Ceva Saúde Animal estará na Pet South America

Empresa patrocina grade de bem-estar animal na 16ª edição da feira

A Ceva Saúde Animal estará na 16ª Pet South America – Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Linha Pet e Veterinária.

A empresa, patrocina a grade de bem-estar animal do evento no dia 15 de agosto. A Ceva irá trabalhar os produtos Adaptil e Feliway Classic, produtos exclusivos que ajudam cães e gatos em situações adversas do dia a dia.

O ADAPTIL™, um análogo sintético do odor materno canino, que auxilia na adaptação dos cães em situações adversas, como mudança/adaptação do cão no ambiente, transporte, medo de fogos de artifício, hospedagem, entre outras, proporcionando a sensação de segurança e bem-estar no ambiente.

Para os felinos, a tecnologia apresentada é o Feliway Classic, análogo sintético do odor facial felino, indicado parasituações como: mudança de ambiente, chegada de novos membros da família, transporte, ambientes desconhecidos, ruídos altos como eventos e festas, ida ao veterinário e marcação por arranhadura ou urina.

Para a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade Pet da Ceva Saúde Animal, Priscila Brabec, o evento é uma oportunidade para troca de conhecimento técnico entre os profissionais do setor. “Estamos muito animados com nossa participação na Pet South America, pois o evento fomenta o debate entre os médicos veterinários, sobre assuntos como a rotina no consultório, tendências e novidades do segmento. Atuamos como patrocinadores da grade de bem-estar animal, pois temos como compromisso o desenvolvimento de produtos e novas tecnologias para a saúde e o bem-estar dos pets”, afirma.

Sobre a Ceva Saúde Animal
A Ceva Saúde Animal é uma das cinco maiores empresas de saúde animal do mundo, presente em mais de 110 países tem sua atuação focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia, e produção (bovinos, suínos e aves). Mais informações disponíveis no site: www.ceva.com.br

Os desafios da Tripanossomose

Doença se espalha pelo país e causa prejuízo para os pecuaristas  

A pecuária está em crescente avanço no Brasil. Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), em 2015, a cadeia produtiva do setor movimentou R$ 483,5 bilhões. Em franca expansão, o segmento enfrenta como desafio o combate à Tripanossomose.

A doença impacta diretamente os criadores, gerando queda na produção de leite e de carne. Dados de um estudo realizado em uma fazenda de vacas leiteiras de Minas Gerais estimou que os prejuízos com o descarte de leite e tratamentos chegaram a R$ 8 mil. Além disso, o rebanho apresentou queda de 29,4% na produção diária de leite, indo de 20,4 para 14, 4 (KG/Cabeça), o que acarretou na redução do retorno bruto que caiu de
R$ 1071,56 para R$ 563,31/dia.

Silenciosa e com sintomas difusos, que podem ser confundidos com outras enfermidades, a Tripanossomose se espalha sorrateiramente pelos rebanhos, ataca a corrente sanguínea, causando severa anemia, hipertermia, danos neurológicos, ataxia, tremores, imunossupressão, entre outros sintomas que levam os animais a óbito em um curto espaço de tempo.

A doença é causada por um protozoário do gênero Trypanosoma, que ataca a corrente sanguínea dos animais e danifica as hemácias. A enfermidade é transmitida pelo mosquito da espécie mutuca e pela mosca dos estábulos.

O compartilhamento de agulhas e seringas também é um meio  importante de transmissão da enfermidade, pois coloca o parasita direto na corrente sanguínea do animal, o que diminui o período de incubação e influencia na rapidez do surto. Um animal infectado de forma mecânica manifesta os sintomas em menos de uma semana. “O uso de medidas de biossegurança podem ajudar a controlar e evitar surtos da doença nos rebanhos”, comenta o Gerente de Marketing Unidade de Ruminantes da Ceva Brasil, Rudsen Pimenta.

