Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Loratadina

Classificaçāo

Anti-histamínico

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, entre 15°C e 30°C, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Loratadina 10 mg, comprimido (12 un)
  • - Loratadina 1 mg / mL, xarope (100 mL)
  • - Loratadina 1 mg / mL, solução oral (60 mL)
  • - Claritin Comprimidos 10 mg, comprimido (12 un)
  • - Claritin Xarope 1 mg / mL, xarope (100 mL)
  • - Claritin Solução Oral 1 mg / mL, solução oral (60 mL)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

É usada em doenças alérgicas das vias aéreas, rinites, prurido e outros processos alérgicos.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não deve ser usada por paciente com hipersensibilidade conhecida ao medicamento.

EFEITOS ADVERSOS

Provoca menos efeitos adversos que os demais anti-histamínicos, principalmente em relação a sonolência. Porém pode provocar boca seca, distúrbios gastrointestinais.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Cautela no uso durante gestação e lactação, por não existirem estudos que garantam a segurança nessas condições.

SUPERDOSAGEM

Altas doses podem provocar sedação, tontura, mal-estar, agitação, taquicardia.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 / 24 horas

(VIANA, 2014)

Recomendado

Cães e Gatos

10 mg / kg

calcular

Interações medicamentosas

Antifúngicos Azóis

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Loratadina

Mecanismo de Ação

Antifúngicos azólicos inibem o metabolismo da Loratadina

Conduta

Ajustar dose

Cimetidina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Loratadina

Conduta

Ajustar dose

Eritromicina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Loratadina

Conduta

Ajustar dose

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Anti-histamínico de 2ª geração, são altamente seletivos para receptores H1, suprimindo as reações inflamatórias causadas pela histamina. Penetra em menor concentração a barreira hematoencefálica; isentos de ação anticolinérgica significativa.

FARMACOCINÉTICA

Possui maior duração de ação.

CONSIDERAÇÕES LABORATORIAIS

Testes cutâneos de alergia são inibidos por anti-histamínicos.

EFEITOS ADVERSOS

Provoca menos efeitos adversos que os demais anti-histamínicos, principalmente em relação a sonolência. Porém pode provocar boca seca, distúrbios gastrointestinais.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Cautela no uso durante gestação e lactação, por não existirem estudos que garantam a segurança nessas condições.

SUPERDOSAGEM

Altas doses podem provocar sedação, tontura, mal-estar, agitação, taquicardia.

MONITORAMENTO

Monitorar a eficácia do medicamento.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

ANDRADE, S. F. Terapêutica dos processo alérgicos. In: ANDRADE, S. F. Manual de terapêutica Veterinária, 3 ed. São Paulo: Editora Roca, 2008, 912 p.

CRIADO, P. R. et al. Histamina, receptores de histamina e anti-histamínicos: novos conceitos. An Bras Dermatol.;85(2):195-210, 2010

PASTORINO, A. C. Revisão sobre a eficácia e segurança dos anti-histamínicos de primeira e segunda geração. Rev. bras. alerg. imunopatol. – Vol. 33. N° 3, 2010

VIANA, F. A. B. Guia Terapêutico Veterinário. 3 ed. Minas Gerais: Editora CEM, 2014. 560 p.