Probióticos e seus Benefícios

Empresa

Mundo Animal

Data de Publicação

28/09/2018

Produtos Relacionados

A microbiota intestinal exerce um papel importante tanto na saúde quanto na doença e a suplementação com probióticos pode assegurar o equilíbrio dessa microbiota. Probióticos são microorganismos vivos, administrados em quantidades adequadas, que conferem benefícios à saúde do hospedeiro.

Uma das principais estratégias de manejo para manter um organismo saudável é cuidar da saúde intestinal. A nutrição funcional leva em consideração a importância da integridade fisiológica e funcional do trato gastrointestinal. Existe uma relação fundamental entre o intestino e a saúde, por meio do conceito de permeabilidade intestinal.

A integridade intestinal está ligada a um equilíbrio das bactérias intestinais e á nutrição saudável de enterócitos e colonócitos, que são as células da mucosa intestinal. Uma das principais funções da mucosa intestinal é servir como barreira, impedindo as moléculas ou microorganismo antigênicos ou patogênicos de entrarem na circulação sistêmica.

A mucosa gastrointestinal é composta por células epiteliais que estão bem adaptadas, são finas e semipermeáveis, com junções firmes entre as células.

Quando a mucosa é rompida, a permeabilidade intestinal pode ocorrer e as bactérias do intestino, alimento não digerido ou toxinas podem se translocar através dessa barreira. Desta forma, grande parte das doenças autoimunes podem estar relacionadas com o desequilíbrio intestinal.

O intestino é a via de entrada mais importante para os antígenos estranhos e contém uma porção importante do tecido linfoide do corpo: cerca de 70% do sistema imunológico está localizado no intestino.

Quando a integridade da parede fica comprometida, a permeabilidade do intestino pode estar alterada e a capacidade de atuar como uma barreira contra antígenos e patógenos é desgastada.

A predominância de bactérias patogênicas pode afetar a produção de enzimas importantes e com isso diminuir a capacidade de absorção dos nutrientes, causando um déficit nutricional e alteração na permeabilidade intestinal com inflamação local, contribuindo para translocação de bactérias patogênicas e proteínas de alto peso molecular diretamente para o sangue, refletindo em doenças sistêmicas.

O intestino naturalmente deve ser composto de 80% de bactérias boas e 20% de bactérias ruins para ter uma saúde intestinal.

O termo probiótico é utilizado para designar suplemento alimentar composto por microorganismos vivos com capacidade de se instalar e proliferar no trato digestivo, com a ação de promotores de crescimento, beneficiando a saúde do hospedeiro.

Os probióticos aumentam a capacidade fermentativa de bifidobactérias e Lactobacillus, e estas diminuem competitivamente a microbiota produtora de uréase, ao mesmo tempo em que promove aumento da assimilação de ureia por bactérias.

Dessa forma, além de manter a saúde intestinal, é utilizada em pacientes com insuficiência hepática ou alteração renal, visando o controle da produção de ureia.

A Saccharomyces cerevisae apresenta a função de ajudar na manutenção da flora intestinal, estimular a motilidade intestinal (trânsito intestinal), contribuí com a consistência normal das fezes, prevenindo assim a diarréia e a constipação intestinal por alterarem a microflora colônica propiciando uma microbiota saudável, colabora para que somente sejam absorvidas pelo intestino as substâncias necessárias, eliminando assim o excesso de glicose (açúcar) e colesterol.

Dra. Jéssica Moreira
Médica Veterinária
CRMV-SP 35.614