Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Benzilpenicilina Procaína
  • Benzilpenicilina Cristalina - potássica
  • Estreptomicina
  • Isoniazida
  • Prednisolona

Classificaçāo

Antibiótico (Associação), Anti-inflamatório

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Cada frasco-ampola contém:

Benzilpenicilina procaína 1.000.000 UI

Benzilpenicilina potássica 500.000 UI

Estreptomicina (sulfato) 1,0 g

Isoniazida 1,0 g

Prednisolona 20 mg

Diluente estéril 10 mL

ARMAZENAMENTO

Após a reconstituição do produto, o uso do remanescente só deve ser feito mediante a comprovação da qualidade do produto.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Pulmodrazin Reforçado, caixa com 1 frasco-ampola e 1 ampola diluente de 10 mL

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamento de infecções bacterianas que acometem os animais, causadas por: Aparelho geniturinário: Klebsiella spp, Corynebacterium spp, Streptococcus sp, Escherichia coli, Staphylococcus spp, Proteus spp. Aparelho respiratório: Streptococcus betahemolitico, Staphylococcus aureus, Pasteurella spp, Haemophylus pleuropneumoniae. Aparelho gastrintestinal: Streptococcus spp, Salmonella spp, Staphylococcus aureus, Corynebacterium spp, Mycobacterium spp, Pseudomonas sp.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Absolutas: o produto não deve ser aplicado em animais com histórico de hipersensibilidade a penicilina e a estreptomicina.

Relativas: insuficiência cardíaca, insuficiência renal, osteoporose e convulsões.

EFEITOS ADVERSOS

Pode ocorrer choque, nos raros casos de animais sensíveis a penicilina ou a estreptomicina

Administração e doses

Via(s)

IM

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 / 24 horas ou 12 / 12 em casos mais graves

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

3 a 5 dias. Recomenda-se a continuidade do tratamento por período não inferior a 48 horas após o desaparecimento dos sintomas.

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

0,5 - 1 mL / 5 kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Preparar a suspensão no momento da aplicação, adicionando-se o conteúdo do diluente com seringa estéril ao frasco ampola com o pó, agitando-se até completa dissolução.

Interações medicamentosas

Aminoglicosídeos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Aminoglicosídeos

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Administrar em local diferente e com intervalo

Ampicilina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Inativação da ampicilina

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Incompatível

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Sinergismo/Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado ou diminuido dos Anticoagulantes

Conduta

Ajustar dose

Barbitúricos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Prednisolona

Mecanismo de Ação

stimulação do metabolismo do Corticosteróide secundária a indução das enzimas hepáticas pelos Barbitúricos

Conduta

Evitar o uso

Besilato de Atracúrio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Depressão respiratória prolongada

Mecanismo de Ação

Possível sinergismo farmacológico

Conduta

Incompatível

Brometo de Rocurônio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terpêutico aumentado do brometo de rocurônio

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Ajustar dose

Carboplatina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito nefrotóxico dos aminoglicosídeos

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Evitar o uso

Cefalotina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Evitar o uso

Cefazolina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade da cefazolina

Mecanismo de Ação

Potencialização dos efeitos adversos

Conduta

Evitar o uso

Cefoxitina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito nefrotóxico aumentado

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Evitar o uso

Cetoconazol

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Prednisolona, levando a toxicidade

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo do Corticosteróide e diminuição da sua eliminação

Conduta

Ajustar dose

Ciclosporina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento dos efeitos terapêuticos de ambos os fármacos

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Ajustar dose

Cisplatina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade dos Aminoglicosídeos

Mecanismo de Ação

-

Conduta

Evitar o uso

Cloridrato de Vancomicina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Mecanismo de Ação

Toxicidade combinada

Conduta

Evitar o uso

Contraceptivos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos contraceptivos

Mecanismo de Ação

s penicilinas podem afetar a microbiota intestinal que produz enzimas hidrolíticas essenciais para a circulação êntero-hepática de alguns esteróides conjugados oriundos do anticoncepcional hormonal

Conduta

Evitar o uso

Fenitoína

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido de ambas as subst.

