Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Hiclato de Doxiciclina

Classificaçāo

Antibiótico (grupo Tetraciclinas)

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido de 250 mg contém:

Doxiciclina Hiclato 113 mg*

Excipiente q.s.p. 250 mg

*Equivalente a 100 mg de doxiciclina base.

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Obedecer as dosagens indicadas para o uso do produto. Somente o médico veterinário está apto a fazer alterações nas dosagens indicadas. Não administrar o produto com prazo de validade vencido.

ARMAZENAMENTO

Armazenar e manter o medicamento em local seco, fresco e ao abrigo da luz. Manter o produto longe de crianças e animais domésticos. 

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Doxiven 100 mg, comprimido (10 un)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

DOXIVEN 100 mg é um antibiótico a base de doxiciclina indicado para infecções em cães causadas por: Staphylococcus aureus, Pasteurella multocida, Pasteurella haemolytica, Bordetella bronchiseptica, Escherichia coli, Shiguella flexneri, Ehrlichia canis (fase aguda).

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Drogas da classe das tetraciclinas quelam cálcio e são depositadas nos ossos e nos dentes em crescimento, causando manchas e, às vezes, hipoplasia dentária e deformidades ósseas; dessa forma, DOXIVEN 100 mg é contraindicada para cães com menos de 6 meses de vida e cadelas gestantes e em amamentação.DOXIVEN 100 mg é contraindicada em cães com hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula. A doxiciclina pode retardar o desenvolvimento do esqueleto do feto e causar descoloração dos dentes (Plumb, 1999) (Martindale).

EFEITOS ADVERSOS

A maioria das reações adversas é ligada ao sistema gastrintestinal (causadas por irritação direta), porém, na maioria das vezes, de natureza transitória que regride com a suspensão do tratamento ou com a instituição de terapia de apoio. Dentre as reações observadas, inclui-se: vômito, náusea, fezes amolecidas e hiporexia. Na ocorrência de diarreia, a possibilidade de alteração da flora intestinal sempre deve ser levada em consideração. Gastrointestinais: apatia, anorexia, hiporexia e diarreia. A terapia com doxiciclina pode causar superinfecções de bactérias resistentes ou fungos.

SUPERDOSAGEM

Overdoses orais geralmente estão associadas com distúrbios gastrointestinais (vômito, anorexia e/ou diarreia). Se o paciente desenvolver diarreia ou vômito severo1,2, recomenda-se fluidoterapia, monitoramento e reposição de eletrólitos quando necessário.1 Antiácidos podem ser usados no tratamento da irritação gástrica.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

A cada 12 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

7 dias; ou 21 dias para Erliquiose ou a critério do Médico Veterinário.

Doses

Recomendado

Cães

5 mg / kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Dose de 5,0 mg/Kg, ou seja, 1 comprimido para cada 20 Kg, a cada 12 horas, durante 7 dias consecutivos ou a critério do Médico Veterinário. Para o tratamento de Erliquiose canina recomenda-se 5,0 mg/Kg, ou seja, 1 comprimido para cada 20 Kg, a cada 12 horas, por 21 dias consecutivos.

Interações medicamentosas

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado dos anticoagulantes com risco de sangramento

Mecanismo de Ação

As Tetraciclinas podem afetar a hemostasia

Barbitúricos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Doxiciclina

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Doxiciclina

Conduta

Intervalo de 3 horas entre as medicações

Carbamazepina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Doxiciclina

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Doxiciclina

Conduta

Intervalo de 3 horas entre as medicações

Contraceptivos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Doxiciclina

Mecanismo de Ação

As Tetraciclinas podem afetar a microbiota intestinal que produz enzimas hidrolíticas essenciais para a circulação êntero-hepática de alguns esteróides conjugados oriundos do anticoncepcional hormonal

Conduta

Evitar o uso

Fenitoína

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Doxiciclina

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático da Doxiciclina

Conduta

Intervalo de 3 horas entre as medicaçõesObservações:

Metoxiflurano

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Toxicidade renal

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Incompatível

Penicilina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido das Penicilinas

Mecanismo de Ação

Ação bacteriostática das tetraciclinas pode preservar uma parte dos microorganismos da atividade bactericida da penicilina

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

DOXIVEN 100 mg é um produto a base de doxiciclina, um antibiótico bacteriostático da classe das tetraciclinas. Estes antibióticos ligam-se à subunidade 30S do ribossoma do microrganismo, impedindo que o RNA-transportador (RNAt) se fixe ao ribossoma e, com isto, a síntese proteica é inibida.

FARMACOCINÉTICA

Estudos clínicos realizados mostram que o produto DOXIVEN 100 mg, após administração oral de 5 mg/Kg, atinge picos plasmáticos após 2 a 3 horas da administração.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Hematológicas: Anemia hemolítica, leucocitose e leucopenia.

EFEITOS ADVERSOS

A maioria das reações adversas é ligada ao sistema gastrintestinal (causadas por irritação direta), porém, na maioria das vezes, de natureza transitória que regride com a suspensão do tratamento ou com a instituição de terapia de apoio. Dentre as reações observadas, inclui-se: vômito, náusea, fezes amolecidas e hiporexia. Na ocorrência de diarreia, a possibilidade de alteração da flora intestinal sempre deve ser levada em consideração. Gastrointestinais: apatia, anorexia, hiporexia e diarreia. A terapia com doxiciclina pode causar superinfecções de bactérias resistentes ou fungos.

SUPERDOSAGEM

Overdoses orais geralmente estão associadas com distúrbios gastrointestinais (vômito, anorexia e/ou diarreia). Se o paciente desenvolver diarreia ou vômito severo1,2, recomenda-se fluidoterapia, monitoramento e reposição de eletrólitos quando necessário.1 Antiácidos podem ser usados no tratamento da irritação gástrica.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.