Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Xilazina

Classificaçāo

Sedativo

Receita

Controle Especial - Veterinário

Espécies

Bovinos e Equinos

COMPOSIÇÃO

Cloridrato de xilazina 2 g

Excipiente q.s.p. 100 mL

ARMAZENAMENTO

O armazenamento de Rompun em ambientes quentes pode, ocasionalmente, provocar pequenas precipitações nas paredes do frasco, que não interferem na eficiência do produto. Conservar em lugar fresco (entre 15°C e 30°C), ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos. Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do Médico Veterinário. O prazo de validade é de 3 (três) anos

Registro no mapa

Licenciado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sob n.º 162, em 22/07/1970.

Responsável técnico

Léa B. H. Lucas - CRMV-SP 8290

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Equinos: Rompun age apenas como sedativo e analgésico, permanecendo geralmente o animal em pé após sua aplicação. Promove forte sedação e marcado relaxamento muscular. A analgesia permite intervenções cirúrgicas rápidas. Para intervenções muito dolorosas é recomendável associar a Rompun uma anestesia local ou geral.

Bovinos: Como os graus do efeito, e assim as possibilidades de aplicação do preparado dependem da dose, podem agrupar-se as indicações da seguinte maneira:

- Dose I (0,25 mL/100 kg): Nítida sedação. A analgesia basta para pequenas intervenções como, por exemplo, para efetivação de uma anestesia geral, sem movimentos de defesa que possam perturbar o processo.

- Dose II (0,5 mL/100 kg): Forte sedação. Analgesia média para pequenas intervenções cirúrgicas, especialmente nos tetos. Quando o animal se deita, dificultando o trabalho do veterinário, pode ser mais facilmente levantado por meio de choque elétrico a pilha.

- Dose III (1 mL/100 kg): Sedação muito intensa, analgesia ou anestesia e relaxamento muscular para intervenções cirúrgicas mais importantes; ocasionalmente pode ser apropriada uma anestesia complementar de infiltração ou geral. Geralmente o animal não se conserva de pé.

- Dose IV (1,5 mL/100 kg): Sedação muito intensa, anestesia e relaxamento muscular duradouro e intenso para intervenções. O animal não se conserva de pé.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Bovinos: não se deve administrar ROMPUN durante o último mês de prenhez, por poder provocar um parto prematuro.

Equinos: doses superiores a 10 mL/100 kg, podem provocar às vezes queda do animal e contrações tônico-clônicas passageiras, sendo, portanto, contraindicadas. Não se deve associar ROMPUN com outros tranquilizantes.

Rompun deve ser usado com cautela em animais com severa depressão respiratória, graves lesões cardíacas, hepáticas ou renais, choques endotóxicos e traumáticos e sob severas condições de estresse (calor ou frio excessivo, fadiga, etc.).

EFEITOS ADVERSOS

- Em casos de excessiva depressão respiratória, após o uso de Rompun, recomenda-se a aplicação de analépticos respiratórios. Nesses casos, os melhores resultados foram obtidos com cloridrato de doxapram (Dopram Injetável) na dose de 5mg/kg de peso vivo, por via endovenosa. Os resultados não são muito evidentes em equinos.

- A ocorrência de eventuais bradicardias ou bloqueios atrioventriculares parciais, embora careça de importância clínica, pode ser evitada com doses padrão de atropina, antes ou logo após o uso de Rompun.

Administração e doses

Via(s)

IM

IV

Doses

Recomendado

Bovinos

0,25 - 1,5 mL / 100 kg

calcular

Equinos

5 - 8 mL / 100 kg

calcular

Modo de usar

Bovinos: Em algumas indicações, a dose necessária está sujeita a oscilações individuais. Caso seja necessário, é possível intensificar ou prolongar o efeito do ROMPUN, por meio de uma segunda injeção, aproximadamente 10 a 15 ou 30 minutos depois da primeira administração.

No caso de operações muito dolorosas e profundas (por exemplo, amputação de cascos, laparotomia), será vantajoso associar o ROMPUN a uma anestesia local ou geral. Com a administração de ROMPUN, a aplicação destes tipos de anestesias torna-se mais fácil.

Pode-se aumentar a dose para 1,5 mL/100 kg, em casos excepcionais, em operações muito dolorosas ou morosas e, ainda, para se obter um relaxamento muscular mais duradouro e particularmente intenso. Essa dose pode ser usada também para aplicação em animais de criação extensiva, não acostumados ao homem.

Equinos: Em casos de excessiva depressão respiratória, após o uso de ROMPUN, recomenda-se a aplicação de analépticos respiratórios. Nesses casos, os melhores resultados foram obtidos com cloridrato de doxapram (Dopram Injetável) na dose de 5mg/kg de peso vivo, por via endovenosa.

