Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Dexametasona

Classificaçāo

Anti-inflamatório Esteroidal

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

COMPOSIÇÃO

Cada 10 mL contém:

Dexametasona 20 mg

Veículo q.s.p. 10 mL

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Déxium* Solução Injetável é indicado para bovinos, equinos, ovinos, suínos, cães e gatos, na terapêutica de urgência, quando necessitam de uma ação corticosteróide rápida e intensa e nos processos inflamatórios e alérgicos, tais como:

Choque: endotóxico, anafilático.

Doenças respiratórias: enfisema paroxístico, crise do enfisema agudo do cavalo, broncopneumonia dispnéica, edema de laringe e edema pulmonar.

Doença alérgica aguda: urticária, fotossensibilização e dermatites inespecíficas.

Tratamentos locais como afecções do aparelho locomotor: bursite, sinovite e artrite.

Acetonemias gravídicas.

Reanimação cirúrgica: intervenção genito-urinário, intervenção nos órgãos abdominais, redução do prolapso uterino, cirurgias ósseas.

Acidentes por picada de cobra

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Todas as contraindicações e precauções que existem para corticosteróides se aplicam ao Déxium.

Não aplicar nas infecções por vírus, no estágio virêmico.

Déxium Solução Injetável pode ser usado nas infecções bacterianas agudas ou crônicas sempre que simultaneamente se use um fármaco antimicrobiano adequado.

Nos equinos quando tratados com doses superiores a 5 mg de dexametasona (2,5 ml de Déxium Solução Injetável), pode surgir sonolência ou letargia que desaparece após 24 horas.

Não utilizar em animais com infecção viral, tuberculose, nefrite crônica, síndrome de Cushing ou úlcera péptica.

Aplicar com cuidado em animais com insuficiência cardíaca, diabete e osteoporose.

EFEITOS ADVERSOS

Alterações do comportamento: convulsões, úlcera péptica, pancreatite, glaucoma, catarata, diabetes, Síndrome de Cushing, hipertensão, fragilidade capilar, perda de massa muscular, osteoporose, fraturas espontâneas, dificuldade de cicatrização e edema.

Os efeitos adversos como retenção de sódio e líquidos, perda de potássio, ganho de peso, depressão da função da córtex adrenal, principalmente quando se administra a dexametasona com altas doses ou por um período de tempo prolongado, devem ser levados em consideração.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Os corticosteróides podem provocar o aparecimento de sinais de parto ou o parto, se aplicado no último trimestre ou trinta dias antes da gestação respectivamente.

Administração e doses

Via(s)

EV

IM

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

Dose única

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

Dose única

Doses

Recomendado

Bovinos

2,5 - 10 mL / animal

Equinos

1,25 - 2,5 mL / animal

OBSERVAÇÕES

As doses podem variar de acordo com a prescrição do médico veterinário.

Como qualquer outro corticosteróide, a terapêutica deve ser estabelecida levando-se em conta a severidade da afecção, a duração do tratamento e o limite de tolerância do paciente para o esteróide.

Deve-se empregar a menor dose efetiva possível.

Outros corticosteróides poderão ser substituídos pelo Déxium Solução Injetável, respeitando-se a adequada redução e ajuste da dose.

Déxium Solução Injetável deve estar aproximadamente à temperatura corporal do animal.

Devem-se respeitar as recomendações gerais para o uso de produtos por via parenteral como as de assepsia, desinfecção e velocidade de administração na via endovenosa.

Déxium Solução Injetável pode ser usado nas infecções bacterianas agudas ou crônicas sempre que simultaneamente se use um fármaco antimicrobiano adequado.

Interações medicamentosas

Anfotericina B

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipocalemia

Conduta

Evitar o uso

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Anticoagulantes

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Antifúngicos Azóis

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Dexametasona, levando a toxicidade

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo da Dexametasona e diminuição da sua eliminação

Conduta

Ajustar dose

Barbitúricos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Dexametasona

Conduta

Evitar o uso

Carprofeno

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Úlceras gastrintestinais e toxicidade renal

Conduta

Evitar o uso

Ciprofloxacina

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumenta o risco de ruptura de tendão

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Decanoato de Nandrolona

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da formação de edema

Conduta

Evitar o uso

Fenitoína

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo da Dexametasona, aumentando sua eliminação hepática

Conduta

Ajustar dose

Hidróxido de Alumínio

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Corticosteróides

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Praziquantel

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do Praziquantel

Conduta

Ajustar dose

Rifampicina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Dexametasona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Dexametasona

Conduta

Evitar o uso

Salicilatos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos salicitados

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático dos Salicilatos, aumentando sua eliminação renal

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Déxium Solução Injetável possui na sua formulação dexametasona que é um análogo sintético a prednisolona, porém com atividade anti-inflamatória mais potente e efeitos metabólicos e hormonais melhorados.

Em relação à atividade mineralocorticóide, a dexametasona não causa retenções significativas de sódio e água.

Evidências em clínicas veterinárias, acumuladas até hoje, comprovam que a dexametasona exerce atividade anti-inflamatória superior à prednisolona e à hidrocortisona, consequentemente a dose do Déxium Solução Injetável é marcadamente inferior àquela da prednisona ou prednisolona.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Aumento do número de leucócitos, redução de linfócitos, eosinófilos e basófilos, aumento do número de neutrófilos, plaquetas e hemáceas e redução do nível de potássio e cálcio.

EFEITOS ADVERSOS

Alterações do comportamento: convulsões, úlcera péptica, pancreatite, glaucoma, catarata, diabetes, Síndrome de Cushing, hipertensão, fragilidade capilar, perda de massa muscular, osteoporose, fraturas espontâneas, dificuldade de cicatrização e edema.

Os efeitos adversos como retenção de sódio e líquidos, perda de potássio, ganho de peso, depressão da função da córtex adrenal, principalmente quando se administra a dexametasona com altas doses ou por um período de tempo prolongado, devem ser levados em consideração.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Os corticosteróides podem provocar o aparecimento de sinais de parto ou o parto, se aplicado no último trimestre ou trinta dias antes da gestação respectivamente.

MONITORAMENTO

Sempre que se precisar usar altas doses, o animal deve ficar sob observação para se identificar o aparecimento de efeitos colaterais se por acaso ocorrerem.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.