Sobre

Aviso

Este medicamento é de uso humano, porém com literatura técnica que baseia seu uso na medicina veterinária. O uso de suas informações é de responsabilidade do médico veterinário.

Princípio(s) Ativo(s)

  • Levetiracetam

Classificaçāo

Anticonvulsivante

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Cães

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco, entre 15°C e 30°C, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Levetiracetam 250 mg, comprimido
  • - Levetiracetam 750 mg, comprimido
  • - Keppra 250 mg, comprimido
  • - Keppra 750 mg, comprimido

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Usado no tratamento de convulsões, principalmetne em pacientes refratários a outras medicações connvencionais.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Não deve ser administrado em animais com hipersensibilidade ao princípio ativo.

EFEITOS ADVERSOS

Em humanos há relatos de letargia, fraqueza e vertigem.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não há estudos dos efeitos em pacientes gestantes, nem quanto a eliminação do medicamento no leite, logo o uso não é recomendado para estas pacientes.

SUPERDOSAGEM

Altas dosagem podem aumentar a intesidade dos efeitos adversos.

Administração e doses

Via(s)

Oral

IV

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

8 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

A critério do médico veterinário

Como droga isolada

Recomendado

Cães

20 mg / kg

calcular

Associado a outros anticonvulsivantes

Recomendado

Cães

7 - 20 mg / kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Em situações emergenciais, usar a administração IV em bolus de 20 mg/kg, podendo ser repetida até chegar 60 mg/kg caso haja necessidade.

A formulação injetável quase não é usada em medicina veterinária.

Interações medicamentosas

Observações da interação

Desconhecida

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

Inibe a ativação dos neurônios sem alterar os mecanismos da excitação neuronal normal.

FARMACOCINÉTICA

Não é biotransformado pelo fígado, por mecanismos que não incluem as enzimas do citocromo P450. A eliminação ocorre através da depuração renal.

Em cães, a absorção oral é de 100%, a meia-vida é de 3-4 horas e o volume de distribuição é de 0,4-0,5 L/kg.

Em gatos a absorção oral também é de 100%, com meia-vida de 3 horas e volume de distribuição similar aos dos cães.

EFEITOS ADVERSOS

Em humanos há relatos de letargia, fraqueza e vertigem.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não há estudos dos efeitos em pacientes gestantes, nem quanto a eliminação do medicamento no leite, logo o uso não é recomendado para estas pacientes.

SUPERDOSAGEM

Altas dosagem podem aumentar a intesidade dos efeitos adversos.

MONITORAMENTO

Monitorar a frequência das convulsões.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

NEVES, I. V. et al. Fármacos utilizados no tratamento das afecções neurológicas de cães e gatos. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 31, n. 3, p. 745-766, jul./set. 2010

PAPICH, M. G. Manual Saunders de terapia veterinária. 3ª ed. Elsevier, Rio de Janeiro, 2012.