Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Vitamina B1

Classificaçāo

Vitamina

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Tiamina 300 mg, comprimido

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamento de neuralgia e neurite.

EFEITOS ADVERSOS

Efeitos adversos são muito raros.

Quando administrada pela via intravenosa, e de maneira rápida, pode causar choque anafilático.

SUPERDOSAGEM

Não são relatados casos de intoxicação pelo uso de tiamina, pelo seu elevado nível de segurança.

Em humanos, o uso de doses elevadas podem causar cefaleia, náuseas, irritabilidade, insônia, taquicardia, dificuldade respiratória, fraqueza e sudorese.

Administração e doses

Via(s)

IM

Oral

SC

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

A critério do médico veterinário

Doses

Recomendado

Cães

10 - 100 mg / animal

Gatos

5 - 30 mg / animal

OBSERVAÇÕES

Evitar a via intavenosa sempre que possível. Quando utilizada por esta via, administrar muito lentamente.

Interações medicamentosas

Pralidoxima

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Pralidoxima

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

COMPATIBILIDADE

Incompatível com soluções alcalinizantes.

Geralmente utilizada em associação com outras vitaminas do complexo B.

FARMACODINÂMICA

A tiamina no organismo animal combina-se com o fósforo, formando a coenzima pirofosfato de tiamina.

O pirofosfato de tiamina atua no metabolismo dos carboidratos, catalisando as reações de descarboxilação dos alfacetoácidos e as reações das vias das pentoses fosfato.

FARMACOCINÉTICA

A tiamina não é armazenada em grandes quantidades no organismo animal, portando deve ser fornecida diariamente na dieta.

EFEITOS ADVERSOS

Efeitos adversos são muito raros.

Quando administrada pela via intravenosa, e de maneira rápida, pode causar choque anafilático.

SUPERDOSAGEM

Não são relatados casos de intoxicação pelo uso de tiamina, pelo seu elevado nível de segurança.

Em humanos, o uso de doses elevadas podem causar cefaleia, náuseas, irritabilidade, insônia, taquicardia, dificuldade respiratória, fraqueza e sudorese.

MONITORAMENTO

Monitorar a efetividade da suplementação.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

GHIORZI, V., et al. [Acute idiophatic poliradiculoneuritis in dog - Case report.]. Polirradiculoneurite idiopática aguda em cão - Relato de caso. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, 2000.

MEYER, L. R. et al. Coprofagia como distúrbio comportamental em cães: revisão de literatura. Campo Digital, v. 9, n. 1, p. 49-55, 2014.

VALENTE NEVES, I. et al. Fármacos utilizados no tratamento das afecções neurológicas de cães e gatos. Semina: Ciências Agrárias, v. 31, n. 3, 2010.