Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Trifluoperazina

Classificaçāo

Fenotiazina

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Bovinos

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido de 2 mg contém:

trifluoperazina 2 mg

(equivalente a 2,478 mg de dicloridrato de trifluoperazina)

excipientes* q.s.p. 1 comprimido


Cada comprimido 5 mg contém:

trifluoperazina 5 mg

(equivalentes a 6,195 mg de dicloridrato de trifluoperazina)

excipientes* q.s.p. 1 comprimido

*Excipientes: lactose, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, dióxido de silício coloidal, estearato de magnésio, Opadry azul e Opadry branco.

ARMAZENAMENTO

O produto deve ser mantido em sua embalagem original.

Evitar o armazenamento em local quente (ambiente com temperatura entre 30°C e 40°C). Proteger o medicamento da luz e da umidade.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Fenotiazínico tranquilizante.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Usar com cautela em animais apresentando hipotensão.

EFEITOS ADVERSOS

Pode provocar sedação intensa, desorientação e hipotensão. Fenotiazínicos podem diminuir o limiar convulsivo.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não deve ser utilizado em animais gestantes.

SUPERDOSAGEM

Em doses elevadas, determina depressão severa do SNC, coma e morte.

Administração e doses

Via(s)

Oral

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 / 24 horas

Doses

Recomendado

Bovinos

10 - 20 mg / animal

OBSERVAÇÕES

Atenção: Os fenotiazínicos apresentam pouca ou nenhuma atividade analgésica. Os animais devem receber terapia adequada para controle da dor em procedimentos dolorosos.

A administração concomitante com Antiácidos, antidiarréicos, atropina, depressores do SNC, epinefrina, metoclopramida, opiáceos e organofosforados podem modificar a absorção dessas substâncias e causar efeitos adversos.

Interações medicamentosas

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos anticoagulantes

Conduta

Evitar o uso

Anticonvulsivantes

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Anticonvulsivantes

Conduta

Ajustar dose

Propanolol

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado de ambas as subst.

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

COMPATIBILIDADE

Não misturar a outras substâncias.

FARMACODINÂMICA

Assim como outros tranquilizantes fenotiazínicos, a trifluoperazina atua no bloqueio dos efeitos da dopamina no sistema nervoso central.

Os fenotiazínicos causam a diminuição da liberação da dopamina no neurônio pré-sináptico e bloqueiam os receptores da dopamina no neurônio pós-sináptico.

Essas atividades promovem efeitos de sedação em animais domésticos.

FARMACOCINÉTICA

A trifluoperazina apresenta forte ligação às proteínas plasmáticas e intenso metabolismo de primeira passagem, sendo em humanos, menos de 1% eliminada de forma inalterada na urina.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Em humanos são relatados efeitos como anemia, trombocitopenia, agranulocitose e pancitopenia com uso crônico.

EFEITOS ADVERSOS

Pode provocar sedação intensa, desorientação e hipotensão. Fenotiazínicos podem diminuir o limiar convulsivo.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não deve ser utilizado em animais gestantes.

SUPERDOSAGEM

Em doses elevadas, determina depressão severa do SNC, coma e morte.

MONITORAMENTO

Monitorar o grau de sedação.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

PAPICH, M. G. Manual Saunders de terapia veterinária. 3ª ed. Elsevier, Rio de Janeiro, 2012.