Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Estreptomicina
  • Penicilina

Classificaçāo

Antibiótico

Receita

Receita Simples

Espécies

Bovinos e Equinos

COMPOSIÇÃO

Cada Frasco-ampola contém:

Benzilpenicilina Benzatina 3.000.000 Ul

Benzilpenicilina Procaína 1.500.000 UI

Benzilpenicilina Potássica 1.500.000 UI

Estreptomicina Base (sulfato) 2.500 mg

Diluente:

Água destilada estéril 15 mL

Apresentações e concentrações

Este produto ainda não tem informações de Apresentações e concentrações

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

O Multibiótico Reforçado é indicado no tratamento das infecções primárias e secundárias causadas por germes Gram-positivo e Gram-negativo, sensíveis a associação de Penicilinas e Estreptomicina, que afetam o trato respiratório, gastrointestinal, geniturinário, a pele, articulações e tecidos moles, e como profilático em intervenções cirúrgicas em:.

Bovinos: Aparelho geniturinário: Klebsiella spp, Corynebacterium spp, Streptococcus spp, Escherichia coli, Staphylococcus spp, Proteus spp.

Aparelho respiratório: Streptococcus betahemolítico, Staphylococcus aureus, Pasteurella spp, Haemophylus pleuropneumoniae.

Aparelho Gastrointestinal: Streptococcus spp, Salmonella spp, Staphylococcus aureus, Corynebacterium spp, Mycobacterium spp, Clostridium perfringens, Pseudomonas sp.

Equinos: Aparelho geniturinário: Klebsiella spp, Corynebacterium spp, Streptococcus spp, Escherichia coli, Staphylococcus spp, Proteus spp.

Aparelho respiratório: Streptococcus betahemolítico, Staphylococcus aureus, Pasteurella spp, Haemophylus pleuropneumoniae.

Aparelho Gastrointestinal: Streptococcus spp, Salmonella spp, Staphylococcus aureus, Corynebacterium spp, Mycobacterium spp, Clostridium perfringens, Pseudomonas sp.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não tem sido descrito na literatura científica em medicina veterinária qualquer problema de hipersensibilidade na associação de penicilinas com estreptomicina.

O Multibiótico Pequeno Porte é uma suspensão aquosa, portanto não poderá ser administrado por via intravenosa.

Administração e doses

Via(s)

Intraperitoneal

IM

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

Dose única

Doses

Recomendado

Bovinos e Equinos

1 mL / 20/30 kg

calcular

OBSERVAÇÕES

A aplicação de uma única injeção é suficiente para o tratamento de infecções comuns.

As dosagens mencionadas poderão ser modificadas a critério do Médico Veterinário. Recomenda-se a continuidade do tratamento por um período não inferior a 48 horas, após o desaparecimento dos sintomas.

Em casos mais graves, poderá ser repetida a dosagem após o 5º dia da primeira aplicação.

Modo de Usar: É aconselhável utilizar para a aplicação agulhas de diâmetro não inferior a 0,8 mm com dimensão de 25 a 30 mm. A aplicação deverá ser feita em injeção intramuscular profunda, recomendando-se não aplicar no mesmo local doses superiores a 10 mL.

Preparo da suspensão:

É aconselhável a preparação da suspensão no momento da aplicação, adicionando-se o conteúdo do diluente ao frasco-ampola que contém o pó, agitando-se até completa dissolução.

Interações medicamentosas

Aminoglicosídeos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Aminoglicosídeos

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Administrar em local diferente e com intervalo

Aminosidina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentada de uma ou ambas as subst.

Conduta

Evitar o uso

Ampicilina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Inativação da ampicilina

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Incompatível

Besilato de Atracúrio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Depressão respiratória prolongada

Mecanismo de Ação

Possível sinergismo farmacológico

Conduta

Incompatível

Brometo de Rocurônio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terpêutico aumentado do brometo de rocurônio

Mecanismo de Ação

Sinergismo farmacológico

Conduta

Ajustar dose

Carboplatina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito nefrotóxico dos aminoglicosídeos

Conduta

Evitar o uso

Cefalosporinas

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Cefalotina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Cefazolina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade da cefazolina

Mecanismo de Ação

Potencialização dos efeitos adversos

Conduta

Evitar o uso

Cefoxitina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito nefrotóxico aumentado

Conduta

Evitar o uso

Cisplatina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade dos Aminoglicosídeos

Conduta

Evitar o uso

Cloridrato de Vancomicina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Mecanismo de Ação

Toxicidade combinada

Conduta

Evitar o uso

Cloxacilina Benzatina

Conduta

Incompatível

Colistina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Nefrotoxicidade

Conduta

Evitar o uso

Furosemida

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Ototoxicidade grave

Mecanismo de Ação

Toxicidade auditiva sinérgica entre as drogas envolvidas

Conduta

Incompatível

Metotrexato

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade do Metotrexato

Mecanismo de Ação

Inibição competitiva da secreção tubular renal de metotrexato

Conduta

Incompatível

Metoxiflurano

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Toxicidade renal

Mecanismo de Ação

Toxicidade renal aditiva

Conduta

Evitar o uso

Penicilina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Aminoglicosídeos

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Administrar em local diferente e com intervalo

Polimixinas

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Toxicidade renal e risco de paralisia respiratória

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Probenecida

Tipo de Interação

Sinegismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Penicilina

Mecanismo de Ação

Diminuição da excreção renal da Penicilina

Conduta

Evitar o uso

Tetraciclina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Penicilina

Mecanismo de Ação

A ação bacteriostática das tetraciclinas pode preservar uma parte dos microorganismos da atividade bactericida da penicilina

Conduta

Incompatível

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

Este produto ainda não tem informações de Farmacologia.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.