Outro ponto importante é identificar a doença antes que os sintomas se agravem. “A Tripanossomose não é uma doença nova, mas muitos produtores ainda têm dificuldade em identificar os sintomas. É importante que o animal contaminado comece o tratamento correto o mais rápido possível, quanto mais cedo for feito o diagnóstico maiores são as chances de controlar o quadro e evitar o aparecimento de sequelas em órgãos nobres como fígado e coração, lesões que podem comprometer o animal para o resto da vida”, explica Rudsen.

Frente aos desafios impostos pela doença, a Ceva Saúde Animal desenvolveu o Vivedium, único medicamento realmente eficaz contra a doença licenciado no país.

Formulado com isometamidium, um tripanocida específico de longa ação, que pode ser usado na prevenção e na cura da doença, o produto já é sucesso em países da África, América do Sul e Central, onde a Tripanossomose é disseminada e já levou milhares de animais a óbito.
“No Brasil, a Tripanossomose está em expansão, muitos produtores em regiões de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Goiás vêm sofrendo com surtos da doença. O Vivedium foi desenvolvido para ajudar os produtores a enfrentar os desafios impostos pela enfermidade atuando de forma curativa e preventiva”, finaliza Rudsen

Sobre Ceva

A Ceva Santé Animale, 6ª empresa global de saúde animal, está focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e vacinas para animais de estimação, ruminantes, suínos e aves. A empresa teve faturamento de € 856M em 2015 e emprega 4.000+ pessoas em todo o mundo. Sede localizada em Libourne, França. Website: www.ceva.com

Os perigos da desidratação dos bezerros

Distúrbio causa impactos na produção atrasando o desenvolvimento e levando animais à morte

A desidratação por diarreia em bezerros é um dos problemas de maior impacto enfrentado pelos produtores. O distúrbio atrasa o desenvolvimento e pode levar o animal à morte.

A doença acomete os bezerros nas primeiras semanas de vida, fase em que o sistema imune ainda não protege adequadamente o jovem animal contra a ação de protozoários, bactérias e vírus patogênicos.

Estudos recentes mostram que as perdas de fluídos corporais podem chegar a 12% em apenas um dia. “Por conta da perda líquido, os bezerros ficam desidratados rapidamente, o que causa o desequilíbrio eletrolítico e pode levar o animal à morte”, explica o Gerente de Marketing Unidade de Ruminantes da Ceva Brasil, Rudsen Pimenta.

Dependendo do grau de desidratação, o bezerro pode apresentar sintomas como, olhos fundos, perda da elasticidade da pele, membranas e mucosas orais secas e perda de peso corporal.

Algumas práticas de manejo podem piorar o quadro, como o corte do fornecimento de leite ao bezerro. “Estudos recentes demonstram que se repusermos os eletrólitos perdidos na diarreia através de uma solução que não aumente o pH do abomaso, não devemos cortar o fornecimento de leite, pois além de hidratação, o bezerro precisa também de nutrição e energia. O leite é o melhor alimento para o bezerro.”, comenta Rudsen.

Para ajudar os produtores a combater a desidratação, a Ceva Saúde Animal desenvolveu o Rehydion, um suplemento mineral para a estabilização do equilíbrio hídrico e eletrolítico de bezerros.

O produto possui em sua formulação eletrólitos e alcalinizantes que não aumentam o pH do abomaso que ajudam a hidratar e nutrir o animal. “O Rehydion trata os desequilíbrios eletrolíticos e de acidose causados pela desidratação, recuperando rapidamente o bezerro e diminuindo os impactos causados pela doença”, afirma Rudsen.

O Rehydion pode ser adicionado ao leite, o que diminui a mão de obra e facilita o tratamento.  Além disso, o produto apresenta uma série de benefícios como, reidratação rápida e reposição de eletrólitos e controle da acidose.

