Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Cloridrato de Ambroxol

Classificaçāo

Secretolítico, Mucolítico

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Utilizado como adjuvante no tratamento de bronquites e penumonias.

Não deve ser utilizado como único medicamento em infecções.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Cloridrato de ambroxol

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Indicado para a terapia secretolítica e expectorante nas afecções broncopulmonares agudas e crônicas associadas à secreção mucosa anormal e transtornos do transporte mucoso.

EFEITOS ADVERSOS

Pode causar efeitos gastrintestinais leves, mas efeitos adversos não são frequentes.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Apesar de estudos não sugerirem efeitos nocivos durante gestação e lactação, é preferível evitar seu uso nessas condições.

SUPERDOSAGEM

Nenhum efeito específico foi observado em humanos.

Em sobredose os efeitos adversos são agravados e o tratamento é sintomático.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Inalatória

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

12 a 24 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

A critério do médico veterinário

OBSERVAÇÕES

Diluir em solução fisiológica para nebulização.

Interações medicamentosas

Observações da interação

Desconhecidas

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

É o metabólito da bromexina utilizado também para auxiliar a expectoração.

Acredita-se que tenha efeito sobre os pneumócitos tipo II, porém seu mecanismo de ação ainda não é totalmente conhecido. (RIZZO e CRUZ, 2010).

Atua na redução da viscosidade das secreções pulmonares e auxilia na atuação de outros medicamentos (como antibióticos) por alterar a permeabilidade da barreira alvéolo-capilar.

Exerce também efeito anestésico local, por atuar bloqueando canais de sódio.

FARMACOCINÉTICA

Em humanos é bem absorvido pela via oral, apresenta alta taxa de ligação às proteínas plasmáticas e é rapidamente distribuído após absorção, sendo encontrado principalmente nos pulmões.

EFEITOS ADVERSOS

Pode causar efeitos gastrintestinais leves, mas efeitos adversos não são frequentes.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Apesar de estudos não sugerirem efeitos nocivos durante gestação e lactação, é preferível evitar seu uso nessas condições.

SUPERDOSAGEM

Nenhum efeito específico foi observado em humanos.

Em sobredose os efeitos adversos são agravados e o tratamento é sintomático.

MONITORAMENTO

Monitorar a eficácia do medicamento.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

MALERBA, M.; RAGNOLI, B. Ambroxol in the 21st century: pharmacological and clinical update. Expert opinion on drug metabolism & toxicology, v. 4, n. 8, p. 1119-1129, 2008

RIZZO, J. A.; CRUZ, A. A. Drogas Muciativas (Mucolíticos, Expectorantes) e Antitussígenas. In: SILVA, P., 1921. Farmacologia/Penildon Silva – 8 ed. [Reimpr.]. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2010.