Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cloridrato de Lidocaína
  • Epinefrina

Classificaçāo

Anestésico

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Cada 100 mL contém:

Cloridrato de lidocaína 2,0 g

Epinefrina 2,0 mg

Veículo q.s.p. 100,0 mL

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Anestex, frasco (50 mL)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Anestesia local, nos casos em que é desejável inibir a dor em uma determinada região, para a realização de intervenções cirúrgicas, em tratamentos dolorosos e em manobras clínico cirúrgicas. Anestex produz pronta e extensa anestesia regional, não sendo irritante aos tecidos, nem causando lesões às estruturas nervosas da região.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Animais sensíveis ao ácido para amino benzóico podem apresentar sensibilidade à lidocaína ou outro anestésico com procaína, cloroprocaína, tetracaína e outros. Não deve ser usado em animais que apresentem hipersensibilidade à lidocaína e animais em tratamento com sulfonamidas.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Os anestésicos locais atravessam a placenta por difusão. A velocidade e o grau de difusão variam consideravelmente de um para outro anestésico, segundo sua taxa metabólica e suas características físicas, tais como a união às proteínas plasmáticas (os fármacos com alta taxa de união às proteínas tem menor transferência placentária), solubilidade em lipídeos (os fármacos com alta lipossolunilidade tem maior transferência placentária).

Estudos retrospectivos de animais que receberam anestésicos no início da gestação em função de cirurgias de urgência, não demonstraram que os anestésicos locais produzem defeitos congênitos. Nestes casos devem ser levados em consideração os riscos / benefícios, pois não se pode concluir que não possa haver outros efeitos adversos ao feto.

Administração e doses

Via(s)

Infiltrações

SC

Epidural

Videos da(s) via(s)

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

1 - 2,5 mL / animal

OBSERVAÇÕES

Para a depressão circulatória, recomenda-se administrar um vasoconstritor (preferencialmente efedrina, metaraminol ou mefendrina) e fluídos intravenosos.

Para crises convulsivas:

Se as convulsões não respondem à respiração assistida, recomenda-se administrar uma benzodiazepina ou um barbitúrico de ação ultra curta como tiopental ou o tioamilal por via intravenosa. Tem-se que considerar que os

barbitúricos podem produzir depressão circulatória quando administrado por via endovenosa.

Também recomenda-se administrar um bloqueador neuromuscular para diminuir as manifestações musculares das crises convulsivas persistentes.

Interações medicamentosas

Antidepressivos tricíclicos

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipertensão prolongada

Conduta

Evitar o uso

Beta-bloqueadores

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade

Mecanismo de Ação

Toxicidade aditiva

Conduta

Evitar o uso

Ciclopropano

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Arritmias graves

Conduta

Incompatível

Cimetidina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade

Mecanismo de Ação

Toxicidade aditiva

Conduta

Evitar o uso

Digitálicos

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade

Mecanismo de Ação

Toxicidade aditiva

Conduta

Evitar o uso

Halotano

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Arritmias graves

Conduta

Incompatível

Inibidores da MAO

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipertensão prolongada

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Os anestésicos locais atravessam a placenta por difusão. A velocidade e o grau de difusão variam consideravelmente de um para outro anestésico, segundo sua taxa metabólica e suas características físicas, tais como a união às proteínas plasmáticas (os fármacos com alta taxa de união às proteínas tem menor transferência placentária), solubilidade em lipídeos (os fármacos com alta lipossolunilidade tem maior transferência placentária).

Estudos retrospectivos de animais que receberam anestésicos no início da gestação em função de cirurgias de urgência, não demonstraram que os anestésicos locais produzem defeitos congênitos. Nestes casos devem ser levados em consideração os riscos / benefícios, pois não se pode concluir que não possa haver outros efeitos adversos ao feto.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.