Sobre

Aviso

Este medicamento pode ser encontrado em apresentações de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cloridrato de Vancomicina

Classificaçāo

Antibiótico (grupo Glicopeptídeos)

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Cães e Gatos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Medicamentos parenterais devem ser bem inspecionados visualmente antes da administração, para se detectar alterações de coloração ou presença de partículas sempre que o recipiente e a solução assim o permitirem.

Informe ao Médico Veterinário a ocorrência de gestação ou lactação durante ou logo após o tratamento.

A interrupção do tratamento e a modificação de dose não devem ser feitas sem a orientação do Médico Veterinário. Os microrganismos são capazes de desenvolver resistência nos casos de subdosagem.

O medicamento só deve ser prescrito por um Médico Veterinário. O uso indiscriminado de antimicrobianos pode ser perigoso para a saúde dos animais.

ARMAZENAMENTO

Manter o produto em sua embalagem original e conservar em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C).

Após reconstituição com água para injetáveis, manter em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) por até 24 horas ou sob refrigeração (entre 2°C e 8°C) por até 14 dias.

Após diluição com cloreto de sódio 0,9% ou glicose 5%, manter em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) por até 24 horas ou sob refrigeração (entre 2°C e 8°C) por até 14 dias.

Após diluição com Solução de Ringer Lactato, manter em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) por até 24 horas ou sob refrigeração (entre 2°C e 8°C) por até 96 horas.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Cloridrato de Vancomicina 500 mg / 100 mL, bolsa
  • - Cloridrato de Vancomicina 500 mg / 10 mL, frasco-ampola
  • - Cloridrato de Vancomicina 1 g / 10 mL, frasco-ampola

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

A vancomicina é um antibiótico utilizado por via intravenosa em infecções hospitalares humanas estafilocócicas multirresistentes. Seu uso na veterinária deve ser bastante restrito, principalmente em animais de produção, para evitar o aparecimento de resistência. Pode-se utilizar em infeções graves causadas por estafilococos e enterococos resistentes, incluindo pneumonia, endocardite, osteomielite e abscessos dos tecidos moles (ANDRADE & GIUFFRIDA, 2008).

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

É contraindicado a pacientes com hipersensibilidade conhecida ao princípio ativo. Usar com cautela em pacientes com insuficiência renal e idosos.

EFEITOS ADVERSOS

Podem ocorrer oto e nefrotoxicidade em altas doses ou esquemas terapêuticos prolongados.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não deve ser utilizada durante a gestação e lactação.

SUPERDOSAGEM

Há pouca informação sobre a toxicidade da vancomicina em animais domésticos.

Administração e doses

Via(s)

Oral

IV

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

6/6 horas

8/8 horas

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

15 mg / kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Para administração intravenosa, a vancomicina deve ser diluída em soro fisiológico ou soro glicosado (pelo menos 200 ml).

Interações medicamentosas

Aminoglicosídeos

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da nefrotoxicidade

Mecanismo de Ação

Toxicidade combinada

Conduta

Evitar o uso

Vecurônio

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Potencialização do bloqueio neuromuscular

Mecanismo de Ação

Ação sinérgica com os bloqueadores neuromusculares

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A vancomicina é um antibiótico glicopeptídeo bactericida, que inibe a síntese da parede celular bacteriana pela inibição da liberação de um polímero da membrana celular. Tem ação rápida sobre os microorganismos em divisão (ANDRADE & GIUFFRIDA, 2008).

FARMACOCINÉTICA

A vancomicina, admnistrada por via oral , não é absorvida, porém é ativa na luz intestinal. Não deve ser administrada por via intramuscular devido a irritação tecidual, acompanhada de intensa dor. A penetração nos tecidos é relativamente adequada; é eliminada na forma ativa pelos rins (SPINOSA, 2006).

EFEITOS ADVERSOS

Podem ocorrer oto e nefrotoxicidade em altas doses ou esquemas terapêuticos prolongados.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não deve ser utilizada durante a gestação e lactação.

SUPERDOSAGEM

Há pouca informação sobre a toxicidade da vancomicina em animais domésticos.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

ANDRADE, S.F. et al. Quimioterápicos, antimicrobianos e quimioterápicos. In: ANDRADE, S. F. Manual de terapêutica Veterinária, 3 ed. São Paulo: Editora Roca, 2008,

SPINOSA, H. S. Antibióticos: aminoglicosídeos, polimixinas, bacitracina e vancomicina. In: SPINOSA H. S. et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.