Convite para Veterinários – Curso prático de Otite com Ronaldo Lucas e equipe

APRESENTAÇÃO

Otites estão entre as afecções mais comuns da clínica de pequenos animais, seja como queixa principal, seja como comorbidade.

A alta casuística exige que o médico veterinário que se dedica ao atendimento de cães e gatos conheça suas diferentes etiologias, os possíveis métodos diagnósticos e saiba instituir os protocolos terapêuticos mais adequados, independentemente de sua área de especialização.

É esse o objetivo deste curso, que reúne professores com ampla experiência no atendimento clínico e em sala de aula.

PÚBLICO-ALVO

Médicos veterinários que se dediquem ao atendimento de cães e gatos e estudantes de graduação que já tenham passado pela disciplina de Clínica Médica de Pequenos Animais

CORPO DOCENTE

Prof. Dr. Ronaldo Lucas (Dermatologia)
Prof. MSc Luis Artur Giuffrida (Cirurgia)
Prof. MSc. Sílvia Corrêa (Anatomia e Neurologia)
Prof MSc. André Romaldini (Diagnóstico por Imagem)
Prof. MSc. Márcio Moreira (Patologia Clínica)
Prof. Dra. Mônica Alcântara (Otologia e BAER em Crianças) 

PROGRAMAÇÃO

Dias 10 (sexta), 11 (sábado) e 12 (domingo) de novembro/2017
Das 9h às 19h
Local: Petz (Matriz) – Rua Doutor Miguel Paulo Capalbo, 135, Pari

Mais informações e inscrições: (11) 97066-9639 (por WhatsApp)

Valor do investimento: R$ 2.500

SEXTA
9h às 11h Otologia Comparada e BAER (MA)
11h às 13h Anatomia funcional da orelha (SC)
13h10 às 14h20 Intervalo para almoço
14h30 às 18h30 Otite externa (RL)

 Otologia Comparada e BAER (Prof. Dr. Mônica Alcântara)

  • O que é o BAER
  • Princípios da técnica
  • Aplicação em crianças

Anatomia funcional da orelha (Prof. MSc. Sílvia Corrêa)

  • Divisões da orelha, estruturas morfológicas e suas funções (equilíbrio x audição)
  • Inervação, função e topografia dos nervos
  • Limites entre dermatologia e neurologia

Otite externa (Prof. Dr. Ronaldo Lucas)

  • Classificação de otites externas (ceruminosa, eczematosa, purulenta, hiperplásica e estenosante)
  • Etiopatogenia das otites externas
  • Protocolos terapêuticos conforme a etiopatogenia
  • Princípios de lavagem ótica
  • Casos clínicos
SÁBADO
9h às 10h Otite média – diagnóstico e sinais neurológicos (SC)
10h às 11h Otite média – tratamento e miringotomia (RL)
11h às 12hs Colesteatoma – abordagem clínica (RL)
12h10 às 13h20 Intervalo para almoço
13h30 às 15h Diagnóstico complementar – citologia, cultura e antibiograma (MM)
15h10 às 18h Diagnóstico complementar – RX, TC e RM (AR)
18h10 às 19h30 Particularidades das otopatias em felinos (RL)

Otite média (Prof. MSc. Sílvia Corrêa)

  • Etiopatogenia das otites médias em cães e gatos
  • Manifestações clínicas
  • Ferramentas diagnósticas
  • Casos clínicos 

Otite média (Prof. Dr. Ronaldo Lucas)

  • Princípio da miringotomia
  • Detalhes técnicos do procedimento
  • Equipamentos necessários
  • Vídeos de casos clínicos 

Colesteatoma – abordagem clínica (Prof. Dr. Ronaldo Lucas)

  • O que é o colesteatoma
  • Etiopatogenia, diagnóstico e tratamento
  • Casos clínicos 

Diagnóstico complementar  – Patologia Clínica (Prof. MSc. Marcio Moreira)

  • Importância da citologia e princípios básicos de interpretação de lâmina
  • Interpretação de cultura e antibiograma
  • Citologia x cultura: por que preciso de ambos?

Diagnóstico complementar – Imagem (Prof. MSc. André Romaldini)

  • Até onde o RX ajuda e como interpretar a imagem sem o laudo
  • Indicações de tomografia computadorizada e ressonância
  • Interpretação básica de imagens de tomografia e de ressonância da orelha
  • Princípios de operação do software para análise das imagens

Otopatias em felinos (Prof. Dr. Ronaldo Lucas)

  • Etiopatogenia das otites em felinos
  • Tratamento
  • Casos clínicos
DOMINGO
8h às 9h Terapia medicamentosa ou cirúrgica (RL e LA)
10h às 13h Cirurgia otológica para clínicos (LA)
13h10 às 14h20 Intervalo para almoço
14h30 às 19h Aula prática (otoscopia, lavagem ótica, fibroscopia e ablações)

Terapia medicamentosa ou cirúrgica (Prof. Dr. Ronaldo Lucas e Prof. MSc. Luis Artur Giuffrida)

  • Discussão de casos clínicos

Cirurgia otológia (Prof. MSc. Luis Artur Giuffrida)

  • Tratamento do otohematoma
  • Ablação parcial e total de conduto auditivo: indicações e técnica cirúrgica
  • Casos clínicos 

Aula prática (Prof. Dr. Ronaldo Lucas e Prof. MSc. Luis Artur Giuffrida)

  • Aula em estações, com cadáveras
  • Otoscopia
  • Lavagem ótica
  • Fibroscopia
  • Ablações
  • Técnica e equipamentos necessários 

CONHEÇA OS PROFESSORES

Prof. Dr. Ronaldo Lucas (Dermatologia)

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade de São Paulo (1991), mestrado em Clínica Veterinária pela Universidade de São Paulo (1999) e doutorado em Clínica Veterinária pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é professor adjunto da Universidade Anhembi Morumbi. Foi coordenador do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Anhembi Morumbi de 2011 a 2017. Implantou o programa de Residência em Medicina Veterinária nas universidades de Santo Amaro, Anhembi Morumbi e de Guarulhos (UnG). Atualmente é coordenador dos cursos de especialização em Dermatologia Veterinária da Universidade Anhembi Morumbi e da Equalis. Responsável técnico da Dermatoclinica, clínica especializada em atendimentos de casos de dermatologia. Tem experiência na área de Dermatologia Veterinária, atuando principalmente nos seguintes temas: terapêutica dermatológica, criocirurgia, alergologia e otologia. É ex-presidente e ex-conselheiro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária e ex-diretor da Sociedade Latinoamericana de Dermatologia Veterinária.

 

Prof. MSc. Luis Artur Giuffrida (Cirurgia)

Graduado em Medicina Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP (1992), concluiu o mestrado pelo Departamento de Cirurgia dessa mesma instituição (2001). Com formação concentrada em cirurgia veterinária e gestão educacional nas áreas de graduação e pós-graduação, atua no mercado de prestação de serviço em cirurgia de pequenos animais, com vínculo permanente com diversas clínicas e hospitais de São Paulo. Membro associado da AOVET Organization, titulou-se nos treinamentos AOVET Principles in Small Animal Fracture Management, AOVET Advances in Small Animal Fracture Management e AOVET Master Course. Atualmente tem vínculo regular como docente de cursos de pós-graduação e especialização em São Paulo e outros estados por diversas entidades de ensino, entre as quais FMVZ-USP, IVI e Universidade Anhembi Morumbi. Atuou como docente do curso de Medicina Veterinária da Universidade Guarulhos (1999-2012), instituição na qual ocupou os cargos de diretor do Hospital Veterinário e de diretor do curso de Medicina Veterinária (2000-2012).

Prof. MSc. Sílvia Corrêa (Anatomia e Neurologia)

É formada em Jornalismo pela Universidade de São Paulo (2000) e Medicina Veterinária pela Universidade Anhembi Morumbi (2012). Tem residência em Clínica Médica e Cirúrgica pela FMVZ-USP (2014), especialização em Medicina Intensiva pela Anclivepa-SP (2014), especialização em Neurologia de Pequenos Animais pela Anclivepa-SP (2015), mestrado em Clínica Veterinária pela FMVZ-USP (2017) e curso de aprimoramento em Neurologia pela Universidade de Sydney (2017). É colunista da Folha de S. Paulo e professora de anatomia, histologia, semiologia, fisiologia e clínica médica na Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities), instituição na qual também foi coordenadora do Programa de Residência em Medicina Veterinária (2016-2017). É co-autora dos livros “Medicina Felina Essencial“ (Equalis) e  “A Caminho de Casa” (Edições de Janeiro).

 

Prof. MSc. André Romaldini (Diagnóstico por Imagem)

Formado em Medicina Veterinária pela Universidade Bandeirante de São Paulo (2002), tem
curso de especialização de Cirurgia em Pequenos Animais pela Universidade Metodista e curso de especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Fez estágio no Departamento de Diagnóstico por Imagem da Escola Paulista de Medicina (UNIFESP) de 2005 até 2011 e foi professor da disciplina de Diagnóstico por Imagem da Universidade Anhanguera – Campinas (2007 e 2008). É responsável pelos serviços de tomografia computadorizada dos hospitais veterinários Santa Inês (desde 2008), Pet Care (desde 2012), Dr. Hato (desde 2014), Animal Care Ipiranga  (desde 2015) e do Provet – Unidade Aratãs (desde 2016), além de prestar serviço de Telerradiologia a diversos centros de diagnósticos e hospitais veterinários no Brasil.

 

Prof. MSc Márcio Moreira (Patologia Clínica)

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista – Júlio de Mesquita Filho (1999) e mestrado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da USP (2003). Atualmente é professor da Universidade Anhembi Morumbi. Tem experiência na área de Patologia Clínica, com ênfase nos seguintes temas: leishmaniose, citologia, hematologia, hemoterapia, diagnósticos laboratoriais (microbiológico, parasitológico, bioquímica sérica, eletroforese de proteínas e lipoproteínas), imunoistoquímica e biologia molecular.

 

Profa Dr. Mônica Alcântara de Oliveira Santos (Medicina)

Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2001), especialização em Otolaryngology Head And Neck Surgery pela University of Iowa (2003), especialização em Otorrinolaringologia pela Institut G Portamann (2005), especialização em Otorrinolaringologia pela Hopital Pellegrin (2005), residência pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2005), aperfeiçoamento em Otorrinolaringologia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2006), mestrado em Medicina (Otorrinolaringologia) pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2009), doutorado em Medicina (Otorrinolaringologia) pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2013). Atualmente é médica-assistente da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, professora-instrutora da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e revisora do periódico da Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Tem experiência na área de medicina, com ênfase em Otorrinolaringologia, atuando principalmente nos seguintes temas: paralisia facial, paralisia de Bell, doenças vestibulares e eletronistagmografia.

Mais informações e inscrições: (11) 97066-9639 (por WhatsApp)

Deprimida após perda de companheiro, cachorrinha se recupera graças a tratamento com homeopatia

Correr, brincar, latir…essa é a vida normal de um cachorro feliz e assim vivia a Xica, uma shitzu de 9 anos, muito amada por sua dona, a arquiteta Renata Dolzan.

A cachorrinha, tinha um companheiro da mesma raça, o Sol, de quem ela não se separava em momento algum, mas o Sol, já velhinho, com 13 anos, adoeceu e não demorou muito tempo, morreu e isso acarretou em uma depressão na Xica, que passou a latir sem parar, arranhar portas e gritar e tudo isso em um período muito delicado para a família, o da chegada de um bebê.

“A Xica não deixava ninguém dormir, a agitação dela era algo inexplicável, latia, arranhava portas, nada a controlava e essa depressão começou após a morte do Sol”, relata Renata.

Após percorrer várias clínicas e buscar ajuda de muitos médicos veterinários sem sucesso no tratamento da Xica, uma veterinária indicou o uso da homeopatia para a cachorrinha, foi quando Renata procurou a Dra. Mônica Filomena de Souza, diretora da SIGO Homeopatia.

“Fui a vários veterinários, já estava sem esperança, perdi cinco noites acordada, com bebê recém nascido dependendo de mim e a Xica nesse estado. Foi neste momento em que uma veterinária me indicou a Dra. Mônica que veio até a minha casa e da noite para o dia,a homeopatia mostrou resultado”, recorda Renata.

Após o tratamento para ansiedade e depressão, Renata continuou tratando Xica com homeopatia, mas para outros casos, de acordo com a necessidade e hoje, a família voltou a viver em paz e a Xica é um pet feliz.

“A Xica foi um caso interessante, onde houve rápido resultado. Ela estava muito deprimida devido a perda ,então precisávamos tratar, basicamente, o seu desvio de comportamento. Atualmente ela leva uma vida normal”, avalia a  médica veterinária e diretora da marca, Dra. Mônica Filomena de Souza.

Sobre a SIGO Homeopatia – Empresa sul mato-grossense com linha de produtos para pecuária bem estabelecida no mercado há 15 anos, a marca conta atualmente com 12 produtos da linha SIGOPET, que podem ser adicionados ao suplemento alimentar e utilizados em bovinos, caprinos, ovinos, suínos, equinos, bubalinos e silvestres, na prevenção e tratamento de diarreias neonatais, sodomia, verminoses, mastite, carrapatos, moscas do chifre e bernes resistentes a aditivos químicos, problemas de casco e pele, verrugas (papilomatose), incremento para fertilidade e ainda para acabamento e cobertura da carcaça na fase de engorda de bois.

