Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Furazolidona

Classificaçāo

Endoparasiticida

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

A urina pode apresentar pigmentação amarelo-escura a marrom, o que não significa risco para o animal.

ARMAZENAMENTO

Conservar em recipiente bem fechado, temperatura ambiente e ao abrigo de luz.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Furazolidona, comprimido

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamento para giardiase, infeções de trichomonas e histomonas.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Gestantes, portadores de anúria, desidratações graves, sangramento intra-craniano e edema ou congestão pulmonar.

EFEITOS ADVERSOS

Efeitos adversos são raros. Pode causar principalmente distúrbios gastrintestinais como náusea e vômito.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Recomenda-se cautela durante gestação e lactação.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

12 / 12 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

5 a 10 dias

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

4 mg / kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Não é medicamento de primeira escolha.

Interações medicamentosas

Anfetamina

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Aumento da sensibilidade do sistema nervoso central ao estimulantes

Mecanismo de Ação

Inibição da MAO pela Furazolidona

Conduta

Ajustar dose

Antidepressivos tricíclicos

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Variável

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Efedrina

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Risco de hipertensão

Mecanismo de Ação

Liberação de grandes quantidade de noradrenalina durante a inibição da MAO. Furazolidona inibe os IMAO

Conduta

Evitar o uso

Levodopa

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Levodopa, com risco de crise hipertensiva

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Incompatível

Subst. Hipoglicemiante

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipoglicemia

Conduta

Monitorar glicemia, ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

O mecanismo de ação dos nitrofuranos inclui a inibição de enzimas bacterianas, principalmente aquelas que participam da degradação aeróbica e anaeróbica da glicose e do piruvato.

A ação da furazolidona contra a Giardia lamblia se deve à toxicidade dos radicais gerados pela redução dos nitrofuranos durante metabolização, que danificam componentes celulares como o DNA.

FARMACOCINÉTICA

É utilizado para terapia apenas no trato digestivo. Não tem utilização sistêmica.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Raramente é observado em humanos diminuição da taxa e hemoglobina ou anemia hemolítica.

EFEITOS ADVERSOS

Efeitos adversos são raros. Pode causar principalmente distúrbios gastrintestinais como náusea e vômito.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Recomenda-se cautela durante gestação e lactação.

MONITORAMENTO

Monitorar a eficácia da terapia.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

GÓRNIAK, S. L. Sulfas, Quinolonas e Outros Quimioterápicos. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

OZANAM, Frederico. Abordagem terapêutica do paciente neonato canino e felino: 2. Aspectos relacionados a terapia intensiva, antiparasitários e antibióticos. Rev Bras Reprod Anim, Belo Horizonte, v.31, n.4, p.425-432, out./dez. 2007.