sinal clínico, permanecendo portadores assintomáticos do vírus. BURNY et al (1980) e MILLER & VAN DER MAATEN (1982) comentam que estes animais apresentam uma infecção persistente e podem ser identificados pela presença de anticorpos contra o BLV.

Continuar lendo GRANDES ANIMAIS: Leucose enzoótica – neoplasia bovina

GRANDES ANIMAIS – Notícias das Marcas Amigas do Vet Smart Cães e Gatos

MSD

Hoje o grande desafio encontrado pelos pecuaristas é eliminar os ectoparasitas do rebanho e, por consequência, ter a sensação de que seu gado está limpo e sem prejuízos, já que as perdas anuais chegam a US$ 6,5 bilhões, segundo estudos do Prof. Laerte Grisi, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Grisi ainda aponta os carrapatos como vilão número um, causando US$ 3.236 bilhões, seguido mosca-dos-chifres, com US$ 2.558 e bernes e bicheiras, US$ 383 e US$ 336 milhões, respectivamente.

Para combater os ectoparasitas é preciso conhecer seu ciclo de vida e as condições que determinam sua disseminação. Quando o pecuarista olha para o rebanho, enxerga apenas 5% da população dos carrapatos, que estão em sua fase parasitária. Os outros 95% estão no ambiente (fase não parasitária da população). Desta forma o controle do carrapato deve ser eficaz e de forma prolongada, e é aqui que o pecuarista precisa tratar o problema na raiz.

Continuar lendo GRANDES ANIMAIS – Notícias das Marcas Amigas do Vet Smart Cães e Gatos

PEQUENOS ANIMAIS – Notícias das Marcas Amigas do Vet Smart Cães e Gatos

OUROFINO

Ourofino Saúde Animal premia estudantes de Medicina Veterinária em programa de incentivo
7ª edição da iniciativa seleciona trabalhos clínicos de alunos de universidades do Paraná e de São Paulo

A Ourofino Saúde Animal, melhor empresa do setor veterinário das Américas Latina e do Sul segundo a Animal Pharm, comemora o sétimo ano do Programa de Incentivo ao Aperfeiçoamento Clínico (Piac). A iniciativa da companhia acontece em parceria com universidades brasileiras e consiste em promover o tratamento dos animais de companhia em hospitais veterinários em faculdades.

Continuar lendo PEQUENOS ANIMAIS – Notícias das Marcas Amigas do Vet Smart Cães e Gatos

Debate sobre “o futuro da Medicina Veterinária” contribui para ações do CFMV pela melhoria do ensino da profissão

A qualificação profissional e os desafios que surgem aos médicos veterinários em decorrência dos novos tempos fazem parte das preocupações do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

Atento às discussões mundiais e que também contribuem para a profissão no Brasil, o CFMV participou entre os dias 4 e 7 de março da Conferência Anual da Associação Americana das Escolas de Medicina Veterinária (Association of American Veterinary Medical Colleges), nos Estados Unidos.

Continuar lendo Debate sobre “o futuro da Medicina Veterinária” contribui para ações do CFMV pela melhoria do ensino da profissão

Kátia Abreu diz que fica no Mapa: “O Brasil não pode parar”

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, defendeu a presidente Dilma Rousseff em sua conta no Twitter. “Continuarei escrevendo que acredito na honestidade da presidente Dilma. Até que me provem o contrário. Pedalada não é argumento”, afirmou Kátia, assinalando que não aceitará “patrulha” sobre sua posição.

“Enquanto for ministra, continuarei trabalhando pelo agronegócio. O Brasil não pode parar. As pessoas produzem, precisam vender os produtos, industrializar, exportar, precisam de crédito, estradas. Continuarei cumprindo meu dever.”  Na semana passada, surgiram rumores de que a ministra teria decidido sair do governo antes mesmo da decisão oficial do PMDB, prevista para o fim do mês.

Continuar lendo Kátia Abreu diz que fica no Mapa: “O Brasil não pode parar”

PEQUENOS ANIMAIS – Principais eventos, feiras, congressos veterinários do mês de abril de 2016

Neurologia veterinária em cães e gatos – Hospital Veterinária Pompéia
Data: 03 a 10 de abril
Local: São Paulo – SP
Informações: Devido ao grande sucesso disponibilizamos novamente nosso curso de neurologia, já no primeiro semestre. Com maior carga horária, possibilita abordar os temas mais relevantes de maneira ainda mais detalhada, com espaço para discussão em sala. Palestrantes: Daniel Bernardes Calvo; Camila Ferreiro; José Paulo Bernardes Junior

Link: http://www.hovetpompeia.com.br/

XVI Workshop de Genética
Data: 08 a 10 de Abril
Local: Botucatu – SP
Informações: Em sua XVI edição, o evento terá como tema “A Genética no futuro”. Dentre as principais atividades estão palestras de renomados pesquisadores brasileiros, apresentação de trabalhos na modalidade oral e pôster oral publicados nos Anais do Workshop de Genética – ISSN 2446-7367, mesa redonda sobre o Geneticista no mercado de trabalho e diversos minicursos ministrados por alunos da Pós-Graduação