Já para os animais de estimação, cães e gatos,  a linha SIGOPET oferece 13 produtos que atuam no trato de infecções urinárias, anemia advinda de doença do carrapato, problemas cardíacos, ansiedade e excesso de latido dos cães, artrite, controle de pulgas e carrapatos, doenças de pele, infecções, fraturas e lesões.

Ceva Saúde Animal estará na Pet South America

Empresa patrocina grade de bem-estar animal na 16ª edição da feira

A Ceva Saúde Animal estará na 16ª Pet South America – Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Linha Pet e Veterinária.

A empresa, patrocina a grade de bem-estar animal do evento no dia 15 de agosto. A Ceva irá trabalhar os produtos Adaptil e Feliway Classic, produtos exclusivos que ajudam cães e gatos em situações adversas do dia a dia.

O ADAPTIL™, um análogo sintético do odor materno canino, que auxilia na adaptação dos cães em situações adversas, como mudança/adaptação do cão no ambiente, transporte, medo de fogos de artifício, hospedagem, entre outras, proporcionando a sensação de segurança e bem-estar no ambiente.

Para os felinos, a tecnologia apresentada é o Feliway Classic, análogo sintético do odor facial felino, indicado parasituações como: mudança de ambiente, chegada de novos membros da família, transporte, ambientes desconhecidos, ruídos altos como eventos e festas, ida ao veterinário e marcação por arranhadura ou urina.

Para a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade Pet da Ceva Saúde Animal, Priscila Brabec, o evento é uma oportunidade para troca de conhecimento técnico entre os profissionais do setor. “Estamos muito animados com nossa participação na Pet South America, pois o evento fomenta o debate entre os médicos veterinários, sobre assuntos como a rotina no consultório, tendências e novidades do segmento. Atuamos como patrocinadores da grade de bem-estar animal, pois temos como compromisso o desenvolvimento de produtos e novas tecnologias para a saúde e o bem-estar dos pets”, afirma.

Sobre a Ceva Saúde Animal
A Ceva Saúde Animal é uma das cinco maiores empresas de saúde animal do mundo, presente em mais de 110 países tem sua atuação focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia, e produção (bovinos, suínos e aves). Mais informações disponíveis no site: www.ceva.com.br

Vetnil promove o 3º Encontro Vetnil de Residentes em Medicina Veterinária

 Com cerca de 60 palestrantes, o evento que acontece de 21 a 23 de agosto em Itu/SP, deve reunir mais de 500 residentes em Medicina Veterinária de 21 estados brasileiros.

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da Medicina Veterinária no Brasil, a Vetnil, uma das líderes em saúde animal no país, realiza o 3º Encontro Vetnil de Residentes em Medicina Veterinária, de 21 a 23 de agosto no Itu Plaza Hotel, em Itu, Interior de São Paulo. O evento, que acontece a cada dois anos, é gratuito, e trará as últimas novidades do setor com temas sobre os segmentos pet e equinos, mercado veterinário e empreendedorismo. São esperados mais de 500 participantes de 70 instituições de ensino em Medicina Veterinária, de 21 estados brasileiros.

De acordo Cristiano de Sá, diretor de Marketing e Novos Negócios da Vetnil, o evento já se consolidou como uma referência, sendo 100% feito com foco nos residentes. “A Vetnil entende o evento como um investimento em qualificação e aprimoramento do profissional médico veterinário. Temos o apoio de parceiros na divulgação e participação no evento. Após as duas primeiras edições, podemos afirmar que a iniciativa proporciona debates e conteúdos relevantes  ao programa de residência em Medicina Veterinária, além da troca de experiências enriquecedora entre ex-residentes, que hoje atuam no mercado, com os residentes participantes, apontando um novo leque de opções de onde atuar e que caminho seguir. Sem dúvida,  esta edição  será mais um marco na trajetória de sucesso da Vetnil”, destaca.

Neste ano, o Encontro de Residentes contará com aproximadamente 60 palestrantes que abordarão temas variados e divididos entre pequenos animais e equinos nas áreas: Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Reprodução, Nutrição, Anestesiologia e Diagnóstico por Imagem. Haverá também alguns momentos de debates abertos   os programas atuais de residência em Medicina Veterinária do Brasil, exemplos de empreendedorismo e histórias de ex-residentes e profissionais de sucesso do mercado.

