Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Triclorfon
  • Mebendazol

Classificaçāo

Endoparasiticida

Receita

Receita Simples

Espécies

Equinos

COMPOSIÇÃO

Cada 100 g contém:

Mebendazole 14,67 g

O, O-Dimetil (2,2,2 - tricloro- 1- hidroxieti) Fosfonato (Triclorfon) 50 g

Veículo q.s.p. 100 g

ARMAZENAMENTO

O produto deve ser mantido na embalagem original até a completa utilização, ao abrigo da luz solar, umidade e calor, fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Controle e tratamento das infestações parasitárias gastrointestinais dos eqüídeos (eqüinos, muares e asininos). Atua eficazmente sobre Strongylus spp (grandes e pequenos), Parascaris equorum, Tridontophorus spp, Oesophagodontus spp, Trichosstrongylus spp, Oxyuris equi, Trichonema spp e Strongyloides westeri. Controla ainda larvas de 1º, 2° e 3° estágios de Gasterophilus intestinalis e Gasterophilus nasais e formas adultas e larvárias de Habronema spp.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

O produto não deve ser administrado simultaneamente com outros produtos inibidores da colinesterase e anestésicos.

Cloridrato de Succinilcolina ou derivados da Fenatiazina não devem ser aplicados durante os 10 dias anteriores ou posteriores ao tratamento com Triclorsil Pasta.

Não administrar o produto em animais com problemas hepáticos, infecções graves ou com diarreia, onde apresentam alterações em seu estado geral, cansados, após treinos, corridas, trabalho, etc., ou animais com menos de 4 meses de idade e fêmea no último mês de gestação.

Não administrar em animais que se destinam ao abate para consumo humano.

Não utilizar os animais para o trabalho ou qualquer esforço físico até 8 horas após a aplicação.

Não repetir o tratamento a intervalos menores que 21 dias.

EFEITOS ADVERSOS

O Triclorfon, assim como outros organofosforados, pode produzir efeitos colaterais passageiros, como salivação abundante, tremores, diarréia e inquietação.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não tratar fêmeas no último mês de gestação.

SUPERDOSAGEM

Antídoto: Sulfato de Atropina e/ou reativadores da Colinesterase (2 PAM, Contrathion).

Intoxicações acidentais em equinos devem ser tratadas com Sulfato de Atropina a 1% via intramuscular, com dose de 2,5 a 3 ml, repetidas se necessário, a cada 1 – 2 horas.

Administração e doses

Via(s)

Oral

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

Dose única

Doses

Recomendado

Equinos

3 g / 50 kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Administrar por via oral na dose de 8,8 mg de Mebendazole e 30 mg de Triclorfon por kg de peso.

Aplica-se 3 g de pasta para cada 50 g de peso.

Ajusta-se o anel existente no êmbolo (pelo lado oposto ao corpo da seringa) sobre a marca correspondente ao peso do animal que se quer medicar, introduz-se o injetor lateralmente na boca do animal no espaço interdental (entre os dentes da frente e de trás), comprime-se o êmbolo deixando a pasta aderida à língua do animal, evitando a perda do produto.

Interações medicamentosas

Acepromazina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Potencialização da toxicidade do organofosforado

Conduta

Incompatível

Carbamazepina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do Mebendazol

Conduta

Ajustar dose

Cimetidina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentao do Mebendazol

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo hepático

Conduta

Ajustar dose

Clorpirifós

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade

Conduta

Incompatível

Fenotiazínas

Conduta

Incompatível

Imidocarb

Conduta

Incompatível

Organofosforados

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade

Conduta

Incompatível

Pirantel

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeitos adversos

Conduta

Evitar o uso

Subst. Hipoglicemiantes

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipoglicemia

Conduta

Monitorar glicemia, ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

EFEITOS ADVERSOS

O Triclorfon, assim como outros organofosforados, pode produzir efeitos colaterais passageiros, como salivação abundante, tremores, diarréia e inquietação.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não tratar fêmeas no último mês de gestação.

SUPERDOSAGEM

Antídoto: Sulfato de Atropina e/ou reativadores da Colinesterase (2 PAM, Contrathion).

Intoxicações acidentais em equinos devem ser tratadas com Sulfato de Atropina a 1% via intramuscular, com dose de 2,5 a 3 ml, repetidas se necessário, a cada 1 – 2 horas.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.