Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Flunixina Meglumina

Classificaçāo

Anti-inflamatório Não Esteroidal (AINE)

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Nunca medicar animais com anti-inflamamatórios sem o conhecimento de um médico veterinário.

Administrar a dose precisamente de acordo com o peso do animal.

Apresentações e concentrações

Opções veterinárias

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Anti-inflamatório não esteroidal.

Indicado em casos de cólica e distúrbios musculoesqueléticos em equinos.

EFEITOS ADVERSOS

Efeitos adversos gastrintestinais são: gastrite, úlceras gástricas e gastroenterites hemorrágicas.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Usar com cautela em gestantes e lactantes.

SUPERDOSAGEM

A utilização por tempo prolongado ou superdosagem pode ocasionar efeitos gastrintestinais graves.

Administração e doses

Via(s)

IM

IV

Oral

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 / 24 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

Equinos: Máximo 5 dias

Doses

Recomendado

Bovinos e Equinos

1,1 mg / kg

calcular

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

O mecanismo de ação dos AINEs (Anti-inflamatórios não esteroides) ainda não são completamente conhecidos, porém sabe-se uma das principais funções é a de inibir a síntese das prostaglandinas, importante processo da inflamação.

A inibição da síntese de prostaglandinas ocorre principalmente pela inibição específica das ciclixigenases (COX-1 e COX-2), e conseqüente redução da conversão do ácido araquidônico em prostaglandinas.

A flunixina meglumina é inibidor de Cox de modo não seletivo.

FARMACOCINÉTICA

Tem ação anti-inflamatória 4 vezes maior do que a fenilbutazona.

Apresenta meia-vida de 3 horas nos equinos e de 4 a 8 horas em bovinos.

EFEITOS ADVERSOS

Efeitos adversos gastrintestinais são: gastrite, úlceras gástricas e gastroenterites hemorrágicas.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Usar com cautela em gestantes e lactantes.

SUPERDOSAGEM

A utilização por tempo prolongado ou superdosagem pode ocasionar efeitos gastrintestinais graves.

MONITORAMENTO

O tratamento com flunixina pode mascarar sinais clínicos em caso de endotoxemia.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

FERREIRA, Cíntia et al. Cólicas por compactação em equinos: etiopatogenia, diagnóstico e tratamento. Acta Veterinaria Brasilica, v. 3, n. 3, p. 117-126, 2009.

TASAKA A. C. Anti-inflamatórios Não Esteroidais. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.