Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Miconazol

Classificaçāo

Antifúngico

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Nitrato de miconazol (*) 1,15 g

Excipiente q.s.p. 100 g

(*) equivalente a 1 g de miconazol base. Propelente: gás butano

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

- Evite contato do produto com os olhos.

- Lave cuidadosamente as mãos após a aplicação do produto.

- Não fume, beba ou coma durante a aplicação.

- Não reutilize embalagem vazia. Inflamável.

- Não perfume o vasilhame, mesmo vazio.

- Não jogue no fogo ou incinerador.

- Não aplique próximo a chamas.

- Não armazenar junto a alimentos, bebidas, medicamentos ou produtos de higiene.

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, à temperatura ambiente (15°C a 30°C), ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Micolytic, aerossol (100 g)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Tratamentos das infecções cutâneas de origem fúngica em cães e gatos causadas por Microsporum canis, Microsporum gypseum, Trichophyton mentagrophytes e Malassezia pachydermatis.

EFEITOS ADVERSOS

Em caso de sensibilização ou irritação local, o tratamento deverá ser interropompido.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Ainda não existem estudos de segurança suficientes para a utilização do produto em fêmeas prenhes.

Administração e doses

Via(s)

Tópica

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

1 vez ao dia

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

4 a 6 semanas ou até 48 horas após a erradicação do agente infectante ou a critério do Médico Veterinário.

Interações medicamentosas

Alprazolam

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento do efeito sedativo e da depressão do SNC prolongada e disfunção psicomotora

Mecanismo de Ação

Inibição das enzimas envolvidas no metabolismo oxidativo hepático do alprazolam

Conduta

Evitar o uso

Anticoagulantes

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado dos Anticoagulantes, com risco de sangramento

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo hepático dos Anticoagulantes

Conduta

Ajustar dose

Carbamazepina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da carbamazepina, com possível reações adversas

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo da carbamazepina

Conduta

Ajustar dose

Cisaprida

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Cisaprida, levando a cardiotoxicidade

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo hepático da Cisaprida

Conduta

Incompatível

Clonazepam

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da depressão do SNC e disfunção psicomotora

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo oxidativo do Clonazepam

Conduta

Incompatível

Enoxaparina Sódica

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado dos anticoagulantes com risco de sangramento

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo hepático dos Anticoagulantes

Conduta

Evitar o uso

Famotidina

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do Cetoconazol

Mecanismo de Ação

Diminuição da biodisponibilidade de Antifúngico Azol causada pela diminuição da sua solubilidade em Phs aumentados

Conduta

Evitar o uso

Glipizida

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Hipoglicemia

Conduta

Monitorar glicemia, ajustar dose

Heparina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Grave

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado dos anticoagulantes com risco de sangramento

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo hepático dos Anticoagulantes

Conduta

Evitar o uso

Loratadina

Tipo de Interação

Sinergismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico aumentado da Loratadina

Mecanismo de Ação

Antifúngicos azólicos inibem o metabolismo da Loratadina

Conduta

Ajustar dose

Vimblastina

Tipo de Interação

Toxicidade

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Aumento da toxicidade

Mecanismo de Ação

Inibição do metabolismo da Vimblastina

Conduta

Evitar o uso

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

EFEITOS ADVERSOS

Em caso de sensibilização ou irritação local, o tratamento deverá ser interropompido.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Ainda não existem estudos de segurança suficientes para a utilização do produto em fêmeas prenhes.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.