Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Dexametasona (fosfato dissódico)

Classificaçāo

Anti-inflamatório Esteroidal

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

COMPOSIÇÃO

Cada 100 mL contém:

Dexametasona (fosfato dissódico) 0,2 g

Veículo.q.s.p 100,0 mL

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, à temperatura ambiente (15°C a 30°C), ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos. Não armazenar junto a alimentos, bebidas e produtos de higiene pessoal.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamento de processos inflamatórios, dermatopatias, choque, processos alérgicos, insuficiência adrenal, cetose bovina primária, febre do leite e febre do transporte.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não utilizar o produto em fêmeas gestantes, em presença de diabetes mellitus (devido aos seus efeitos hiperglicemiantes antagônicos à insulina), em animais portadores de pancreatites, insuficiências renais e cardíacas, com hemorragia e/ou perfuração gástrica, hipersensibilidade à dexametasona, tuberculose, síndrome de Cushing ou úlcera péptica. Não utilizar em equinos destinados ao consumo humano.

EFEITOS ADVERSOS

O uso prolongado de doses altas de corticosteroides pode causar hiperadrenocorticismo. Pode-se desenvolver o diabetes mellitus. Equinos tratados com doses acima das indicadas podem eventualmente apresentar letargia e sonolência durante as primeiras 24 horas após a administração. O uso repetido de corticosteroides em altas doses pode gerar insuficiência adrenal, quando o tratamento é interrompido subitamente. Deve-se, portanto, descontinuar o tratamento de forma gradual, com doses decrescentes, até cessar a administração.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não utilizar o produto em fêmeas gestantes.

SUPERDOSAGEM

Em caso de superdosagem, não há antídoto específico, sendo recomendado tratamento sintomático e de suporte.

Administração e doses

Via(s)

IV

IM

SC

Doses

IM, SC, IV

Bovinos

2,5 - 10 mL / animal

SC, IV

Equinos

1,25 - 2,5 mL / animal

OBSERVAÇÕES

Precauções: Recomenda-se o uso criterioso em presença de infecções devido à ação imunossupressora. Neste caso, deverá ser sempre instituída, paralelamente, uma terapia antimicrobiana seguramente eficaz. Obedecer aos cuidados de assepsia normalmente recomendados para a administração de produtos injetáveis. Como acontece com outros corticosteroides, as doses empregadas dependem das condições do caso e do animal, devendo ser ajustadas a critério do Médico Veterinário. Procura-se utilizar a menor dose eficaz.

Interações medicamentosas

Anfotericina B

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipocalemia

Conduta

Evitar o uso

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Anticoagulantes

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Antifúngicos Azóis

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Dexametasona, levando a toxicidade

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo da Dexametasona e diminuição da sua eliminação

Conduta

Ajustar dose

Barbitúricos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Dexametasona

Conduta

Evitar o uso

Carprofeno

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Úlceras gastrintestinais e toxicidade renal

Conduta

Evitar o uso

Ciprofloxacina

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumenta o risco de ruptura de tendão

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Decanoato de Nandrolona

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da formação de edema

Conduta

Evitar o uso

Doxapram

Grau de Interação

Grave

Conduta

Incompatível

Fenitoína

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo da Dexametasona, aumentando sua eliminação hepática

Conduta

Ajustar dose

Hidróxido de Alumínio

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Corticosteróides

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Praziquantel

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do Praziquantel

Conduta

Ajustar dose

Rifampicina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Dexametasona

Conduta

Evitar o uso

Salicilatos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos salicitados

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático dos Salicilatos, aumentando sua eliminação renal

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

EFEITOS ADVERSOS

O uso prolongado de doses altas de corticosteroides pode causar hiperadrenocorticismo. Pode-se desenvolver o diabetes mellitus. Equinos tratados com doses acima das indicadas podem eventualmente apresentar letargia e sonolência durante as primeiras 24 horas após a administração. O uso repetido de corticosteroides em altas doses pode gerar insuficiência adrenal, quando o tratamento é interrompido subitamente. Deve-se, portanto, descontinuar o tratamento de forma gradual, com doses decrescentes, até cessar a administração.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não utilizar o produto em fêmeas gestantes.

SUPERDOSAGEM

Em caso de superdosagem, não há antídoto específico, sendo recomendado tratamento sintomático e de suporte.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.