Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Gatifloxacino

Classificaçāo

Antibiótico (Quinolona de 4ª Geração), Oftálmico

Receita

Controle Especial - Humano

Espécies

Cães e Gatos

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Gatifloxacino, solução oftálmica
  • - Zymar 3 mg/mL, solução oftálmica (5 mL)
  • - Zymar 5 mg/mL, solução oftálmica (3 mL)
  • - Zymar 5 mg/mL, solução oftálmica (5 mL)
  • - Zymar XD 5mg/mL, solução oftálmica (3 mL)
  • - Zymar XD 5mg/mL, solução oftálmica (5 mL)
  • - Zymar 3mg/mL, solução oftálmica (5 mL)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Antibioticoterapia tópica oftálmica.

Utilizado como profilático em procedimentos cirúrgicos (SOUZA et al., 2017).

EFEITOS ADVERSOS

Em humanos são observados mais comumente os efeitos: lacrimejamento aumentado, ceratite, conjuntivite papilar, olho seco, edema palpebral, diminuição da acuidade visual e alterações do paladar.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Em estudos realizados em ratos ou coelhos, não foram observados efeitos teratogênicos após a administração oral de gatifloxacino em doses de até 50 mg/kg/dia (aproximadamente 1.000 vezes maior do que a máxima dose recomendada para uso oftálmico).

O gatifloxacino é excretado pelo leite em ratos.

Administração e doses

Via(s)

Tópica

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

4 - 6 horas

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

1 gota / olho

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

COMPATIBILIDADE

Pode ser utilizada em associação com aminoglicosídios, pois apesar das quinolonas de quarta geração atuarem de forma efetiva contra bactérias gram-positivas, não apresentam boa ação contra Pseudomonas (SAFATLE et al., 2017).

FARMACODINÂMICA

O gatifloxacino atua na inibição da DNA girase e topoisomerase IV.

A DNA girase é a enzima atuante na replicação, transcrição e reparação do DNA bacteriano, e a topoisomerase IV apresenta função importante na divisão do DNA cromossômico durante o processo de divisão celular da bactéria.

EFEITOS ADVERSOS

Em humanos são observados mais comumente os efeitos: lacrimejamento aumentado, ceratite, conjuntivite papilar, olho seco, edema palpebral, diminuição da acuidade visual e alterações do paladar.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Em estudos realizados em ratos ou coelhos, não foram observados efeitos teratogênicos após a administração oral de gatifloxacino em doses de até 50 mg/kg/dia (aproximadamente 1.000 vezes maior do que a máxima dose recomendada para uso oftálmico).

O gatifloxacino é excretado pelo leite em ratos.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

DOMINGOS, Luisa Cangussu. Determinação de gatifloxacino, moxifloxacino e besifloxacino por LC-MS/MS na córnea e humor aquoso de cães. Dissertação de Mestrado. UFMG 2016.

SAFATLE, A. M. V; MORALES, A; BOLZAN, A. A. Farmacologia Ocular. In: SPINOSA, Helenice Souza et al. Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária, 6ª edição. Guanabara Koogan, 2017.

SOUZA, J. O. T.; WOUK, A. F. P. F. Canine conjunctival angiokeratoma: case report. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 69, n. 5, p. 1198-1202, 2017.