Doxygard 25 mg ()

Doxygard 50 mg ()

Doxygard 100 mg ()

Doxygard 200 mg ()

Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Doxiciclina (hiclato)

Classificaçāo

Antimicrobiano, Antibiótico (grupo Tetraciclinas)

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

- Doxygard 25mg contém:

Doxiciclina hiclato 28,9mg

Excipiente q.s.p 150mg

- Doxygard 50mg contém:

Doxiciclina hiclato 57,7mg

Excipiente q.s.p 200mg

- Doxygard 100mg contém:

Doxiciclina hiclato 115,5mg

Excipiente q.s.p 300mg

- Doxygard 200mg contém:

Doxiciclina hiclato 230,9mg

Excipiente q.s.p 600mg

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Venda sob prescrição e orientação do Médico Veterinário. Prazo de validade: 2 (dois) anos após a data de fabricação.

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar e temperatura ambiente. Manter fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Registro no mapa

Licenciado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sob o nº 1.849/83 em 28/12/1983.

Responsável técnico

Resp. Téc. Dra. Viviana Toledo Caricati Dorta CRF –SP 35.318

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Doxygard Comprimidos 25 mg, comprimido (12 un), 1 ou 10 blisters
  • - Doxygard Comprimidos 50 mg, comprimido (12 un), 1 ou 10 blisters
  • - Doxygard Comprimidos 100 mg, comprimido (12 un), 1 ou 10 blisters
  • - Doxygard Comprimidos 200 mg, comprimido (12 un), 1 ou 10 blisters

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

Doxygard é indicado para tratamento de infecções causadas por microrganismos sensíveis à doxiciclina em cães e gatos, tais como:

- Erliquiose canina provocada por Ehrlichia canis;

- Babesiose canina provocada por Babesia canis;

- Bartonelose provocada por Bartonella spp.;

- Febre maculosa provocada por Rickettsia rickettsii;

- Borreliose provocada por Borrelia burgdorferi;

- Hemobartonelose provocada por Haemobartonella felis;

- Infecções causadas por Chlamydia spp.;

- Infecções respiratórias tais como pneumonia e broncopneumonia provocadas por Bordetella bronchiseptica, Streptococcus spp., Staphylococcus spp., Pasteurella spp., Haemophilus influenzae, Mycoplasma spp. e Escherichia coli;

- Infecções genitourinárias, tais como metrites e cistites, provocadas por cepas sensíveis de Klebsiella spp., Escherichia coli, Staphylococcus spp., Streptococcus spp., Enterococcus spp., Leptospira spp. e Brucella canis;

- Infecções intestinais provocadas por cepas susceptíveis de Shiguella spp., Salmonella spp. e Escherichia coli;

- Infecções articulares, tais como artrites, provocadas por Streptococcus spp., Staphylococcus spp. e Corynebacterium spp.;

- Infecções dermatológicas, feridas infectadas, pós operatório e otites provocadas por Staphylococcus aureus, Streptococcus spp., Corynebacterium spp., Escherichia coli e Pasteurella multocida;

- Infecções causadas pelos seguintes protozoários: Entamoeba spp., Balantidium coli, Isospora spp., Toxoplasma spp.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Doxygard não deve ser administrado em animais com hipersensibilidade à doxiciclina, não administrar em fêmeas prenhes a lactantes, animais com menos de 30 dias de idade e animais com hepatopatias graves.

EFEITOS ADVERSOS

Embora raros, podem ocorrer reações de hipersensibilidade, náuseas, vômitos, anorexia, ou diarréia, que podem ser minimizados com a administração concomitante com alimentos (não prejudica absorção da doxiciclina). Devido à capacidade que a doxiciclina tem de ligar-se com o cálcio, pode provocar arritmias cardíacas. Somente o Médico Veterinário está apto a fazer alterações nas dosagens recomendadas para o uso do produto.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não administrar em fêmeas prenhes a lactantes, animais com menos de 30 dias de idade.

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

12 / 12 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

7 a 10 dias consecutivos ou de acordo com a recomendação do Médico Veterinário.

Canino

Recomendado

Cães

5 mg / kg

calcular

Erliquiose canina

Recomendado

Cães

10 mg / kg

calcular

Felino

Recomendado

Gatos

10 mg / kg

calcular

Interações medicamentosas

Observações da interação

Não deve ser administrado em animais que estejam sendo tratados com barbitúricos ou fenitoína. A absorção de doxiciclina é diminuída quando associada a soluções que contenham cálcio, magnésio, alumínio, ferro, zinco e bismuto, como antiácidos e catárticos salinos. As tetraciclinas em geral podem interferir na atividade bactericida das penicilinas, cefalosporinas e aminoglicosídeos.

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A doxiciclina atua inibindo a síntese proteica nos ribossomos dos microrganismos susceptíveis

FARMACOCINÉTICA

Possui rápida absorção oral devido à sua fixação às proteínas plasmáticas, suas características lipofílicas resultam em maior penetração do ativa nos tecidos, inclusive SNC e maiores volumes de distribuição e propriedades antimicrobianas gerais superiores. A doxiclina também possui absorção oral elevada, cerca de 95%, com meia vida plasmática prolongada, de aproximadamente 18 a 24 horas, precisando portanto, menos doses diárias que outras tetraciclinas. Por ser de 5 a 10 vezes mais lipofílica do que a oxitetraciclina, tem maior penetração nos tecidos, maior volume de distribuição e melhores propriedades antimicrobianas, que resulta em grande atividade contra microrganismos de permanência intracelular. A doxiciclina não se acumula em pacientes com doenças renais, já que é excretada nas fezes como conjugado ativo ou quelato.

EFEITOS ADVERSOS

Embora raros, podem ocorrer reações de hipersensibilidade, náuseas, vômitos, anorexia, ou diarréia, que podem ser minimizados com a administração concomitante com alimentos (não prejudica absorção da doxiciclina). Devido à capacidade que a doxiciclina tem de ligar-se com o cálcio, pode provocar arritmias cardíacas. Somente o Médico Veterinário está apto a fazer alterações nas dosagens recomendadas para o uso do produto.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não administrar em fêmeas prenhes a lactantes, animais com menos de 30 dias de idade.

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Distribuidores

Este produto ainda não tem distribuidores

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.