Repetindo as duas últimas edições, está progamada uma Confraternização de Boas Vindas no primeiro dia de evento e um Happy Hour no segundo. Entre as novidades deste ano, estão as salas de Diagnóstico por Imagem e participantes internacionais. “Durante o Encontro, homenagearemos os Médicos Veterinários que tiveram uma atuação importante para o desenvolvimento da Residência Veterinária no Brasil”, complementa Sá.

O evento contará também com o apoio de grandes entidades, como CFMV (Conselho Federal de Medicina Veterinária), CRMV/SP (Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo), Anclivepa Brasil e SP (Associação Nacional dos Clínicos Veterinários de Pequenos Animais), ABRAVEQ (Associação Brasileira dos Médicos Veterinários de Equídeos), SEBRAE e MEC (Ministério da Educação e Cultura).

Serviço

Evento: 3º Encontro Vetnil de Residentes em Medicina Veterinária
Data:
21 a 23 de agosto de 2017
Local: Itu Plaza Hotel – Alameda das Amoreiras, 81, Jardim Paraíso II, Itu/SP

Mais Informações: http://www.vetnil.com.br/encontroresidentes2017/

Sobre a Vetnil

Fundada há mais de 20 anos pelo médico veterinário Dr. João Carlos Ribeiro, a Vetnil, empresa 100% nacional, atua em pesquisas e no desenvolvimento de produtos para a saúde e performance de pets e de equinos, estando entre as líderes de mercado nestes segmentos no Brasil. A companhia também exporta as suas soluções para diversos países e tem acumulado premiações importantes, como a “100 Melhores empresas para se trabalhar no Brasil” (Revista Época, 2006), “30 Melhores empresas para a mulher trabalhar” (Revista Época, 2006), “As 200 Pequenas e Médias Empresas Que Mais Crescem No Brasil” (Revista Exame, 2015), “Melhores do Agronegócio – As 10 melhores do Setor Saúde Animal” (Anuário do Agronegócio 2015, Revista Globo Rural), além de ter sido vencedora na categoria ‘Produtos Veterinários’ do Anuário do Agronegócio da Revista Globo Rural de 2016.

Vetnil lança Organew® Pet Pasta

Na versão pasta sabor baunilha, o produto pode ser administrado diretamente na boca de cães, gatos e aves

Pensando na melhora da digestão e no aumento da eficiência alimentar de cães, gatos e aves, a Vetnil, uma das líderes em saúde animal no Brasil, lança o Organew® Pet Pasta, composto por vitaminas, minerais, aminoácidos e elementos pró e prébióticos. Na versão pasta sabor baunilha, pode ser administrado diretamente na boca do animal.

Indicado para pets em crescimento, o produto tem Betaglucanos que ajudam na defesa da parede do intestino. Além disso,  possui também leveduras vivas, FOS (Fruto-oligossacarídeos) e MOS (Mananoligossacarídeos), que auxiliam no desenvolvimento e manutenção da microbiota intestinal saudável, contribuindo para a melhora da digestibilidade dos nutrientes da dieta e o aumento da eficiência alimentar.

“O novo produto é muito palatável e foi desenvolvido pensando na saude e bem-estar dos animais, pois é balanceado e fácil de administrar”, destaca Fernanda Cioffetti Marques, médica-veterinária da Vetnil.

Modo de usar:

Utilização via oral, fornecido diretamente na boca do animal.
Cães: 2g para cada 10Kg de peso vivo, 1x/dia.
Gatos: 1g para cada 10kg de peso vivo, 1x/dia
Aves: 0,5g direto no bico.

Apresentação: seringa contendo 12g.

 

Sobre a Vetnil

Fundada há mais de 20 anos pelo médico veterinário Dr. João Carlos Ribeiro, a Vetnil, empresa 100% nacional, atua em pesquisas e no desenvolvimento de produtos para a saúde e performance de pets e de equinos, estando entre as líderes de mercado nestes segmentos no Brasil. A companhia também exporta as suas soluções para diversos países e tem acumulado premiações importantes, como a “100 Melhores empresas para se trabalhar no Brasil” (Revista Época, 2006), “30 Melhores empresas para a mulher trabalhar” (Revista Época, 2006), “As 200 Pequenas e Médias Empresas Que Mais Crescem No Brasil” (Revista Exame, 2015), “Melhores do Agronegócio – As 10 melhores do Setor Saúde Animal” (Anuário do Agronegócio 2015, Revista Globo Rural), além de ter sido vencedora na categoria ‘Produtos Veterinários’ do Anuário do Agronegócio da Revista Globo Rural de 2016.

