Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Ceftiofur sódico

Classificaçāo

Antibiótico (grupo Cefalosporinas)

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

COMPOSIÇÃO

Cada frasco de 1 g com diluente de 20 mL contém:

Ceftiofur sódico 1 g

Veículo q.s.p 20 mL

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Antibiótico injetável de amplo espectro, indicado no tratamento de pneumonias, bronquites, broncopneumonias, enterites, desinterias, diarreias, infecções geniturinárias e podridão dos cascos.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não administrar a um animal previamente considerado hipersensível ao ceftiofur e outros antibióticos beta-lactâmicos.

Não administrar por via intravenosa.

Não administrar caso tenha ocorrido resistência conhecida às cefalosporinas ou a outros antibióticos betalactâmicos.

EFEITOS ADVERSOS

Em casos muito raros, foram reportadas reações de hipersensibilidade (por exemplo, reações cutâneas, anafilaxia).

Em caso de ocorrência de reação de hipersensibilidade, o tratamento deve ser descontinuado.

Em bovinos, ligeiras reações inflamatórias no local da injeção, tais como, edema do tecido,

espessamento do tecido conjuntivo e descoloração do tecido subcutâneo e/ou da superfície fascial do músculo podem ser observadas, em casos raros.

A resolução clínica é alcançada na maioria dos animais aos 10 dias após a injeção, embora possa persistir uma ligeira descoloração dos tecidos por 28 dias ou mais.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Os estudos efetuados em animais de laboratório não revelaram quaisquer efeitos teratogénicos, fetotóxicos ou maternotóxicos.

A segurança do medicamento veterinário não foi determinada em vacas durante a gestação e a lactação.

Administrar apenas em conformidade com a avaliação benefício/risco realizada pelo médico veterinário responsável.

SUPERDOSAGEM

Em bovinos, não foram observados sinais de toxicidade sistémica após sobredosagem substancial por administração parenteral.

Administração e doses

Via(s)

IM

Doses

Recomendado

Bovinos e Equinos

1 mL / 50 kg

calcular

Interações medicamentosas

Colistina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

COMPATIBILIDADE

Na ausência de estudos de compatibilidade, este medicamento veterinário não deve ser misturado com outros.

FARMACODINÂMICA

Ceftiofur é uma cefalosporina de terceira geração, que é ativa face a muitas bactérias Gram-positivas e Gram-negativas, incluindo estirpes produtoras de ß-lactamases.

Ceftiofur inibe a síntese da parede celular bacteriana, exercendo assim suas propriedades bactericidas.

Os beta-lactâmicos atuam interferindo com a síntese da parede celular bacteriana.

A síntese da parede celular é dependente de enzimas denominadas proteínas de ligação à penicilina (PBP’s).

As bactérias desenvolvem resistência às cefalosporinas por quatro mecanismos básicos:

1) alteração ou aquisição de proteínas de ligação à penicilina insensíveis ao ß-lactâmico anteriormente eficaz;

2) alteração da permeabilidade da célula aos ß-lactâmicos;

3) através da produção de ß-lactamases que clivam o anel ß-lactâmico da molécula, ou 4) por efluxo ativo.

Algumas beta-lactamases, documentadas em organismos entéricos Gram-negativos, podem conferir CMIs elevadas em vários graus para cefalosporinas de terceira e quarta geração, bem como para penicilinas, ampicilinas, combinações com inibidores das ß-lactamases e cefalosporinas de primeira e segunda geração.

FARMACOCINÉTICA

Após a administração, o ceftiofur é rapidamente metabolizado para desfuroilceftiofur, o principal metabolito ativo.

Desfuroilceftiofur apresenta uma atividade antimicrobiana equivalente a ceftiofur contra as bactérias envolvidas em doenças respiratórias nos animais.

O metabolito ativo liga-se reversivelmente às proteínas plasmáticas.

Devido ao transporte com estas proteínas, o metabolito concentra-se no local da infeção, é ativo e permanece ativo na presença de tecido necrótico e detritos.

A eliminação ocorre principalmente através da urina (mais de 70%). As médias de recuperação nas fezes representaram cerca de 12%-15% do medicamento.

Ceftiofur está totalmente biodisponível após a administração intramuscular.

Após a administração de uma única dose de 1 mg/kg por via subcutânea em bovinos, os níveis plasmáticos máximos de 2,82 µg/mL são atingidos dentro de 4 horas após a administração.

Em outros estudos, em vacas saudáveis, foi alcançada uma Cmax de 2,25 µg/mL no endométrio, 5 horas após uma única administração.

EFEITOS ADVERSOS

Em casos muito raros, foram reportadas reações de hipersensibilidade (por exemplo, reações cutâneas, anafilaxia).

Em caso de ocorrência de reação de hipersensibilidade, o tratamento deve ser descontinuado.

Em bovinos, ligeiras reações inflamatórias no local da injeção, tais como, edema do tecido,

espessamento do tecido conjuntivo e descoloração do tecido subcutâneo e/ou da superfície fascial do músculo podem ser observadas, em casos raros.

A resolução clínica é alcançada na maioria dos animais aos 10 dias após a injeção, embora possa persistir uma ligeira descoloração dos tecidos por 28 dias ou mais.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Os estudos efetuados em animais de laboratório não revelaram quaisquer efeitos teratogénicos, fetotóxicos ou maternotóxicos.

A segurança do medicamento veterinário não foi determinada em vacas durante a gestação e a lactação.

Administrar apenas em conformidade com a avaliação benefício/risco realizada pelo médico veterinário responsável.

SUPERDOSAGEM

Em bovinos, não foram observados sinais de toxicidade sistémica após sobredosagem substancial por administração parenteral.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Distribuidores Ceva

Ceva

E-MAIL

sac@ceva.com

TELEFONE

0800-770-0355

REGIÕES ATENDIDAS

Todo o Brasil

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.