Interações medicamentosas

Observações da interação

O uso de Rompun em associação com barbitúricos deve ser feito com cautela para evitar grande somatória de efeitos depressores sobre o sistema nervoso central. Não se deve associar Rompun com outros tranquilizantes.

Adrenalina

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Arritmia ventricular

Conduta

Evitar o uso

Barbitúricos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeitos depressores

Conduta

Ajustar dose

Cetamina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Inibição da depressão profunda do sistema cardiovascular provocado pela Xilazina, além de reduzir a catatonia que a Cetamina produz

Conduta

Ajustar dose

Halotano

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Arritmia ventricular

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

COMPATIBILIDADE

- Com anestésicos locais:

Rompun pode ser associado com anestésicos locais, permitindo intervenções cirúrgicas mais profundas bem como qualquer cirurgia em animais idosos ou impossibilitados de receber barbitúricos.

- Com compostos barbitúricos (anestesia geral):

Rompun pode ser usado como pré-anestésico, na dosagem de 0,5 mL a 1 mL por via intramuscular, associado a barbitúricos com vantagem de reduzir de 50% a 70% as doses desses produtos.

- Com cloridrato de cetamina:

Na dosagem de 0,1 mL/kg de Rompun e de 6 a 10 mg de cloridrato de cetamina/kg de peso vivo.

FARMACODINÂMICA

ROMPUN produz nos animais um estado de adormecimento com um elevado grau de analgesia, cuja profundidade depende da dose empregada e que, após a administração de doses elevadas, não pode ser, em geral, interrompida por estímulos exteriores. O efeito relaxante muscular central provoca um relaxamento muscular generalizado, que completa o estado de analgesia e de adormecimento. Após a administração de ROMPUN não se observam fases de excitação com o aumento ou a diminuição da concentração da substância ativa. ROMPUN não altera o quadro hemático nem a velocidade de coagulação do sangue e pode provocar nos animais alterações passageiras na condutibilidade do músculo cardíaco, evidenciadas por bloqueio atrioventricular parcial.

FARMACOCINÉTICA

Devido as suas propriedades, ROMPUN pode ser aplicado, nos animais, para acalmar pacientes rebeldes e em intervenções cirúrgicas. Conforme as doses administradas, é possível obter: sedação com ligeiro relaxamento muscular e analgesia moderada, tônus muscular nitidamente diminuído, conservando-se no entanto, o animal de pé; sedação e analgesia intensas e relaxamento muscular muito acentuado; o animal nem sempre pode manter-se de pé; forte sedação, analgesia e relaxamento muscular quase completo, não se conservando, regra geral, o animal de pé. O efeito surge com plena intensidade aproximadamente 5 a 15 minutos após a injeção. Pode reconhecer-se pelos seguintes sintomas, abaixamento da cabeça e das pálpebras superiores, salivação; com doses mais elevadas, o animal deita-se e surge um estado semelhante ao adormecimento. A intensidade e duração da sedação dependem da dose e mantém-se nitidamente durante várias horas após doses altas. O efeito anestésico é suficiente para intervenções dolorosas com duração de aproximadamente 30 a 40 minutos. O relaxamento muito rápido dos músculos cria boas condições para exames manuais de diversos tipos e produz um campo operatório isento de espasmos. Diminui rapidamente o tônus da musculatura do intestino grosso, mesmo com doses baixas, impede-se assim a expulsão das fezes, o que é particularmente útil nos casos de tratamento dos cascos e da vagina. Facilita-se assim grandemente o exame retal.

EFEITOS ADVERSOS

- Em casos de excessiva depressão respiratória, após o uso de Rompun, recomenda-se a aplicação de analépticos respiratórios. Nesses casos, os melhores resultados foram obtidos com cloridrato de doxapram (Dopram Injetável) na dose de 5mg/kg de peso vivo, por via endovenosa. Os resultados não são muito evidentes em equinos.

- A ocorrência de eventuais bradicardias ou bloqueios atrioventriculares parciais, embora careça de importância clínica, pode ser evitada com doses padrão de atropina, antes ou logo após o uso de Rompun.

MONITORAMENTO

Estímulos sonoros altos podem provocar reações nos animais medicados com ROMPUN, portanto se recomenda uma boa contenção dos animais, o que evitará eventuais reações de defesa.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Distribuidores Bayer

Bayer

E-MAIL

saudeanimal_temp@bayer.com

CONTATO(S)

Saul

REGIÕES ATENDIDAS

Todo o Brasil

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.