Sobre Ceva

A Ceva Santé Animale, 6ª empresa global de saúde animal, está focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e vacinas para animais de estimação, ruminantes, suínos e aves. A empresa teve faturamento de € 856M em 2015 e emprega 4.000+ pessoas em todo o mundo. Sede localizada em Libourne, França. Website: www.ceva.com

Feliway tem identidade visual reformulada e ganha sobrenome

Fórmula patenteada da Ceva Saúde Animal auxilia na adaptação dos gatos em situações adversas do dia a dia, transmitindo a sensação de segurança, conforto e bem-estar para o gato.

Apostando em inovação, a Ceva saúde animal acaba de reformular a identidade visual do Feliway, fórmula não medicamentosa que transmite a sensação de segurança, bem-estar e conforto para os gatos.  O produto está com nova embalagem, que traz um logotipo moderno e design clean em tons de roxo. O produto também ganhou um sobrenome e agora se chama Feliway Classic.

O Feliway Classic é um análogo sintético do odor facial felino, que auxilia na adaptação dos gatos em situações adversas do dia a dia. O produto é recomendado em situações como: mudança de ambiente, chegada de novos membros da família, transporte, ambientes desconhecidos, ruídos altos como eventos e festas e marcação por arranhadura ou urina.

unnamed (1)

Os gatos liberam o odor facial natural quando esfregam a cabeça e o corpo em objetos como móveis, paredes ecortinas. Esse odor é um sinal para reconhecimento do local pelo gato, transmitindo a sensação de segurança econforto. “O Feliway Classic, por ser o análogo sintético desse odor facial felino, quando presente no ambiente também transmite a sensação de segurança e conforto ao gato em situações desafiadoras para ele”, explica a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade Pet da Ceva, Priscila Brabec.

Comercializado em três versões: Kit Inicial: Feliway Classic Difusor elétrico + Refil, Feliway Classic Refil de 48 ml e Feliway Classic Spray de 60 ml, o produto não possui contraindicações e é espécie-específico, ou seja, somente os gatos conseguem detectar no ambiente.

Modo de uso

Feliway Classic Difusor deve permanecer constantemente ligado na tomada do cômodo onde o gato passa a maior parte do tempo. A área de cobertura é de 50 a 70 m2. Para ajudar a controlar mudanças de comportamento em situações desafiadoras, como por exemplo mudança de casa, chegada de novos membros na família ou hospedagem em locais desconhecidos, é indicado plugar o Feliway Classic no mínimo 24 horas antes que o animal tenha que enfrentar a nova situação.

Feliway Classic™ SPRAY é indicado para transporte e viagens. Deve ser borrifado na caixa de transporte e no carro, pelo menos 15 minutos antes de colocar o gato. O produto também pode ser utilizado para evitar a marcação urinária e arranhaduras, para isso basta aplicá-lo nos locais demarcados após uma limpeza completa.

Feliway Classic não é indicado para casos de agressividade entre gatos ou com pessoas.

Sobre Ceva

A Ceva Saúde Animal é uma multinacional francesa, presente em mais de 40 países e focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia eprodução (bovinos, suínos e aves).  Website: www.ceva.com

Vectra 3D ajuda na prevenção de doenças como Leishmaniose e a Dirofilariose

Fórmula inovadora possui ação repelente e inseticida contra mosquitos e protege os animais por até quatro semanas

Além de incômodos, os mosquitos são responsáveis pela transmissão de diversas doenças. Nos cães, a picada do inseto pode causar uma simples coceira no local, ou até mesmo doenças graves como a Leishmaniose e a Dirofilariose (verme do coração).

Para ajudar na proteção dos cães, a Ceva Saúde Animal lançou em 2016 o Vectra 3D, uma formulação sinérgica inovadora (Dinotefuran, Permetrina e Piriproxifen), que repele e mata os mosquitos, ajudando a prevenir doenças como a Dirofilariose e Leishmaniose, além de proteger contra pulgas e carrapatos.

