Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cetoprofeno

Classificaçāo

Anti-inflamatório Não Esteroidal (AINE)

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

Apresentações e concentrações

Opções veterinárias

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Anti-inflamatório não esteroidal.

Analgésico potente, podendo ser utilizado no tratamento de cólica.

Indicado também para tratamento de doenças articulares dolorosas.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Contraindicado em caso de insuficiência renal.

Contraindicado em hemorragias graves.

EFEITOS ADVERSOS

Os AINES causam diversos efeitos adversos nos animais, sendo mais comumente observados os efeitos relativos ao sistema gastrintestinal, como vômito, inapetência, gastrite, ulcerações e hemorragias.

Em animais que apresentam comprometimento prévio, ou em tratamentos prolongados podem agravar quadros de doenças renais e hepáticas.

O cetoprofeno é bem tolerado em equinos saudáveis.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não existem estudos que conprovem segurança para uso durante a gestação.

Administração e doses

Via(s)

IM

IV

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 / 24 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

3 a 5 dias.

Cólica: dose única.

Doses

Recomendado

Bovinos

3 mg / kg

calcular

Equinos

2,2 mg / kg

calcular

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

O mecanismo de ação dos AINEs (Anti-inflamatórios não esteroides) ainda não são completamente conhecidos, porém sabe-se uma das principais funções é a de inibir a síntese das prostaglandinas, importante processo da inflamação.

A inibição da síntese de prostaglandinas ocorre principalmente pela inibição específica das ciclixigenases (COX-1 e COX-2), e conseqüente redução da conversão do ácido araquidônico em prostaglandinas.

O cetoprofeno atua inibindo tanto a ciclo-oxigenase, quanto a lipo-oxigenase, conseguindo um bom bloqueio das respostas inflamatórias vasculares e celulares.

FARMACOCINÉTICA

Tem ação rápida no organismo de equinos.

EFEITOS ADVERSOS

Os AINES causam diversos efeitos adversos nos animais, sendo mais comumente observados os efeitos relativos ao sistema gastrintestinal, como vômito, inapetência, gastrite, ulcerações e hemorragias.

Em animais que apresentam comprometimento prévio, ou em tratamentos prolongados podem agravar quadros de doenças renais e hepáticas.

O cetoprofeno é bem tolerado em equinos saudáveis.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não existem estudos que conprovem segurança para uso durante a gestação.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

DA ROCHA FIEDLER, Emanoelle Rodrigues et al. Avaliação do cetoprofeno oral no tratamento de cavalos com claudicação-dados preliminares. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 5, n. 2, 2013.