Duprantel Comprimidos (13 x 13 mm)

Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Praziquantel
  • Pamoato de Pirantel

Classificaçāo

Endoparasiticida

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido contém:

Praziquantel 50 mg

Pamoato de Pirantel 144 mg

Excipiente q.s.p. 660 mg

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Em paralelo com a vermifugação, fazer uma limpeza profunda no ambiente com produtos à base de cloro ativo, de alta eficácia no combate às larvas e ovos de parasitas.

Para evitar reinfestações por Dipylidium caninum, indica-se aplicar em paralelo um tratamento anti-pulga, já que a mesma é o hospedeiro intermediário deste verme.

As larvas de Ancylostoma penetram na pele ou pela ingestão das mesmas, se o ambiente estiver contaminado.

Intoxicação no Homem:

- O Praziquantel é um produto de baixa toxicidade. Não existem relatos de fenômenos decorrentes de superdosagem em humanos.

- Em caso de ingestão de doses elevadas, recomenda-se administrar carvão ativado ou laxativos de ação rápida, tais como: sulfato de magnésio (15 g) ou fosfato de sódio (4 g). Considerando a rapidez com que o praziquantel é absorvido, a administração desses agentes só é eficaz nas primeiras três horas após a ingestão do produto.

- As reações adversas gerais desaparecem rapidamente e não exigem tratamento. As reações adversas decorrentes de alergia ao praziquantel devem ser tratadas com antialérgicos e/ou corticóides.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Duprantel Comprimidos, comprimido (4 un)
  • - Duprantel Comprimidos, comprimido (200 un)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Duprantel Comprimidos é um anti-helmíntico de amplo espectro, indicado para o tratamento e controle de infestações por Nematódeos gastrintestinais e Cestódeos que afetam cães e gatos, como:Toxocara canis, Toxocara cati, Ancylostoma caninum, Trichuris vulpis, Toxascaris leonina, Echinococcus granulosus, Uncinaria stenocephala, Echinococcus multilocularis, Dipylidium caninum, Taenia ovis, Multiceps multiceps, Hydatigena taeniformis, Mesocestoides spp., Taenia pisiformis, Taenia hydatigena e Joyeuxiella pasqualei.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não há registro dentro da dosagem preconizada de contraindicações.

EFEITOS ADVERSOS

O produto possui ampla margem de segurança, sem efeitos colaterais.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Podendo ser administrado em fêmeas prenhes, durante a amamentação e durante o acasalamento. Recomenda-se o tratamento da fêmea antes da cobertura de 10 dias antes do parto.

Os filhotes podem ser tratados durante a lactação e após o desmame com 2, 4, 8 e 12 semanas e aos 4, 5 e 6 meses. Os adultos podem ser vermifugados a cada 3 meses.

SUPERDOSAGEM

O Praziquantel é bastante seguro nas doses indicadas. O único efeito colateral notado, ocasionalmente é o vômito. O Pirantel é bastante seguro; doses de até 7 vezes a recomendada geralmente não resultam em reação tóxica. Sintomas de toxicidade que poderiam ser vistos incluem: aumento da freqüência respiratória, ataxia ou outros efeitos colinérgicos.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

Dose única

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

0,5 comprimido / 5 kg

calcular

OBSERVAÇÕES

- Em paralelo com a vermifugação, fazer uma limpeza profunda no ambiente com produtos à base de cloro ativo, de alta eficácia no combate às larvas e ovos de parasitas.

- Recomenda-se o tratamento da fêmea antes da cobertura de 10 dias antes do parto.

- Os filhotes podem ser tratados durante a lactação e após o desmame com 2, 4, 8 e 12 semanas e aos 4, 5 e 6 meses. Os adultos podem ser vermifugados a cada 3 meses.

- Para evitar reinfestações por Dipylidium caninum, indica-se aplicar em paralelo um tratamento anti-pulga, já que a mesma é o hospedeiro intermediário deste verme.

Específico para gatos:

- A gata ao ingerir aves ou roedores, pode ser contaminada pelo Toxocara cati, que pode infestar os filhotes através do leite. As larvas deste parasita permanecem na musculatura da gata em estado latente e podem causar infestações por várias crias seguintes.

- Seguir corretamente a orientação para vermifugar gatos, já que os cestódeos e nematódeos constituem risco à saúde do homem.

- Antagonismo: Piperazina e pirantel tem mecanismos de ação antagonistas; não utilizá-los juntamente.

Interações medicamentosas

Observações da interação

Não informado

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

EFEITOS ADVERSOS

O produto possui ampla margem de segurança, sem efeitos colaterais.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Podendo ser administrado em fêmeas prenhes, durante a amamentação e durante o acasalamento. Recomenda-se o tratamento da fêmea antes da cobertura de 10 dias antes do parto.

Os filhotes podem ser tratados durante a lactação e após o desmame com 2, 4, 8 e 12 semanas e aos 4, 5 e 6 meses. Os adultos podem ser vermifugados a cada 3 meses.

SUPERDOSAGEM

O Praziquantel é bastante seguro nas doses indicadas. O único efeito colateral notado, ocasionalmente é o vômito. O Pirantel é bastante seguro; doses de até 7 vezes a recomendada geralmente não resultam em reação tóxica. Sintomas de toxicidade que poderiam ser vistos incluem: aumento da freqüência respiratória, ataxia ou outros efeitos colinérgicos.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.