Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Vasopressina

Classificaçāo

Hormônio

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, entre 15°C e 30°C, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Vasopressina 0,2 mg, comprimido
  • - Vasopressina 20 UI/mL, ampola
  • - Vasopressina 0,1 mg/mL, solução nasal
  • - Vasopressina 0,1mg, comprimido
  • - Vasopressina 4 mcg/mL, solução injetável
  • - DDAVP 20 UI/mL, ampola

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Hormônio hipotalâmico antidiurético. Utilizado para o diagnóstico e tratamento para Diabetes Insipidus Central (DIC). Usado também como adjuvante no tratamento de choque com hipotensão persistente.

EFEITOS ADVERSOS

Em humanos, há relatos de reações de hipersensibilidade e aumento da pressão sanguínea.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não é recomendado para uso em gestação e lactação, apesar de não existirem estudos que comprovem efeitos negativos nessas condições.

SUPERDOSAGEM

O uso excessivo desse medicamento pode levar à retenção de líquido e hiponatremia.

Administração e doses

Via(s)

IV

IM

Videos da(s) via(s)

(PAPICH, 2012) - Cães e Gatos

Antidiurético

10 unidade / animal

Ressucitação cardiopulmonar

0,2 - 0,8 unidade / kg

calcular

Vasopressor (choque)

0,01 - 0,04 unidade / min

Interações medicamentosas

Adrenalina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Diminuição do efeito antidiurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

Antidepressivos tricíclicos

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito diurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

Carbamazepina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito diurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

Clorpropamida

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito diurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

Fludrocortisona

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito diurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

Heparina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Diminuição do efeito antidiurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

Lítio

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Diminuição do efeito antidiurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

Uréia

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito diurético da Vasopressina

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Mimetiza o efeito do hormônio antidiurético (ADH) no túbulo renal e aumenta a reabsorção de água pelos mesmos, acarretando um aumento da osmolalidade urinária e diminuição do fluxo urinário.

A vasopressina apresenta também uma potente atividade vasopressora através da ativação do receptor vascular V1. O receptor vascular V1 está em alta quantidade no músculo liso vascular.

FARMACOCINÉTICA

Em humanos, após administração subcutânea ou intramuscular de injeção de vasopressina, a duração da atividade antidiurética é variável, mas seus efeitos são mantidos por 2 a 8 horas.

Na administração intravenosa, seus efeitos são mantidos por 30 a 60 minutos.

A maior parte da dose de vasopressina é metabolizada e rapidamente destruída no fígado e nos rins. A vasopressina tem meia-vida de cerca de 10 a 20 minutos.

EFEITOS ADVERSOS

Em humanos, há relatos de reações de hipersensibilidade e aumento da pressão sanguínea.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não é recomendado para uso em gestação e lactação, apesar de não existirem estudos que comprovem efeitos negativos nessas condições.

SUPERDOSAGEM

O uso excessivo desse medicamento pode levar à retenção de líquido e hiponatremia.

MONITORAMENTO

Monitorar a pressão sanguínea durante a infusão.

Quando utilizada para efeitos antidiuréticos, monitorar a ingestão de água, a produção de urina e a densidade urinária específica.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

BORGHERESI, R. A. M. B. Peptídeos: angiotensinas, endotelinas e cininas. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

MARTINS, L. C. et al. Infusão intravenosa de vasopressina causa efeitos cardiovasculares adversos dose-dependentes em cães anestesiados. Arq. Bras. Cardiol. vol.94 no.2 São Paulo Feb. 2010 Epub Jan 15, 2010

PAPICH, M. G. Manual Saunders de terapia veterinária. 3ª ed. Elsevier, Rio de Janeiro, 2012.