Vectra 3D é um produto tópico, fica na superfície da pele e dos pelos. Começa a agir a partir de 1 hora após a aplicação contra os mosquitos e protege o cão durante 4 semanas.

 “A tecnologia da pipeta smart auxilia na aplicação line- on em que o produto é aplicado continuamente da ponta da cauda até o pescoço.  Devido a sua formulação sinérgica, ajuda a prevenir doenças como dirofilariose e leishmaniose, já que repele/mata os mosquitos” comenta a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade PET da Ceva Brasil, Priscila Brabec.

Leishmaniose

A doença, é classificada como zoonose, pois pode ser transmitida para o homem através do vetor (flebótomo).

A doença é transmitida para o cão através da picada do flebótomo infectado. Um cão positivo para leishmaniose serve como reservatório para os flebotómos, aumentando assim o risco da transmissão da leishmaniose para os humanos.

Os animais infectados podem apresentar sinais clínicos ou não. “Em alguns cães, os sintomas da doença podem demorar até dois anos para se manifestar. Em 80% dos casos os sinais presentes são problemas dermatológicos como alopecias, úlceras, descamação, feridas de difícil cicatrização, e hiperqueratose principalmente no focinho, ao redor dos olhos e nas orelhas. O animal também pode apresentar onicogrifose, que é o crescimento anormal das unhas, emagrecimento progressivo, anorexia, febre e apatia”, explica Brabec.

A enfermidade apresenta sinais clínicos inespecíficos, por isso é necessário, além da avaliação clínica, a realização de testes sorológicos e parasitológicos para confirmar o diagnóstico.

Além dos problemas visíveis, a doença pode tomar grandes proporções, tornando-se a responsável pelo surgimento de outras complicações e, dependendo da evolução do quadro clínico, o animal pode vir a óbito”, afirma Brabec.

Dirofilariose   

A Dirofilariose é outra doença que tem o mosquito como vetor. A doença atinge principalmente os cães, mas pode afetar humanos.

A enfermidade, também conhecida como “verme do coração”, é comum em cidades litorâneas e de clima tropical. A transmissão da doença é feita principalmente através do mosquito Aedes aegypti, que inocula as microfilárias (formas larvares imaturas do parasita) no cão através da picada.

Normalmente a Dirofilariose se manifesta através da forma cardiopulmonar, comprometendo o coração e o pulmão . “A gravidade clínica da doença está relacionada com a quantidade de vermes adultos presentes no animal, podendo levar o animal a óbito dependendo do grau da infestação e da severidade”, explica Brabec

Os sintomas mais comumente encontrados associados à Dirofilariose são, emagrecimento, intolerância ao exercício, tosse, letargia, dispneia, síncope e distensão abdominal.

Sobre Ceva

A Ceva Saúde Animal é uma multinacional francesa, presente em mais de 40 países e focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia e produção (bovinos, suínos e aves).  Website: www.ceva.com

Ceva adquire Hertape e Inova para entrar no top 5 das empresas de saúde animaldo Brasil

Aquisição aumentará a participação global da Ceva em biológicos com uma entrada significativa nomercado de ruminantes, de febre aftosa e uma primeira participação em vacinas de animais de companhia.

A Ceva Santé Animale (Ceva) anunciou na quinta-feira, 24 de novembro, a aquisição da Hertape SaúdeAnimal Ltda. e Inova Biotecnologia Saúde Animal Ltda., duas empresas farmacêuticas veterinárias brasileiras. O fechamento está previsto para o final de 2016, sujeito à aprovação das Autoridades Brasileiras de Defesa da Concorrência (CADE).

Além da inovadora gama de vacinas contra a febre aftosa que a Inova produz em seu complexo de alta segurança, as três empresas compartilham fortes complementaridades que potencialmente estabelecerão o novo negócio no top 5 do mercado de saúde animal brasileiro.

