Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Fenilefrina

Classificaçāo

Cardiovascular

Receita

Receita Simples

Espécies

Equinos

COMPOSIÇÃO

Cloridrato de fenilefrina 100 mg/mL

ARMAZENAMENTO

Conservar em temperatura ambiente e ao abrigo de luz.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Simpatomimético alfa-adrenérgico vasoconstrictor, hipertensor e cardioestimulante. Indicado como adjuvante para o tratamento de hipotensão e choque, após adequada reposição de fluidos, e para tratamento de hipotensão causada pelo uso de drogas hipotensoras. Indicado também para produzir dilatação pupilar durante diagnóstico e tratamento (HACKER, 1987 ). Pode ser usado como descongenstionante das vias nasais em equinos após procedimentos cirurgicos (LUKASIK, 1997).

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não usar em portadores de hipertensão e taquicardia ventricular, geriátricos e portadores de hipertireoidismo, bradicardia ou bloqueios cardíacos. Não deve ser utilizado como substituição a reposição de fluidos adequada. Não é recomendada a utilização via IM ou SC por causar necrose tecidual.

EFEITOS ADVERSOS

Quando administrada em bolus pode causar bradicardia por reflexo vagal. Pode causar hemorragia, bradicardia e arritmias. Pode ocorrer necrose tecidual caso ocorra extravasamento durante aplicação.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Usar com cautela em lactantes.

SUPERDOSAGEM

Podem ocorrer convulsões, vômito, parestesias e hemorragia cerebral.

Administração e doses

Via(s)

EV

Oftálmica

Intranasal

Via EV

Recomendado

Equinos

5 mg / animal

Interações medicamentosas

Antidepressivos tricíclicos

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Potencialização dos efeitos da Fenilefrina

Conduta

Ajustar dose

Halotano

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Arritmias grave

Conduta

Evitar o uso

Inibidores da MAO

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Potencialização dos efeitos da Fenilefrina

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A fenilefrina é um agonista a1-adrenérgico que em concentrações significativas tem ação de ativação dos receptores beta. Usada para promover aumento da pressão arterial através de vasoconstrição, sua ação é similar à da noradrenalina, porém mais prolongada (MASSONE, 2008). Pode ocorrer bradicardia reflexa.

FARMACOCINÉTICA

Quando administrada de forma intravenosa tem ação em 5 a 10 minutos (MASSONE, 2008). É amplamente distribuída pelos tecidos, incluindo SNC. Uma pequena parcela é convertida em metabólitos. A excreção ocorre através da urina.

EFEITOS ADVERSOS

Quando administrada em bolus pode causar bradicardia por reflexo vagal. Pode causar hemorragia, bradicardia e arritmias. Pode ocorrer necrose tecidual caso ocorra extravasamento durante aplicação.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Usar com cautela em lactantes.

SUPERDOSAGEM

Podem ocorrer convulsões, vômito, parestesias e hemorragia cerebral.

MONITORAMENTO

A pressão arterial e parâmetros cardíacos do paciente devem ser monitorados.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

HACKER, D. V. et al. Effect of topical phenylephrine on the equine pupil. American journal of veterinary research, v. 48, n. 2, p. 320-322, 1987.

LUKASIK, V. M. et al. Intranasal phenylephrine reduces post anaesthetic upper airway obstruction in horses. Equine veterinary journal, v. 29, n. 3, p. 236-238, 1997.

MASSONE, F. Anestesiologia veterinária: farmacologia e técnicas. 5. ed., Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2008, 571p.