Mais informações à imprensa:

A4&Holofote Comunicação

Tel.: (11) 3897-4122
Priscilla Tavollassi: priscillatavollassi@a4eholofote.com.br
Regina Diniz: reginadiniz@a4eholofote.com.br

Vetnil dá dicas de como prevenir o aparecimento das indesejadas inflamações dos ouvidos

A linha Aurivet® é destinada à higienização do conduto auditivo e para tratamentos de otites

Coceiras em excesso na região das orelhas, esfregar o focinho no chão, balançar a cabeça com muita frequência, cheiro diferente e às vezes ruim do pavilhão auricular, acompanhada de secreção e espirros constantes podem ser sinais de que seu pet está com inflamação no conduto auditivo, tecnicamente conhecida como otite.

A otite é uma causa comum de consulta aos consultórios veterinários. Um exame clínico, ao aparecimento dos primeiros sinais citados, é ideal para que a doença seja diagnosticada e tratada de forma correta, evitando que o sofrimento de seu pet se estenda e cause danos maiores, como a perda de audição e outras complicações decorrentes desta doença.

A higienização incorreta ou pelo uso de produtos inadequados, acúmulo de água após banho, umidade e temperaturas elevadas do ambiente, traumas e até mesmo em consequência de agentes como ácaros, fungos e bactérias são alguns procedimentos inadequados que levam ao processo inflamatório da orelha interna e externa.

Sabe-se que algumas raças de cães, principalmente com orelhas pêndulas, como Cocker Spaniel, Cocker Americano, Basset Hound e Golden Retriever têm maior predisposição à ocorrência de otites. Quanto aos gatos, a raça Persa tem maior propensão a essas inflamações.

Para a Médica Veterinária e Gerente de Marketing da Vetnil, Fernanda Marques, é importante o tutor estar sempre atento aos pets. Mudanças de comportamento e manifestação de alguns sinais podem indicar algum problema e o veterinário deve ser consultado imediatamente. “Coçar a região das orelhas com as patas traseiras ou raspá-las no chão e paredes, sacudir com frequência a cabeça ou mantê-la inclinada para o lado inflamado mostra que o animal pode estar com otite unilateral. Outro sintoma é o excesso de secreção e mau odor na região. Nos casos mais graves, a doença ainda pode levar o animal a apresentar desequilíbrio, caindo facilmente e a andar em círculos, voltado para o lado alterado”, complementa.

Fernanda orienta que algumas atitudes simples podem evitar e amenizar casos de otite, como reforçar a limpeza do canal auditivo externo e do pavilhão auricular, utilizando algodão umedecido com uma solução apropriada para a limpeza da orelha de cães e gatos. Alerta também que a limpeza deve ser orientada pelo médico veterinário e o tutor deve fazer com muito cuidado e sem usar objetos que possam machucar ou cair na orelha. “Os cães possuem um mecanismo autolimpante muito eficiente dos condutos auditivos. O uso de cotonetes ou pinças com algodão devem ser evitados e a limpeza deve ser feita somente com solução ceruminolítica apropriada”, afirma a médica veterinária da Vetnil.

DICA VETNIL

O Aurivet Clean® é indicado para a higienização do pavilhão auricular e do conduto auditivo (orelha externa) de cães e gatos, principalmente nos casos de acúmulo de cerúmen e presença de mau odor. O produto está disponível em frascos contendo 120ml e agora também 50ml, ideal para animais menores e uso  por tratamento, evitando desperdício.

Já o Aurivet® é uma suspensão otológica, antibiótica, antimicótica, anti-inflamatória e analgésica indicada para o tratamento de otites fúngicas e bacterianas em cães e gatos. O medicamento está disponível em bisnagas contendo 13g.

Sobre a Vetnil

Fundada há mais de 20 anos pelo médico veterinário Dr. João Carlos Ribeiro, a Vetnil, empresa 100% nacional, atua em pesquisas e no desenvolvimento de produtos para a saúde e performance de pets e de equinos, estando entre as líderes de mercado nestes segmentos no Brasil. A companhia também exporta as suas soluções para diversos países e tem acumulado premiações importantes, como a “100 Melhores empresas para se trabalhar no Brasil” (Revista Época, 2006), “30 Melhores empresas para a mulher trabalhar” (Revista Época, 2006), “As 200 Pequenas e Médias Empresas Que Mais Crescem No Brasil” (Revista Exame, 2015), “Melhores do Agronegócio – As 10 melhores do Setor Saúde Animal” (Anuário do Agronegócio 2015, Revista Globo Rural), além de ter sido vencedora na categoria ‘Produtos Veterinários’ do Anuário do Agronegócio da Revista Globo Rural de 2016.

