Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Moxidectina

Classificaçāo

Antiparasitário

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Cuiado ao dosificar animais menores que 100 kg, sobredoses devem ser evitadas.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Indicado para o controle de endo e ectoparasitas.

EFEITOS ADVERSOS

Nas doses recomendadas é não apresenta efeitos adversos em bovinos (AGUILAR-TIPACAMÚ, 2002).

Bezerros podem apresentar ataxia, depressão e inquietação.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não causa efeitos negativos em bovinos em fase de reprodução ou vacas gestantes.

SUPERDOSAGEM

Apresenta índice de segurança de 10 vezes a dose terapêutica.

Administração e doses

Via(s)

SC

Tópica

Doses

Recomendado

Bovinos

0,2 - 1 mg / kg

calcular

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A moxidectina atua de modo semelhante ao da ivermectina. São absorvidas pelo parasito tanto por via oral (parasitos hematófagos) quanto cuticular (nematódeos) e atuam potencializando os canais de cloro.

Elas se ligam ao glutamato nos canais iônicos, proporcionando a hiperpolarização que resulta na paralisia flácida e morte do parasito.

Agem também sobre a neurotransmissão mediado pelo GABA.

FARMACOCINÉTICA

A moxidectina apresenta solubilidade em lipídios 100 vezes maior que a ivermectina.

É biotransformada no fígado e tem seu pico de concentração plasmática por volta de 24 horas.

Seus resíduos são encontrados principalmente na gordura da carne e do leite de forma inalterada. A eliminação ocorre através das fezes.

Quando aplicada na concentração de 200 mg/kg por via subcutânea ainda apresenta disponibilidade maior no organismo de bovinos do que em doses de 500 mg/kg em aplicações pour on (ALMEIDA e AYRES, 2011).

EFEITOS ADVERSOS

Nas doses recomendadas é não apresenta efeitos adversos em bovinos (AGUILAR-TIPACAMÚ, 2002).

Bezerros podem apresentar ataxia, depressão e inquietação.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não causa efeitos negativos em bovinos em fase de reprodução ou vacas gestantes.

SUPERDOSAGEM

Apresenta índice de segurança de 10 vezes a dose terapêutica.

MONITORAMENTO

Monitorar quanto ao surgimento de resistência parasitária.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

AGUILAR-TIPACAMÚ, Gabriela; RODRÍGUEZ-VIVAS, Roger I. Uso de la moxidectina para el tratamiento de los parásitos internos y externos de los animales. Revista Biomédica, v. 13, n. 1, p. 43-51, 2002.