Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cloridrato de Lidocaína

Classificaçāo

Anestésico Local

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Cada 100 mL contém:

Cloridrato de lidocaína 2,0 g

Epinefrina 2,0 mg

Veículo q.s.p. 100 mL

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Lidofarm, frasco (20 mL)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

LIDOFarm é um anestésico local, indicado para inibição da dor em uma determinada região, nos casos de tratamentos e procedimentos clínico-cirúrgicos.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não deve ser usado em animais que apresentam hipersibilidade a Lidocaína e epinefrina, em animais em tratamento com sulfonamidas, animais com hipovolemia, bradicardia, descompensação cardíaca ou insuficiência cardíaca congestiva. Em gatos pode ocorrer supressão cardíaca. Devido a presença da epinefrina o LIDOFarm deve ser evitado em cirurgias de extremidades ou circulações terminais.

SUPERDOSAGEM

A superdosagem de Lidocaína deprime o sistema nervoso central e os efeitos colaterais incluem: sonolência, vertigem, parestesias, estado mental acelerado, coma e convulsões. O controle da respiração é essencial no tratamento do estágio tardio da intoxicação. O diazepan administrado pela via endovenosa é a droga de eleição tanto para a prevenção quanto para a parada das convulsões.

Administração e doses

Via(s)

Perineural

Tópica

IM

SC

Infiltrações

Intradérmica

Epidural

IV

Videos da(s) via(s)

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

1 - 2,5 mL / animal

OBSERVAÇÕES

A dose máxima permitida é de 9,0 mg de Lidocaína por kg de peso. Alterações na posologia e modo de usar a critério do Médico Veterinário.

Interações medicamentosas

Amiodarona

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Toxicidade a lidocaína

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo da lidocaína

Conduta

Monitorar a função cardíaca

Atenolol

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da lidocaína

Mecanismo de Ação

Diminuição do metabolismo hepático

Conduta

Evitar o uso

Brometo de Bupivacaína

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeitos sistêmicos tóxicos

Conduta

Evitar o uso

Brometo de Rocurônio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da lidocaína

Conduta

Ajustar dose

Cimetidina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Lidocaína, levando a toxicidade

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo hepático da Lidocaína e diminuição do fluxo sanguíneo hepático

Conduta

Evitar o uso

Octreotida

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Diminuição da frequência cardíaca

Conduta

Evitar o uso

Propanolol

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da lidocaína, levando a toxicidade

Mecanismo de Ação

Diminuição do metabolismo hepático

Conduta

Evitar o uso

Saquinavir

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da lidocaína

Conduta

Incompatível

Tramadol

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Risco de convulsão

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

SUPERDOSAGEM

A superdosagem de Lidocaína deprime o sistema nervoso central e os efeitos colaterais incluem: sonolência, vertigem, parestesias, estado mental acelerado, coma e convulsões. O controle da respiração é essencial no tratamento do estágio tardio da intoxicação. O diazepan administrado pela via endovenosa é a droga de eleição tanto para a prevenção quanto para a parada das convulsões.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.