Mais informações:

A4&Holofote (11) 3897-4122
Priscilla Tavollassi – priscillatavollassi@a4eholofote.com.br
Regina Diniz – reginaldiniz@a4eholofote.com.br

Cão diabético: como identificar e raças predispostas

A perda de peso, o excesso de urina e a ingestão exagerada de água ou de ração são os principais indícios da diabetes mellitus

De acordo com estudos, um em cada 100 cães com mais de 12 anos provavelmente desenvolverá diabetes. Pesquisas apontam ainda que fêmeas são acometidas duas vezes mais que os machos.

Além desses fatores, também existem raças mais sujeitas à doença, como: Schnauzer miniatura e standard, Poodle, Bichon frisé, Foz Terrier, Terrier australiano, Teckel, Beagle, Pinscher miniatura, Golden Retriever, Samoieda, Keeshond, Maltês, Lhasa Apso e Yorkshire Terrier.

A diabetes

O médico veterinário da Equilíbrio e Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos, Marcello Machado, elenca alguns sintomas: “A perda de peso, o excesso de urina e a ingestão exagerada de água ou de ração são os principais indícios da diabetes mellitus e exigem a avaliação de um veterinário”, explica.

Segundo Machado, o tratamento pode ser realizado por meio da insulinoterapia, ou não, e da prescrição de uma dieta específica para o cão diabético: “Alguns alimentos são muito importantes para o auxiliar no tratamento, como as rações que contêm cromo, um mineral auxiliar na absorção celular de glicose.  O cromo pode melhorar a sensibilidade à insulina e tem sido utilizado até no tratamento da diabetes mellitus nos seres humanos”, afirma o médico veterinário da Equilíbrio.

Predisposição ao diabetes

As fêmeas são acometidas duas vezes mais que os machos e as raças mais predispostas incluem:  Schnauzer miniatura e standard, Poodle, Bichon frisé, Fox Terrier, Terrier australiano, Teckel, Beagle, Pinscher miniatura, Golden Retriever, Samoieda, Keeshond, Maltês, Lhasa Apso e Yorkshire Terrier.

Sugestão do Veterinário:

Equilíbrio Veterinary Obesity & Diabetic Cães é indicado para pacientes com sintomas de obesidade ou diabetes mellitus. Possui carboidratos, como a cevada e sorgo, que diminuem as variações de glicemia pós-prandial; contém teor elevado de fibras, contribuindo para regular a saciedade do animal; e picolinato de cromo.

Contato:
Fernanda Siqueira – Assessoria de Imprensa Total Alimentos
imprensa@totalalimentos.com.br
(19) 3888-4275 

Sobre Equilíbrio Veterinary

Equilíbrio Veterinary é uma linha de alimentos coadjuvantes, de prescrição veterinária, ideal para o manejo dietético de cães e gatos que apresentam doenças crônicas, com a obesidade.  Lançada em 2012, Equilíbrio Veterinary é o resultado de anos de estudos em nutrição animal e de pesquisas da Total Alimentos, em parceria com a Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

A linha possui alimentos indicados para cães com problemas cardíacos, de pele, renais, hepáticos, intestinais e urinários, e também para os obesos, diabéticos.  Para os gatos, possui alimentos que auxiliam na redução dos sintomas de doenças intestinais, renais, urinárias e no cuidado da obesidade e diabetes.

Sobre Total Alimentos

A Total Alimentos atua no mercado de nutrição animal com o compromisso de oferecer produtos de alta qualidade para animais de estimação e de produção. É fabricante das marcas super premium, EQUILÍBRIO e EQUILÍBRIO VETERINARY, premium especial MAX, NATURALIS e K&S , standard NERO e LÍDER, e dos snacks DOGLICIOUS e CATLICIOUS.

Fundada em 1975, a empresa, localizada em Três Corações (MG), investe constantemente em tecnologia, fórmulas inovadoras e ingredientes diferenciados para a fabricação de rações e snacks – carnes especiais (como cordeiro e peru), frutas, cereais e sementes nobres fazem parte da composição de alimentos para pets.

