Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cefalexina (monohidratada)

Classificaçāo

Antibiótico (grupo Cefalosporinas)

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos

COMPOSIÇÃO

Cada 100 mL contém:

Cefalexina (monohidratada) 15,0 g

Veículo q.s.p .100 mL

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco e fresco, à temperatura máxima de 30°C, ao abrigo de luz solar direta, fora de alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamento de infecções causadas por microrganismos sensíveis a cefalexina em bovinos.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não administrar o produto a animais com hipersensibilidade conhecida às cefalosporinas. Utilizar com precaução em animais alérgicos às penicilinas.

EFEITOS ADVERSOS

Podem ocorrer reações locais e dor no local da aplicação. Não são observados efeitos adversos quando o medicamento é administrado segundo as doses recomendadas.

De acordo com a dose administrada, a cefalexina pode produzir lesões de diferentes intensidades nos túbulos renais proximais.

SUPERDOSAGEM

Superdoses podem ocasionar náuseas, vômitos, desajustes epigástricos, diarreia e hematúria.

O uso prolongado de cefalexina pode originar uma superpopulação de microorganismos resistentes.

Administração e doses

Via(s)

IM

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

12 - 24 / 12 - 24 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

1 a 3 dias

Doses

Recomendado

Bovinos

1 mL / 15 - 20 kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Modo de usar:

Agitar bem antes de usar.

Administrar a dose recomendada por via intramuscular, respeitando-se condições habituais de assepsia.

Seguir sempre a recomendação de Médico Veterinário.

Interações medicamentosas

Colestiramina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da cefalexina

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção

Conduta

Administrar a cefalexina 1 hora antes ou 4 a 6 horas depois da colestiramina

Colistina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o usoObservações:

Metformina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento dos efeitos hipoglicemiantes

Mecanismo de Ação

Meformina tem secreção tubular diminuida, aumentando assim sua concentração plasmática

Conduta

Monitorar glicemia, ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A cefalexina é um antibiótico da família das cefalosporinas, que apresenta ação bactericida pela inibição da síntese da parede bacteriana, atuando principalmente sobre microorganismos Gram-positivos, sendo resistentes às ß-lactamases por eles produzidas.

FARMACOCINÉTICA

Após a administração intramuscular, a cefalexina é bem distribuída pelos fluidos corpóreos e tecidos, alcançando o pico de concentração plasmática após 30 minutos, e apresentando valores de aproximadamente 10 mg/mL, 5 minutos após a aplicação.

Pequenas porcentagens de cefalexina se ligam às proteínas plasmáticas. Maiores quantidades do fármaco são excretadas na urina, sendo 77% após administração intramuscular; uma quantidade mínima é excretada via bile.

Antibiótico de eleição para o tratamento parenteral dos problemas respiratórios, geniturinários, cutâneos, ósseos, articulares e de ouvido médio, e tratamento das mastites.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Reações falso-positivas de glicosúria podem ocorrer durante a administração do medicamento.

EFEITOS ADVERSOS

Podem ocorrer reações locais e dor no local da aplicação. Não são observados efeitos adversos quando o medicamento é administrado segundo as doses recomendadas.

De acordo com a dose administrada, a cefalexina pode produzir lesões de diferentes intensidades nos túbulos renais proximais.

SUPERDOSAGEM

Superdoses podem ocasionar náuseas, vômitos, desajustes epigástricos, diarreia e hematúria.

O uso prolongado de cefalexina pode originar uma superpopulação de microorganismos resistentes.

MONITORAMENTO

Em caso de insuficiência renal, a administração da droga deve ser realizada com acompanhamento clínico.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.