Link: http://www.ibb.unesp.br/#!/eventos/xvi-workshop-de-genetica/apredsentacao/

Workshop Citopatologia do Futuro
Data: 09 e 10 de Abril
Local: Botucatu – SP
Link: http://fmvz.unesp.br/#!/eventos/workshop-citopatologia-do-futuro/

IX Congresso Brasileiro de Acupuntura Veterinária
Data: 09 e 10 de Abril
Local: Campinas – SP
Informações: Congresso promovido pela ABRAVET (Associação Brasileira de Acupuntura Veterinária)
Link: http://abravet.com.br/congresso/

Nefrologia Veterinária – Jornada do Conhecimento 2016 – Tecsa
Data: 12 de abril
Local: Belo Horizonte – BH
Informações: Um novo cenário para o diagnóstico e monitoramento do paciente renal crônico.
Link: http://www.tecsa.com.br/

XV Congresso CBNA PET
Data: 13 e 14 de Abril
Local: Campinas – SP
Informações: Importante evento técnico do setor, o CBNA PET 2016 garante aos participantes programação em sintonia com as necessidades do mercado de nutrição.

Link: http://www.cbna.com.br/site/Eventos/Ver/XV-CONGRESSO-CBNA-PET-2016

Simpósio de conservação e ecologia de animais marinhos – Unesp
Data: 15 a 17 de abril
Local: Botucatu – SP
Link: http://www.fmvz.unesp.br/

Feira de Negócios para Animais de Estimação – FeiPet 2016
Data: 23 a 25 de Abril
Local: Novo Hamburgo – RS
Informações: A FEIPET tem como um dos seus principais objetivos a união do setor, pensando na saúde e no bem estar dos animais de estimação. Por isso conta com espaços para negócios e para atualização profissional, com visitação exclusivamente profissional e dividida da seguinte forma: Feira: Exposição de expositores nacionais e internacionais de alimentação, roupas, acessórios, brinquedos, equipamentos veterinários, laboratórios e serviços; Espaço de Palestras: Existente desde a primeira edição do evento tem o objetivo de profissionalizar cada vez mais o setor; Espaço Grooming: Conta com demonstrações de técnicas de banho e tosa apresentados por esteticistas animais reconhecidos nacional e internacionalmente, além de palestras voltadas para segmento.

Link: http://www.feipet.com.br/home/

Simpósio Internacional de Cardiomiopatias – SBCV
Data: 30 de Abril a 01 de Maio
Local: São Paulo – SP
Informações: Palestrantes internacionais confirmados: Gerhard Wess (Universidade de Munique, Alemanha) e Joshua Stern (Universidade de Davis, EUA).

Link: http://www.sbcv.org.br/

GRANDES ANIMAIS – Principais eventos, feiras, congressos veterinários do mês de abril de 2016

XVII Simpósio Brasil Sul de Avicultura
Data: 05 a 07 de Abril
Local: Chapecó – SC
Informações: Nesta edição buscamos lançar uma visão holística sobre a avicultura moderna, abordando aspectos de produção e manejo com o tema de miopatias, chamando as empresas de genética para um debate. Em sanidade vamos debater enfermidades que assolam o setor como influenza aviária e a bronquite infecciosa, com a presença de especialistas internacionais que vão apresentar uma visão global do controle da enfermidade e suas experiências.

Link: http://www.nucleovet.com.br/XVII_SBSA/index.php

6º Simpósio Internacional Leite Integral
Data: 06 e 07 de Abril
Local: Curitiba – PR
Informações: O Simpósio Internacional Leite Integral terá como tema o manejo e a precisão em sistemas de produção de leite, enfocando o conceito de “fazenda inteligente”.

Link: http://www.simposioleiteintegral.com.br/sobre

VI Simpósio de Medicina Equina
Data: De 08 a 10 de Abril
Local: Botucatu – SP

Link: http://fmvz.unesp.br/#!/eventos/vi-simposio-de-medicina-equina/

Simpósio de Medicina Interna Veterinária (SIMEIV)
Data: De 21 a 23 de Abril
Local: Viçosa – MG
Informações: Este evento tem uma temática focada, como o próprio nome já diz, na Medicina Interna Veterinária e irá abordar diferentes conteúdos a cada edição, sendo o primeiro a Patologia Clínica em Grandes Animais

Link: https://simeiv.wordpress.com/

#cfmv #olimpíadas – Olimpíadas 2016: governo edita normas para evitar a entrada de pragas ou doenças no país

Diante do aumento no trânsito de pessoas de diferentes nacionalidades nas fronteiras do Brasil, em decorrência dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, o governo brasileiro editou algumas normas que visam evitar a entrada de pragas ou doenças no país.

As Instruções Normativas que tratam sobre a importação de produtos de origem animal e vegetal e os procedimentos para importação de cães-guia que irão acompanhar os atletas dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 foram publicadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no Diário Oficial do dia 11 de março.

Continuar lendo #cfmv #olimpíadas – Olimpíadas 2016: governo edita normas para evitar a entrada de pragas ou doenças no país