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo do corticóide, devido a indução enzimática pela Fenitoína. A Dexametasona pode aumentar a eliminação hepática da Fenitoína

Conduta

Ajustar dose

Furosemida

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Ototoxicidade grave

Mecanismo de Ação

Toxicidade auditiva sinérgica entre as drogas envolvidas

Conduta

Incompatível

Metotrexato

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade do Metotrexato

Mecanismo de Ação

Inibição competitiva da secreção tubular renal de metotrexato

Conduta

Incompatível

Metoxiflurano

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Toxicidade renal

Mecanismo de Ação

Toxicidade renal aditiva

Conduta

Evitar o uso

Penicilina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Aminoglicosídeos

Mecanismo de Ação

Inativação química

Conduta

Administrar em local diferente e com intervalo

Polimixinas

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Toxicidade renal e risco de paralisia respiratória

Mecanismo de Ação

Desconhecido

Conduta

Evitar o uso

Probenecida

Tipo de Interação

Sinegismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Penicilina

Mecanismo de Ação

Diminuição da excreção renal da Penicilina

Conduta

Evitar o uso

Rifampicina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Prednisolona

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepáticos dos Corticóides

Conduta

Evitar o uso

Salicilatos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido dos Salicilatos

Mecanismo de Ação

Aumento do metabolismo hepático dos salicilatos e podem aumentar a eliminação renal

Conduta

Ajustar dose

Tetraciclina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido da Penicilina

Mecanismo de Ação

A ação bacteriostática das tetraciclinas pode preservar uma parte dos microorganismos da atividade bactericida da penicilina

Conduta

Incompatível

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

PULMODRAZIN REFORÇADO® deve sua ação terapêutica a um conjunto de elementos, cuja ação passamos a expor: - Benzilpenicilina : particularmente indicada nos

processos infecciosos do trato respiratório, porque os pneumococos e os estreptococos, responsáveis pela grande maioria das infecções microbianas agudas pulmonares, são

geralmente sensíveis a este antibiótico e não costumam aparecer mutantes resistentes. - Estreptomicina: completa o espectro antimicrobiano da penicilina, principalmente quanto aos germes gram-negativos. - Isoniazida: nas infecções pulmonares, quer bacterianas, quer a vírus, pela baixa da resistência e menor capacidade de defesa dos tecidos, o local se torna propício para o desenvolvimento do bacilo de Koch. A isoniazida, com seu tropismo especial para os tecidos pulmonares, impedirá a implantação do bacilo da tuberculose. Também deve ser mencionada a ação estimuladora da isoniazida sobre os animais em tratamento, cujo apetite aumenta nitidamente. Esta modalidade de administração profilática da isoniazida, já foi assinalada por Canetti (1956) do Instituto Pasteur de Paris, que a considera de grande utilidade na profilaxia da tuberculose, principalmente em países onde a descoberta de um caso aberto de tuberculose, não acarreta obrigatoriamente em hospitalização, persistindo, portanto, o risco da infecção dos que tiveram contato com o animal doente. - Prednisolona: Tem nítida influência sobre a diminuição de processos inflamatórios, trazendo alívio rápido dos sinais e sintomas apresentados pelos animais com infecções do aparelho respiratório. Nos animais com pneumonia, a febre e outros sinais e sintomas de toxemia, são prontamente aliviados. A prednisolona, no PULMODRAZIN REFORÇADO®, apresenta uma atuação perfeita, sem riscos nos casos de infecções, em virtude de proteção antimicrobiana exercida pelos antibióticos e pela isoniazida.

EFEITOS ADVERSOS

Pode ocorrer choque, nos raros casos de animais sensíveis a penicilina ou a estreptomicina

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.