Grandes Animais: Agenda de Eventos Veterinários – Mês de Abril 2017

Curso de Inseminação Artificial e Estratégias de IATF em Bovinos

Data: De 01 a 04/04/2017
Local: Viçosa – MG
Informações: O objetivo do curso é capacitar os profissionais para aplicar a técnica de Inseminação Artificial, IATF e estação de monta e contribuir para o melhoramento genético de bovinos.

Site: http://www.cptcursospresenciais.com.br/curso/curso-de-inseminacao-artificial-e-estrategias-de-iatf-em-bovinos/#tab1

27º Treinamento sobre Suplementação para Bovinos de Corte

Data: De 04 a 06/04/2017
Local: Piracicaba – SP
Conteúdo Programático:
-Conceitos básicos e aplicados sobre nutrição e suplementação de ruminantes;
-Análise Bromatológica;
-Manejo das pastagens e o desempenho animal;
-Qualidade de forragem;
-Suplementação com alimentos volumosos;
-Uso de suplementação com alimentos concentrados no período das “águas” e das “secas” para diferentes categorias de animais;
-Intensificação do sistema de produção de bovinos de corte e os sistemas de suplementação;
-Outras técnicas relacionadas ao tema.

Site: http://fealq.org.br/informacoes-do-evento/?id=499

Continuar lendo Grandes Animais: Agenda de Eventos Veterinários – Mês de Abril 2017

Diagnóstico de gestação: ultrassom ou palpação?

O diagnóstico de gestação em bovinos e equinos tem grande importância econômica quando o assunto é produção animal. Isso porque quanto mais precoce é o diagnóstico, maiores são as chances de minimizar os custos de produção devido à possibilidade de descarte de animais improdutivos ou ainda, a remissão de problemas gestacionais quando reconhecidos rapidamente. Além disso, com o diagnóstico precoce é possível manejar melhor os animais com o planejamento de alocação, nutrição balanceada e em quantidades suficientes fazendo com que se ganhe eficiência produtiva.

O que é levado em consideração no momento do diagnóstico é a eficiência, caracterizada pela precocidade, segurança e eficácia do mesmo. O método de palpação retal é o método mais antigo e invasivo, mas pode significar menores custos. Já a ultrassonografia é um método não invasivo, que garante maiores chances de acerto, mas requer treinamento e maior disponibilidade financeira para investir em bons equipamentos. Atualmente a questão mais fomentada nas fazendas e que ainda causa certas dúvidas em produtores é: qual o método mais eficiente para diagnosticar precocemente a prenhez do rebanho?

Continuar lendo Diagnóstico de gestação: ultrassom ou palpação?