 A Ceva e a Hertape têm marcas bem estabelecidas nos segmentos de ruminantes, suínos, equinos e animais de companhia com o recente desenvolvimento de uma vacina para a prevenção da leishmaniose em cães, fornecendo uma ferramenta adicional interessante para o compromisso da Ceva de combater a crescente ameaça global de doenças zoonóticas.

Para Marc Prikazsky, Presidente & CEO da Ceva: “A aquisição da Inova e Hertape é um passo estratégico para a Ceva. O site de fabricação de alta qualidade da Inova e seu grande conhecimento nessa área permitirá à Ceva entrar no segmento-chave do mercado global de febre aftosa.  Além disso, quando combinarmos a força de nossas posições locais em ruminantes e animais de companhia, isso nos dará massa crítica para entrar no top 5 do Brasil. Vamos investir mais em Juatuba para criar um Campus global dedicado ao desenvolvimento e produção de vacinas pararuminantes “.

Para Ricardo Renault, CEO, Hertape e Hugo Zanocchi, CEO, Inova:Ceva é uma grande oportunidade para Inova e Hertape. Descobrimos durante as negociações que nossas empresas compartilham valores muito semelhantes, especialmente em relação ao espírito empreendedor. Estamos ansiosos para nos juntar à Ceva e continuar o crescimento do nosso site, desenvolvendo nossa experiência no Brasil einternacionalmente “.

Sobre Ceva

A Ceva Santé Animale, 6ª empresa global de saúde animal, está focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e vacinas para animais de estimação, gado, suínos eaves. A empresa teve faturamento de € 856M em 2015 e emprega 4.000+ pessoas em todo o mundo. Sede localizada em Libourne, França. Website: www.ceva.com

Sobre Hertape

Hertape, 8ª empresa brasileira de saúde animal, é especializada no desenvolvimento, fabricação ecomercialização de medicamentos veterinários e especialidades. Localizada no coração de Minas Geiras, uma das maiores regiões agroindustriais, a Hertape tem apresentado um crescimento contínuo e agora desempenha um papel importante na prevenção e tratamento de doenças animais. A empresa atua no Brasile na América Latina. Hoje a Hertape emprega mais de 300 pessoas no Brasil. O CEO da Hertape é Ricardo Renault. Website: www.hertape.com.br

Sobre Inova

A Inova Biotecnologia é uma joint venture entre Hertape e Eurofarma. A empresa é especializada na fabricação e comercialização de vacinas contra a febre aftosa. A JV atua no Brasil e na América Latina, empregando hoje mais de 100 pessoas em Juatuba. O CEO da Inova é Hugo Zanocchi. Website: http://www.inovabiotecnologia.com.br/

Ceva lança ADAPTIL™, para conforto e bem-estar dos cães em situações adversas

Fórmula patenteada, não medicamentosa é a réplica sintética do odor materno canino, que traz a sensação de segurança e proteção para os cães

A socialização de filhotes, adoção, adaptação em um novo ambiente, barulho alto, fogos de artifício, transporte, viagens e visitas ao veterinário são alguns desafios na vida dos cães, e, consequentemente para muitos donos, que não sabem lidar com a situação.

Para auxiliar no bem-estar e conforto dos cães frente a situações desafiadoras do dia a dia, a Ceva Saúde Animal, unidade de Paulínia – SP, empresa multinacional francesa líder em produtos para comportamento de cães e gatos, traz ao Brasil um grande sucesso mundial vendido nos Estados Unidos e Europa, o ADAPTIL™um análogo sintético do odor materno canino, que auxilia na adaptação dos cães em momentos adversos do dia a dia, trazendo a sensação de segurança e proteção no ambiente. 

Durante a amamentação, as cadelas produzem um odor específico que transmite conforto aos filhotes. Com tecnologia patenteada, criamos o ADAPTIL™, considerado a réplica desse odor”, explica a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade Pet da Ceva, Priscila Brabec.

