Informações

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Substância(s) Ativa(s)

Calcitriol

Tipo

Vitamina

Apresentações e concentrações

  • - Calcitriol 0,25 g, cápsula

INDICAÇÕES

O calcitriol é usado no tratamento da deficiência de cálcio, em doenças como hipocalcemia associada a hiperparatireoidismo, em animais que retiraram as paratireoides e no manejo e equilíbrio de cálcio e fósforo na nefropatia crônica.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não usar em animais susceptíveis ao desenvolvimento de hipercalcemia. Não deve ser usado como suplemento de vitamina D.

Espécie de animal

Canino, Felino

Interações

Colestiramina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do calcitriol

Mecanismo de Ação

Redução da absorção intestinal de vitaminas lipossolúveis

Conduta

Ajustar dose

Digitálicos

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipercalcemia

Mecanismo de Ação

Hipercalcemia pode levar a arritmia cardíaca

Conduta

Ajustar dose

Diuréticos tiazínicos

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipercalcemia

Mecanismo de Ação

Diminuição da excreção urinária de cálcio, e a administração concomitante de vitamina D podem potenciar o aumento do cálcio

Conduta

Ajustar dose

Sevelamer

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do calcitriol

Mecanismo de Ação

Redução da absorção intestinal de vitaminas lipossolúveis

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Utilização

Via

Oral

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 / 24 horas

OBSERVAÇÕES

As doses devem ser ajustadas para cada paciente, de acordo com a resposta e o monitoramento das concentrações plasmáticas de cálcio.

As doses necessárias podem variar, dependendo do ajuste dos níveis de cálcio.

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, entre 15°C e 30°C, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Análogo da vitamina D, também chamado 1,25-di-hidroxicolecalciferol. O calcitriol é normalmente formado nos rins, a partir do 25-hidroxicolecalciferol.

A ação do calcitriol é aumentar a absorção de cálcio do intestino e facilitar a ação do paratormônio (PTH) sobre os ossos.

Em animais, baixos níveis de calcitriol reduzem a absorção intestinal de cálcio.

O calcitriol pode também inibir a síntese e o armazenamento de PTH.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

O uso seguro durante a gestação e lactação não foi estabelecido, embora não existam relatos de problemas fetais relacionados. A avaliação do clínico quanto aos benefícios e riscos do tratamento é fundamental.

SUPERDOSAGEM

Sinais agudos incluem diminuição de apetite, náusea, vômito, dor abdominal.

Sinais crônicos: distrofia (fraqueza, perda de peso), alteração sensorial, polidipsia, poliúria, desidratação, apatia, interrupção do crescimento e infecções do trato urinário.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

A hipercalcemia crônica pode estar associada a um aumento da creatinina sérica.

MONITORAMENTO

Monitore a concentração plasmática de cálcio ionizado. Ajuste as doses conforme seja necessário para manter as concentrações normais de cálcio, de fósforo e do PTH. Monitore as concentrações séricas de PTH (muitos laboratórios fazem este teste).

Monitore a creatinina sérica durante o tratamento de nefropatia crônica.

Referências Bibliográficas

PAULINO, C. A.; BONDAN, E. F. Cálcio e fósforo. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

MELCHERT, A. Insuficiência renal. In: Andrade SF. Manual de terapêutica veterinária. 3. ed. São Paulo: Roca, 2008.

PAPICH, M. G. Manual Saunders de terapia veterinária. 3ª ed. Elsevier, Rio de Janeiro, 2012

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório