Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cefalexina
  • Neomicina
  • Prednisolona

Classificaçāo

Antibiótico

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos

COMPOSIÇÃO

Cada injetor de 10 mL contém:

Cefalexina 250 mg

Neomicina 250 mg

Veículo q.s.p. 10 mL

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Rilexine 500 é indicado para o tratamento das mastites agudas e crônicas de bovinos causadas por Actinomyces bovis, Clostridium perfringens, Corynebacterium sp., Micrococcus sp., Peptococcus sp., Peptostreptococcus sp., Propionilbacterium sp., Streptococcus sp., Staphylococcus sp. (incluindo cepas penicilinase resistentes); Actinobacillus lignieresi, Enterobacter sp., Escherichia coli, Fusobacterium sp. Haemophillus influenza, Klebsiella pneumoniae, Moraxella sp., Pasteurella sp., Proteus mirabilis, Proteus vulgaris, Salmonella sp., Shiella sp.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não administrar o produto em animais com hipersensibilidade conhecida às cefalosporinas ou aos aminoglicosideos. Utilizar com precaução em animais alérgicos às penicilinas.

Administração e doses

Via(s)

Intramamária

Doses

Recomendado

Bovinos

1 injetor / teto

OBSERVAÇÕES

Posologia: Os injetores de Rilexine 500 são apresentados com cânulas de diferentes comprimentos:

- Cânula curta (recomendada pelos técnicos);

- Cânula longa (tradicional).

Para uso da cânula curta, somente retirar o lacre protetor; Para uso da cânula longa, deixá-la exposta através da torção do bico injetor para um dos lados até a ruptura de sua base. Após a escolha de uma das cânulas, eliminar os resquícios de leite, limpar e desinfetar a ponta do teto e aplicar todo o conteúdo de um injetor massageando o úbere no sentido ascendente para melhorar a distribuição da suspensão.

Precauções: O tratamento deve ser realizado durante o período seco das vacas, aproximadamente dois meses antes da data prevista para o parto. Tratar simultaneamente os quatro quartos mamários. Lavar as mãos com uma solução desinfetante antes de manipular o produto. Descartar os injetores vazios ou com produto não utilizado de forma segura para o meio ambiente. Embora não nefrotóxica, a cefalexina pode prejudicar as funções renais de organismos anteriormente afetados.

Interações medicamentosas

Acetato de Retinol

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Vitamina A

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção gastrintestinal da Vitamina A

Conduta

Ajustar dose

Ampicilina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Inativação da ampicilina

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Incompatível

Besilato de Atracúrio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Depressão respiratória prolongada

Mecanismo de Ação

Possível sinergismo farmacológico

Conduta

Incompatível

Brometo de Rocurônio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terpêutico aumentado do brometo de rocurônio

Mecanismo de Ação

Sinergismo farmacológico

Conduta

Ajustar dose

Calciferol

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Vitamina E

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção gastrintestinal da Vitamina E

Conduta

Ajustar dose

Carboplatina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito nefrotóxico dos aminoglicosídeos

Conduta

Evitar o uso

Cefalosporinas

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Cefalotina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Cefazolina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade da cefazolina

Mecanismo de Ação

Potencialização dos efeitos adversos

Conduta

Evitar o uso

Cefoxitina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito nefrotóxico aumentado

Conduta

Evitar o uso

Cisplatina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade dos Aminoglicosídeos

Conduta

Evitar o uso

Cloridrato de Vancomicina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Mecanismo de Ação

Toxicidade combinada

Conduta

Evitar o uso

Cloxacilina Benzatina

Conduta

Incompatível

Colestiramina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da cefalexina

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção

Conduta

Administrar a cefalexina 1 hora antes ou 4 a 6 horas depois da colestiraminaObservações:

Colistina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Digoxina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Digoxina

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Ajustar dose

Furosemida

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Ototoxicidade grave

Mecanismo de Ação

Toxicidade auditiva sinérgica entre as drogas envolvidas

Conduta

Incompatível

Lactulona

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Lactulona

Mecanismo de Ação

A eliminação de certas bactérias do cólon pela Neomicina pode interferir na degradação da Lactulona e impedir a acidificação adequada do cólon

Conduta

Evitar o uso

Metformina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento dos efeitos hipoglicemiantes

Mecanismo de Ação

Meformina tem secreção tubular diminuida, aumentando assim sua concentração plasmática

Conduta

Monitorar glicemia, ajustar dose

Penicilinas

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Aminoglicosídeos

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Administrar em local diferente e com intervalo

Varfarina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Varfarina

Conduta

Evitar o uso

Vitamina A

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Vitamina A

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção gastrintestinal da Vitamina A

Conduta

Ajustar dose

Vitamina B12

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Vitamina B12

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção gastrintestinal da Vitamina B12

Conduta

Ajustar dose

Vitamina E

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Vitamina E

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção gastrintestinal da Vitamina E

Conduta

Ajustar dose

Ácido Ursodesoxicólico

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico do ácido ursodesoxicólico diminuido

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

Este produto ainda não tem informações de Farmacologia.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.