Comercializado em três versões: Kit Inicial: ADAPTIL™ Difusor elétrico + Refil, ADAPTIL™Refil de 48 ml e ADAPTIL™ Spray de 60 ml, a fórmula não possui contraindicações, e é espécie-específico, ou seja, somente os cães conseguem detectar no ambiente. “Vale ressaltar que a fórmula não é sedativa, não tem efeito em pessoas e em outras espécies de animais que convivem no mesmo ambiente”, esclarece a gerente.

Modo de uso

ADAPTIL™ Difusor deve permanecer constantemente ligado na tomada do cômodo onde o cão passa a maior parte do tempo. A área de cobertura é de 50 a 70m2. Para ajudar nos períodos de fogos de artifícios, o ideal é iniciar o uso sete dias antes do evento e continuar por mais três dias após os fogos de artifício.

Para ajudar a controlar mudanças de comportamento em outras situações desafiantes, como por exemplo, adoção, mudança de casa, novos membros na família, hospedagem em local desconhecido, plugar o ADAPTIL™ no mínimo 24 horas antes que o cão tenha que enfrentar a nova situação.

ADAPTIL™ SPRAY é indicado para principalmente para transporte e viagens. Deve ser borrifado na caixa de transporte e no carro, pelo menos 15 minutos antes de colocar o cão.

ADAPTIL™ não é indicado para casos de hiperatividade ou agressividade entre cães ou com pessoas. “O comportamento canino é muito complexo, por isso, recomendamos sempre a orientação do médico veterinário ou profissional habilitado”, finaliza Priscila.

O produto pode ser encontrado nos Pet Shops e clínicas veterinárias. Outras informações podem ser obtidas no Serviço de Atendimento ao Cliente 0800-770-0355 ou no e-mail sac@ceva.com.

ceva_adaptil

Como se comunicar com seu melhor amigo?

Por Priscila Brabec

Fiéis e sociáveis os cães são considerados os melhores amigos do homem. Quem tem um cachorro, acredita que eles nos entendam muito bem, mas será que entendemos corretamente os nossos cães? O primeiro passo para melhorar a comunicação com o cão é assegurar que ele receba uma interação humana apropriada, além de sociabilização realizada de maneira correta.

Empregando a linguagem corporal, expressões faciais e emissão de sons para mostrar o que sentem e pensam, esses animais utilizam um método de comunicação não verbal entre os indivíduos e as situações vivenciadas. Comunicação extremamente eficaz na interação cão-cão!

Para criar harmonia quando estão em grupo, aprendem sobre cada um dos membros do bando e “trabalham” para evitar conflitos ao serem previsíveis. Ao viverem como animais de estimação, precisam de sinais claros dos humanos, ou seja, é muito importante a previsibilidade.

Para os cães, a previsibilidade reside em suas rotinas diárias e nas respostas consistentes nas interações sociais. Para esses animais, a previsibilidade torna as coisas mais claras. As mudanças e a inconsistência das tarefas rotineiras podem criar ansiedade e problemas comportamentais.

Consequência disso é que muitas vezes as respostas indesejadas dos cães acabam sendo descritas erroneamente como “comportamento de líder” ou como sendo resultado de um “cão dominante”, mas normalmente ele está apenas confuso sobre o que o tutor deseja, ou, com o resultado de uma interação social.

Muitas vezes, a ansiedade e a insegurança podem levar o cão a rosnar, mostrar os dentes ou morder, se muito assustado, caso se sinta ameaçado ou tenha sido punido.

Os cães precisam que seus tutores estabeleçam regras claras de comunicação e sejam consistentes na recompensa oferecida pelos comportamentos desejados. Um comportamento desejável demonstrado pelo cão deve ser recompensado de forma consistente, como um agrado, a entrega de um biscoitinho, uma bolinha ou um stick de mastigação, de forma plausível.

Já nos comportamentos inapropriados, o tutor deve ignorarsem gritar ou punir, não deixando dúvidas para o cão sobre a diferença entre as situações. A ambiguidade entre as respostas criará confusão e poderá levar a comportamentos indesejados nos cães, que necessitam de uma comunicação clara.

Além da previsibilidade, o uso do análogo sintético do odor materno canino, colabora para bem-estar e conforto dos cães em diversas situações desafiadoras para eles, como por exemplo: adoção, adaptação de filhotes em casa, sociabilização de filhotes, transporte, medo de fogos de artifício, estadia em hotéis e mudança de ambiente. Durante a amamentação, as cadelas produzem um odor que faz com que os cães se sintam seguros e protegidos. Ter esse odor no ambiente ajuda no conforto e bem-estar dos cães.

Utilizado em vários países há 15 anos, a Ceva Saúde Animal traz para o Brasil o Adaptil, um análogo sintético do odor materno canino que proporciona bem-estar e conforto para os cães em situações adversas do dia a dia. É a primeira linha de produtos não medicamentosos para uso no ambiente (difusor ou spray), não sedativo e sem efeito em pessoas ou outros animais, pois é espécie-específico ou seja, somente os cães conseguem detectar.

Ser claro e previsível torna a relação com o cão muito melhor, diminuindo a chance dele se tornar ansioso/medroso e desenvolver comportamentos indesejados. O comportamento canino pode ser muito complexo, por isso, procure sempre a orientação do médico veterinário ou profissional habilitado.

unnamed

Priscila Brabec é Gerente de Produtos na Unidade de Animais de Companhia da Ceva Saúde Animal. Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) em 2008, com MBA em Marketing pela Fundação Instituto de Administração (FIA) em 2011. 

Vectra Gatos é a novidade da Ceva Saúde Animal

Com formulação única, produto tem rápida e duradoura ação contra as pulgas para gatos

A Ceva Saúde Animal traz mais uma novidade que promete movimentar o mercado pet. Desta vez, a empresa lança o Vectra Gatos, produto com formulação única que atua no combate das pulgas nas formas adultas e imaturas.

O Vectra Gatos reúne a ação knock-down contra pulgas adultas, proporcionando rápido alívio aos gatos, além de agir sobre as formas imaturas, que são responsáveis por 95% da população deste parasita no ambiente. “As pulgas adultas, aquelas que vemos nos animais, representam apenas 5% da população, por isso, é muito importante o controle das formas imaturas no ambiente”, explica a médica veterinária e gerente da linha de produtos pets, Priscila Brabec.

Vectra Gatos é um produto tópico que contém em sua formulação o Dinotefuran e o Piriproxifen. Como age por contato, as pulgas não precisam picar os animais para morrerem. O produto tem ação na superfície da pele e dos pelos, sendo a melhor maneira de evitar a transmissão de doenças e também para o controle da Dermatite Alérgica causada por Picada de Ectoparasitas (DAPE).

“Com essa formulação a morte do parasita adulto é letal e rápida, evitando a infestação do ambiente, que causa incômodos aos animais e preocupação para o tutor”, ressalta a gerente.

Aplicação e duração

O Vectra Gatos pode ser utilizado em gatos a partir de 1 mês de idade. A aplicação é diretamente na pele, em dois ou três pontos da região do pescoço.

A posologia é por peso, uma pipeta (1 ml) para gatos de até 10 kg. Para os gatos acima desse peso é necessário associar mais que uma pipeta para obter a dosagem correta.

Onde encontrar

O produto pode ser encontrado em pet shops de todo o Brasil e pode ser adquirido pelos médicos veterinários e lojistas por meio dos distribuidores Ceva. Saiba mais sobre a empresa e produtos no site www.vectrapet.com.br.

39-vectra-gato-500x500
Publicado por Ceva.

