Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Dexametasona

Classificaçāo

Anti-inflamatório Esteroidal

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

COMPOSIÇÃO

Cada 100 mL contém:

Fosfato sódico de dexametasona 200,00 mg

Veículo q.s.p 100,00 mL

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamento dos processos inflamatórios em geral, inflamações articulares, mastites, pneumonias graves, afecções reumáticas, alérgicas, dermatológicas e outros distúrbios onde for indicado o uso de corticoides, como a cetose bovina e a picada de cobra. Também pode ser utilizado para a indução do parto.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não aplicar em animais portadores de diabetes mellitus, insuficiencia renal, osteoporose e verminoses graves.

EFEITOS ADVERSOS

Levar em conta que altas doses de dexametasona podem causar depressão da função adrenocorticóide provocando atrofia da adrenal.

A interrupção de um tratamento prolongado deve ser gradativa.

Doses acima de 2,5 mL por animal (5 mg de fosfato sódico de dexametasona) podem provocar sonolência ou letargia nos eqüinos.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não administrar em ruminantes no ultimo trimestre da gestação, pois pode antecipar o parto.

SUPERDOSAGEM

Doses excessivas podem causar convulsões.

Administração e doses

Via(s)

IM

IV

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

Dose única (repetir dose se necessário)

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

A critério do Médico Veterinário

Cortiflan 0,2%

Recomendado

Bovinos

2,5 - 10 mL / animal

Equinos

1,25 - 2,5 mL / animal

OBSERVAÇÕES

A interrupção do tratamento deve ser gradativa.

Nos quadros infecciosos, uma terapia antibacteriana (quimioterápica ou antibiótica) deve ser iniciada junto com a administração do produto.

Interações medicamentosas

Anfotericina B

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipocalemia

Conduta

Evitar o uso

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Anticoagulantes

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Antifúngicos Azóis

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Dexametasona, levando a toxicidade

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo da Dexametasona e diminuição da sua eliminação

Conduta

Ajustar dose

Barbitúricos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Dexametasona

Conduta

Evitar o uso

Carprofeno

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Úlceras gastrintestinais e toxicidade renal

Conduta

Evitar o uso

Ciprofloxacina

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumenta o risco de ruptura de tendão

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Decanoato de Nandrolona

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da formação de edema

Conduta

Evitar o uso

Fenitoína

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo da Dexametasona, aumentando sua eliminação hepática

Conduta

Ajustar dose

Hidróxido de Alumínio

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Corticosteróides

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Praziquantel

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do Praziquantel

Conduta

Ajustar dose

Rifampicina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Dexametasona

Conduta

Evitar o uso

Salicilatos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos salicitados

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático dos Salicilatos, aumentando sua eliminação renal

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

EFEITOS ADVERSOS

Levar em conta que altas doses de dexametasona podem causar depressão da função adrenocorticóide provocando atrofia da adrenal.

A interrupção de um tratamento prolongado deve ser gradativa.

Doses acima de 2,5 mL por animal (5 mg de fosfato sódico de dexametasona) podem provocar sonolência ou letargia nos eqüinos.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não administrar em ruminantes no ultimo trimestre da gestação, pois pode antecipar o parto.

SUPERDOSAGEM

Doses excessivas podem causar convulsões.

MONITORAMENTO

Os animais sob tratamento devem ser monitorados, apesar do produto em doses baixas não provocar a retenção de sódio e de água nem a perda de potássio.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Distribuidores Ourofino

Ourofino

E-MAIL

relacionamento@ourofino.com

CONTATO(S)

SAC

REGIÕES ATENDIDAS

Todo o Brasil

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.