A Total Alimentos é uma das poucas empresas do segmento certificada em ISO 9001, GMP (Boas Práticas de Fabricação) e HACCP (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle, sigla em inglês) contribuindo para a fabricação de produtos de altíssimo nível de qualidade para o mercado nacional e internacional.

Há 40 anos, a Total Alimentos aprimora procedimentos industriais e investe em equipamentos de última geração. Hoje, está presente em todo o território nacional, nos cinco continentes e está entre os parques fabris mais modernos do mundo.

Saiba mais em: http://www.totalalimentos.com.br/

Cães também sofrem de gengivite

Saúde oral debilitada pode levar a consequências mais graves, como a anorexia
Snacks específicos e escovação ajudam a prevenir enfermidades periodontais

Doenças periodontais, como a gengivite, são as mais comuns nas clínicas veterinárias – acometem de 80 a 85% dos cães adultos, principalmente os de raças pequenas. A evolução dos sintomas dessa enfermidade pode causar outros problemas ainda mais graves. “Doenças periodontais podem comprometer a capacidade de alimentação dos animais e ter como consequência a anorexia”, pontua a Coordenadora da Comunicação Científica da Total Alimentos e médica veterinária da Equilíbrio, Bárbara Benitez.

De acordo com a especialista, os tutores devem estar atentos a qualquer sintoma e podem colaborar oferecendo alimentos específicos que auxiliam na boa saúde oral dos cães. “Existem snacks formulados com hexametafosfato de sódio, o qual impede a mineralização da placa bacteriana em cálculo. Além disso, uma inovação no mercado é a inclusão de própolis nesses snacks, um agente natural que ajuda no controle de bactérias e evita o mau hálito (halitose) do pet”, explica Bárbara.

Alimentos precisam estimular mastigação

Além do conteúdo nutricional, a textura, consistência e forma do alimento também são fundamentais para saúde oral dos cães. Segundo a médica veterinária, Barbara Benitez é preciso existir atrito entre o alimento e os dentes do animal para que ocorra a limpeza das superfícies dentárias. “Há pessoas que estranham o formato e até acreditam que as rações são muito duras, no entanto algumas características do alimento estimulam a mastigação e limpeza dos dentes”, explica.

Entenda os sintomas e previna seu cão:

  • Halitose: é o mau hálito, odor desagradável oriundo da cavidade bucal do animal. Pode ser causada principalmente pela higiene bucal deficiente e presença de placa bacteriana.
  • Disfagia: trata-se da dificuldade de deglutição, isto é, o animal faz muito esforço ou não consegue ingerir o alimento.
  • Ptialismo é salivação excessiva do cãozinho.

O que é anorexia?

Anorexia é a perda ou ausência do apetite dos cães. Este sinal clínico pode ocorrer por diversos fatores, entre eles as doenças periodontais: “Se o cão está com gengivite, por exemplo, ele sentirá dor ao apreender, mastigar ou deglutir e, então, rejeitará o alimento”, explica a médica veterinária, Bárbara Benitez. A veterinária pontua ainda que os donos devem estar alertas às atitudes dos pets “Alguns problemas não são tão visíveis, logo, é preciso verificar se o animal está se alimentando como de costume e dar importância a qualquer modificação de comportamento alimentar” 

Fonte: Bárbara Benitez é médica veterinária pela Universidade de Uberaba (UNIUBE), mestre em nutrição de cães e gatos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e é Coordenadora da Comunicação Científica da Total Alimentos.

Mais informações ou contatar um veterinário:
Fernanda Siqueira – Assessoria de Imprensa Total Alimentos
imprensa@totalalimentos.com.br | (19) 3888-4275

Sobre Equilíbrio:

A Equilíbrio é reconhecida por oferecer excelência em nutrição a cães e gatos, diariamente.  A marca também possui a linha de snacks: Equilíbrio Snack Light Cães Adultos Raças Grandes, Equilíbrio Snack Light Cães Adultos Raças Pequenas e Equilíbrio Snack Light Gatos Adultos destinado a pets com tendências à obesidade, e Equilíbrio Snack Saúde Oral para cães, cuja fórmula contém hexametafosfato de sódio e própolis – agentes que evitam proliferação de bactérias na cavidade oral e previnem doenças periondontais, como a gengivite. O Equilíbrio Snack Saúde Oral também possui formato diferenciado que estimula a mastigação.

Para encontrar a linha Equilíbrio basta acessar o site: http://www.equilibriototalalimentos.com.br/