Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Acetato de Prednisolona

Classificaçāo

Anti-inflamatório, Antipruriginoso

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido de 80 mg contém:

Acetato de Prednisolona: 10 mg

Excipientes q.s.p. 80 mg

Níveis de garantia

Caso sejam observados sinais de infecções bacterianas, , recorrer à antibioticoterapia com auxílio do médico veterinário. A terapia prolongada com agentes corticosteróides deve ser evitada. Convém monitorar constantemente os pacientes tratados, embora a retenção de sódio e a repleção de potássio não tenham sido notadas quando o produto é utilizado nas doses recomendadas. Caso se observem sintomas de hipopotassemia, , o tratamento deve ser descontinuado e medidas visando o controle dos níveis de potássio, instituídas.

ARMAZENAMENTO

Conservar em local fresco (entre 10°C e 30°C), ao abrigo da luz e longe do alcance das crianças e animais domésticos.

Registro no mapa

8.698/2003

Responsável técnico

Dra. Vera de Fátima Calixto - CRF/SP 11.427

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Presolona, comprimido (10 mg)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

É um anti-inflamatório esteroidal, indicado para cães e gatos nos casos de:

1. Eczemas inespecíficos, queimaduras, dermatites e outras afecções dermatológicas;

2. Irite, iridoclite, glaucoma secundário, uveíte, coriorretinite e outras afecções oftálmicas;

3. Urticárias, dermatites alérgicas, reações alérgicas, asma brônquica e hipersensibilidades alérgicas;

4. Miosites, artrite reumatóide, osteoartrites, bursites e outras afecções musculoesqueléticas;

5. Outras doenças recidivantes e/ou crônicas de etiologia desconhecida (ex.: colite ulcerativa ou nefrose);

6. Nos casos de insufuciência adrenal aguda, Presolona tem seu uso recomendado por interferir no metabolismo dos carboidratos e melhorar a diurese característica da insuficiência adrenal.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

1. Em casos de infecções virais;

2. Em casos de úlcera péptica, úlcera de córnea e síndrome de Cushing;

3. Monitorar o uso do produto em caso de osteoporose, predisposição a tromboflebite, insuficiência cardíaca congestiva, insuficiência renal e tuberculose ativa.

EFEITOS ADVERSOS

Poderá ocorrer alteração dos níveis das enzimas hepáticas, perda de peso, anorexia, polidipsia, poliúria e outros efeitos indesejáveis. Também foram relatados vômitos e diarréias. A síndorme de Cushing associada ao uso prolongado ou repetido de corticosteróides tem sido relatada.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Corticosteróides podem induzir o primeiro estágio do parto quando administrado durante o terço final da gestação e podem provocar parto prematuro, distócito, morte fetal, retenção de placenta e metrite. Se for administrado durante a gestação, podem causar fissura palatina aos fetos e anomalias congênitas, incluíndo deformidade dos membros e anasarca em fetos de cadelas.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 / 24 horas ou a critério do médico veterinário.

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

A critério do médico veterinário

Doses

Recomendado

Cães e Gatos

0,5 - 1 mg / kg

calcular

OBSERVAÇÕES

Uma vez obtida a resposta clínica satisfatória, a dose inicial deve ser gradativamente reduzida. Nunca interromper tratamentos prolongados sem a redução paulatina da dose. Reavaliar o paciente periodicamente para ajuste da dose. Presolona é a sua melhor opção na clínica diária, seja pela gama de indicações à que atende, seja pelo melhor risco benefício em relação aos efeitos colaterais, seja pela comodidade da sua apresentação única em cpr sulcado.

Interações medicamentosas

Esse produto não contém interações, pois não há referências sobre ou ainda não foi preenchida por nossa equipe técnica.

Farmacologia

EFEITOS ADVERSOS

Poderá ocorrer alteração dos níveis das enzimas hepáticas, perda de peso, anorexia, polidipsia, poliúria e outros efeitos indesejáveis. Também foram relatados vômitos e diarréias. A síndorme de Cushing associada ao uso prolongado ou repetido de corticosteróides tem sido relatada.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Corticosteróides podem induzir o primeiro estágio do parto quando administrado durante o terço final da gestação e podem provocar parto prematuro, distócito, morte fetal, retenção de placenta e metrite. Se for administrado durante a gestação, podem causar fissura palatina aos fetos e anomalias congênitas, incluíndo deformidade dos membros e anasarca em fetos de cadelas.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.