Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Dicloridrato de Betaistina

Classificaçāo

Neurológico

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, entre 15°C e 30°C, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Dicloridrato de Betaistina 24 mg, comprimido
  • - Dicloridrato de Betaistina 16 mg, comprimido
  • - Dicloridrato de Betaistina 8 mg, comprimido
  • - Betaserc 8 mg, comprimido
  • - Betaserc 16 mg, comprimido
  • - Betaserc 24 mg, comprimido

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

É indicada no tratamento de síndrome vestibular periférica.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não deve ser administrado em animais com hipersensibilidade ao princípio ativo.

EFEITOS ADVERSOS

Foram relatados: distúrbios gastrointestinais (náuseas, vômito, dor abdominal, inchaço), reações de hipersensibilidade cutânea (prurido, urticária, edema).

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não há estudos dos efeitos em pacientes gestantes, nem quanto a eliminação do medicamento no leite, logo o uso não é recomendado para estas pacientes.

SUPERDOSAGEM

Altas doses podem provocar náuseas, sonolência e dor abdominal.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

12 / 12 horas

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

0,5 - 1 mg / kg

calcular

Interações medicamentosas

Observações da interação

Desconhecida

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Supõe-se que seu mecanismo de ação atua nos receptores histamínicos (ação agonita parcial em receptores H1 e antagonista em receptores H3);

Aumenta o fluxo sanguíneo para região coclear e o cérebro;

Facilita a compensação vestibular - com efeito inibitório dose-dependente na geração do pico neural nos núcleos vestibulares lateral e médio.

FARMACOCINÉTICA

Após a administração oral é rapidamente absorvida pelo trato gastrointestinal; liga-se pouco às proteínas plasmáticas e em humanos, a meia-vida é de 3,5 horas. A excreção acontece por via renal.

EFEITOS ADVERSOS

Foram relatados: distúrbios gastrointestinais (náuseas, vômito, dor abdominal, inchaço), reações de hipersensibilidade cutânea (prurido, urticária, edema).

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não há estudos dos efeitos em pacientes gestantes, nem quanto a eliminação do medicamento no leite, logo o uso não é recomendado para estas pacientes.

SUPERDOSAGEM

Altas doses podem provocar náuseas, sonolência e dor abdominal.

MONITORAMENTO

Pacientes com asma brônquica e com história de úlcera péptica precisam ser cuidadosamente monitorados durante a terapia.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

BRUM, A. M. et al. Avaliação da eficácia e segurança do dicloridrato de betaistina em cães com distúrbios vestibulares. Nucleus Animalium,v.1.n.2, nov.2009

BRUM, A. M. et al. Dicloridrato de betaistina na síndrome vestibular periférica canina - relato de caso. Ci. Anim. Bras., Goiânia, v. 11, n. 1, p. 239-244, jan./mar. 2010