Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cloridrato de Difenidramina

Classificaçāo

Anti-histamínico

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Este medicamento pode causar sonolência.

ARMAZENAMENTO

Conserve na embalagem original, em temperatura ambiente e protegida da luz.

O medicamento não deve ser congelado.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Inibidor de receptores H1 anti-histamínico, antiemético (cinetose).

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Usar com cautela em gestantes e portadores de glaucoma de ângulo fechado, hipertrofia prostática, obstrução intestinal ou vesical, hipertireoidismo, hipertensão e doenças cardíacas.

EFEITOS ADVERSOS

Letargia, sonolência, xerostomia, retenção urinária e diarreia.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Apesar de estudos em roedores não demonstrarem toxicidade ao feto, deve ser utilizada com cautela durante gestação e lactação.

SUPERDOSAGEM

Na superdosagem ocorrem alterações do SNC, principalmente convulsões, coma e morte.

Administração e doses

Via(s)

Oral

IM

IV

Videos da(s) via(s)

VO

Recomendado

Equinos

1 - 2 mg / kg

calcular

IM

Recomendado

Equinos

0,25 - 1 mg / kg

calcular

Bovinos

0,5 - 1 mg / kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Em emergência (anafilaxia) aplicar via IV ou IM.

A administração concomitante com Antidepressivos tricíclicos, barbitúricos, fármacos depressores do SNC, iodipamida megiumina e prednisolona podem modificar a absorção dessas substâncias e causar efeitos adversos.

Interações medicamentosas

Inibidores da MAO

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Intensificação dos efeitos anticolinérgicos do Cloridrato de Difenidramina

Conduta

Ajustar dose

Sedativos

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito aditivo

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

De modo similar a outros anti-histamínicos, atua competitivamente bloqueando os receptores H1.

A inibição da histamina suprime a resposta inflamatória e causa efeitos sedativos e anticolinérgicos.

FARMACOCINÉTICA

Na forma de solução injetável, ocorre rápido início de ação. O cloridrato de difenidramina é amplamente distribuído pelo corpo, incluindo o Sistema Nervoso Central (SNC).

Uma porção do fármaco é excretado inalterado na urina, enquanto o restante é metabolizado pelo fígado.

Em equinos a meia-vida é de cerca de 6 horas (WASFI, 2003), similar ao observado em humanos, que apresentam duração da ação de 4 a 6 horas.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Pode causar interferência em testes cutâneos de alergia.

EFEITOS ADVERSOS

Letargia, sonolência, xerostomia, retenção urinária e diarreia.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Apesar de estudos em roedores não demonstrarem toxicidade ao feto, deve ser utilizada com cautela durante gestação e lactação.

SUPERDOSAGEM

Na superdosagem ocorrem alterações do SNC, principalmente convulsões, coma e morte.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

WASFI, I. A. et al. Comparative pharmacokinetics of diphenhydramine in camels and horses after intravenous administration. Veterinary research communications, v. 27, n. 6, p. 463-473, 2003.