Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cipionato de Estradiol

Classificaçāo

Hormônio

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos

COMPOSIÇÃO

Cada 100 mL contém:

Cipionato de Estradiol 100 mg

Veículo q.s.p. 100 mL

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco e fresco, em temperatura entre 15°C e 30°C, ao abrigo da luz solar intensa e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Após aberto (primeiro uso), o produto deve ser utilizado em até 6 meses.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Indicado para induzir e sincronizar a ovulação de fêmeas bovinas em protocolo reprodutivos, pois promove a liberação e pico do hormônio luteinizante (LH).

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

É contra indicado para animais com hipersensibilidade ao cipionato de estradiol e durante a gestação.

EFEITOS ADVERSOS

Não são esperadas reações adversas quando o produto é utilizado dentro das recomendações.

Apesar das reações adversas citadas pela literatura, nos estudos de segurança conduzidos com o SINCROCP não houve a presença de qualquer evento adverso.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

A terapia estrogênica deve se limitar a fêmeas reprodutoras e não prenhes.

O estradiol é contraindicado durante a gestação, pois pode causar malformações fetais do sistema geniturinário e induzir a depressão da medula óssea fetal.

Em casos de corpo lúteo prolongado em vacas, um exame minucioso do útero deve ser realizado para determinar se há endometrite ou gestação.

SUPERDOSAGEM

O tratamento prolongado com altos níveis de estrogênio acarreta distúrbios uterinos que causam hiperdesenvolvimento do epitélio glandular e das glândulas, bem como, por fim, piometra devido à secreção glandular excessiva.

Doses altas e repetidas podem causar vários efeitos indesejáveis, podendo ocasionar estiramento pós-parto com prolapso da vagina ou mesmo do útero e em vacas prenhes, pode ocorrer aborto.

A administração excessiva ou prolongada acarreta supressão e hipoplasia ovarianas, seguidas pelo desenvolvimento de cistos ovarianos.

A presença de estro prolongado, irritação genital, diminuição do fluxo de leite, desenvolvimento precoce e cistos foliculares também são descritos como efeitos secundários a superdosagem na terapia com estrógenos. O 17ß-estradiol tem ações teratogênicas sobre o trato genital e eventualmente, sobre outros órgãos.

Discrasias sanguneas são mais prevalentes em animais mais velhos e quando doses elevadas são usadas.

Nestes casos, inicialmente se observa trombocitose e / ou leucocitose, com posterior trombocitopenia / leucopenia.

]Alterações no esfregaço sanguíneo periférico podem ser visíveis dentro de duas semanas após a administração de estrogênio.

Administração e doses

Via(s)

IM

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

A critério do Médico Veterinário

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

A critério do Médico Veterinário

Doses

Recomendado

Bovinos

1 - 10 mL / animal

OBSERVAÇÕES

A terapia estrogênica deve se limitar a fêmeas reprodutoras e não prenhes.

Interações medicamentosas

Observações da interação

Os antifúngicos azóis (fluconazol, itraconazol, cetoconazol) podem aumentar os níveis de estrogênio. Pode ocorrer aumento dos efeitos dos glicocorticóides quando estrogênios são utilizados concomitantemente com corticosteróides. Neste caso, ajustes da dose dos corticosteróides podem ser necessários. O fenobarbital e a rifampicina podem diminuir a ação estrogênica quando administrado juntamente com o cipionato de estradiol. A atividade anticoagulante da warfarina pode ser diminuída se estrogênios são administrados concomitantemente, podendo ser necessário o aumento da dosagem do anticoagulante.

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

EFEITOS ADVERSOS

Não são esperadas reações adversas quando o produto é utilizado dentro das recomendações.

Apesar das reações adversas citadas pela literatura, nos estudos de segurança conduzidos com o SINCROCP não houve a presença de qualquer evento adverso.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

A terapia estrogênica deve se limitar a fêmeas reprodutoras e não prenhes.

O estradiol é contraindicado durante a gestação, pois pode causar malformações fetais do sistema geniturinário e induzir a depressão da medula óssea fetal.

Em casos de corpo lúteo prolongado em vacas, um exame minucioso do útero deve ser realizado para determinar se há endometrite ou gestação.

SUPERDOSAGEM

O tratamento prolongado com altos níveis de estrogênio acarreta distúrbios uterinos que causam hiperdesenvolvimento do epitélio glandular e das glândulas, bem como, por fim, piometra devido à secreção glandular excessiva.

Doses altas e repetidas podem causar vários efeitos indesejáveis, podendo ocasionar estiramento pós-parto com prolapso da vagina ou mesmo do útero e em vacas prenhes, pode ocorrer aborto.

A administração excessiva ou prolongada acarreta supressão e hipoplasia ovarianas, seguidas pelo desenvolvimento de cistos ovarianos.

A presença de estro prolongado, irritação genital, diminuição do fluxo de leite, desenvolvimento precoce e cistos foliculares também são descritos como efeitos secundários a superdosagem na terapia com estrógenos. O 17ß-estradiol tem ações teratogênicas sobre o trato genital e eventualmente, sobre outros órgãos.

Discrasias sanguneas são mais prevalentes em animais mais velhos e quando doses elevadas são usadas.

Nestes casos, inicialmente se observa trombocitose e / ou leucocitose, com posterior trombocitopenia / leucopenia.

]Alterações no esfregaço sanguíneo periférico podem ser visíveis dentro de duas semanas após a administração de estrogênio.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Distribuidores Ourofino

Ourofino

E-MAIL

relacionamento@ourofino.com

CONTATO(S)

SAC

REGIÕES ATENDIDAS

Todo o Brasil

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.