Especialista fala sobre a dermatite em cães e gatos

Atópica e alérgicas, dermatites são diagnósticos comuns nas clínicas veterinárias

Prurido, ressecamento da pele, estresse e fadiga são alguns dos principais sintomas apresentados pelos cães que sofrem com a dermatite atópica (DA). Essa manifestação gera a inflamação crônica da pele, chegando a exaurir o cão. A DA se tornou um diagnóstico comum nas clínicas, mas ainda traz muito sofrimento para os pets e preocupação para os donos.

“Infelizmente a dermatite atópica não tem cura, apenas controle. Vale ressaltar que a enfermidade não é contagiosa, mesmo em animais que vivem no mesmo ambiente, tampouco para os seres humanos”, ressalta a Médica Veterinária e Mestre em Ciências, Rita Carmona.

Com a coceira intensa, a pele do animal fica sensível, podendo apresentar inflamações com lesões especialmente na face, membros, abdômen e orelhas. Em muitos casos, pode generalizar-se por todo o corpo. Os sintomas tendem a surgir ou piorar quando o paciente é exposto a certas substâncias, como por exemplo, detergentes, produtos de limpeza, roupinha de lã, tecidos sintéticos e alguns alimentos. “Os fatores emocionais também estão associados ao problema e merecem atenção”, comenta aespecialista.

Outro tipo de dermatite muito comum nos consultórios é a Dermatite Alérgica a Picada de Ectoparitas (DAPE). Essa afecção está entre as alergias mais comuns entre os pets, perdendo apenas para a dermatite atópica e para a alergia alimentar. Decorrente da reação de hipersensibilidade à saliva de pulgas e carrapatos, em cães e gatos,aparece com maior frequência nas regiões de clima úmido e quente.

“Cerca de 70% dos cães apresentam essa alergopatia. O principal sintoma é o prurido (coceira) moderado a intenso, principalmente na região lombar. As lesões cutâneas podem aparecer secundariamente, variando desde a alteração na coloração da pelagem, até a ausência”, alerta Rita.

Tratamento e prevenção

Para minimizar o problema, o mercado pet oferece soluções em shampoos com efeito hidratante específicos. O tratamento é delicado e extenso, envolve a visita ao consultório médico veterinário, cuidados em casa e no banho, que devem ser seguidos à risca pelo proprietário.

Para ajudar nessa tarefa, a Ceva Saúde Animal conta com a linha Douxo. Indicada para a higienização e hidratação profunda da pele sensível de cães e gatos. A linha é composta pelo Douxo Calm Shampoo, Douxo Calm Spray Microemulsão e Douxo Manutenção Shampoo. “Considerada uma evolução na dermatologia veterinária, a linha conta om uma combinação de ingredientes que proporcionam limpeza e hidratação profunda da pele sensível. A presença da molécula fitosfingosina, componente precursor da ceramidas, que auxilia na hidratação da pele sensível”, explica a Médica Veterinária e Gerente de Produtos Pet da Ceva, Priscila Brabec.

A hora do banho é um momento muito delicado para os portadores de DA. Segundo Priscila, o proprietário deve orientar o pet shop sobre o problema do animal e levar os produtos adequados. A higienização deve acontecer semanalmente e individualmente. Esse pet jamais poderá ser banhado com água e secadores quentes.

Já para a DAPE, o tratamento é baseado no uso de antiparasitários de maneira correta e de forma regular, levando-se em consideração a eficácia, efeito residual e segurança de uso. “A frequência de uso deve ser sempre orientada pelo médico veterinário. O controle ambiental também é fundamental para controle de ectoparasitas. Em alguns casos, também se preconiza o uso de medicamentos para controle da inflamação e sintomas oriundos da dermatite, sempre com orientação do especialista”, finaliza Rita Carmona.

imagem_release_745475
Linha Douxo Shampoo Calm imagem_release_745478
Linha Douxo Spray Calm imagem_release_745481

Linha Douxo Shampoo Manutenção

Publicado por CEVA.