Informações

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Substância(s) Ativa(s)

Bimatoprosta

Tipo

Análogo das Prostaglandinas

Apresentações e concentrações

  • - Bimatoprosta frasco (3 mL)

INDICAÇÕES

Indicada no tratamento de glaucomas primários agudos e crônicos

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Evitar em animais com doença renal ou hepática avançada e em glaucoma secundário à uveíte, pois são potencialmente mióticos.

Espécie de animal

Canino, Felino

Interações

Observações

Desconhecidas

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Utilização

Via

Tópica, ocular

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

A critério do médico veterinário

OBSERVAÇÕES

Fazer a administração à noite

ARMAZENAMENTO

Deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e umidade, fora do alcance de crianças e animais domésticos.

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Em humanos, foi relatado aumento da pigmentação da íris após a administração de solução de bimatoprosta, essas alterações podem ser permanentes.

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

1 gota / olho

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

É um análogo sintético da prostaglandina F2x(PGF2x) com potente atividade hipotensora ocular.

Sua seletividade imita os efeitos da prostamida F2x, substância que existe naturalmente.

Em humanos, a bimatoprosta reduz a pressão intra ocular porque aumenta o fluxo de saída através das malhas trabeculares e aumenta o fluxo de saída uveo escleral.

FARMACOCINÉTICA

Em humanos, é absorvida através da córnea e esclera, atingindo concentrações plasmáticas de pico em 10 minutos.

Distribui-se aos tecidos orgânicos, sofre glucoronidação, hidroxilação, n-desetilação e então desamidação para formar uma variedade de metabólitos farmacologicamente inativos.

Sua excreção é principalmente urinária.

EFEITOS ADVERSOS

Hiperemia conjuntival, hiperemia dos olhos, prurino nos olhos e crescimento dos cílios.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Deve ser usada com cautela em pacientes gestantes e lactantes.

Referências Bibliográficas

AVISO: algumas informações foram retiradas da bula do medicamento referência, que consta na base de dados da ANVISA. Disponível em:

RIBEIRO, A. P. et al. Síndrome glaucomatosa em cães - parte 2. Revisão bibliográfica. Ciência Rural, Santa Maria, v.37, n.6, p.1828-1835, nov-dez, 2007

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório