Sobre

Princípio(s) Ativo(s)

  • Enrofloxacina

Classificaçāo

Antibiótico (grupo Fluorquinolonas)

Receita

Receita Simples

Espécies

Cães e Gatos

COMPOSIÇÃO

Enrotrat Tabs 25 mg - Cada comprimido palatável contém:

Enrofloxacina 25 mg

Excipiente q.s.p. 200 mg


Enrotrat Tabs 100 mg - Cada comprimido palatável contém:

Enrofloxacina 100 mg

Excipiente q.s.p. 800 mg


Enrotrat Tabs 200 mg - Cada comprimido palatável contém:

Enrofloxacina 200 mg

Excipiente q.s.p. 1600 mg

INFORMAÇÕES AO CLIENTE

Obedecer ao modo de uso e dosagens preconizadas. A administração em animais com insuficiência renal ou desordens hepáticas ou cardíacas graves deve ser feita com o acompanhamento do médico veterinário. 

ARMAZENAMENTO

Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar, entre 5°C e 30°C, fora do alcance de crianças e animais domésticos. Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do médico veterinário.

Apresentações e concentrações

Apresentações e concentrações

  • - Enrotrat Tabs 25 mg, comprimido (10 un)
  • - Enrotrat Tabs 100 mg, comprimido (10 un)
  • - Enrotrat Tabs 200 mg, comprimido (10 un)

Indicações e contraindicações

INDICAÇÕES

ENROTRAT TABS é um antibiótico à base de enrofloxacina em formulação palatável. A enrofloxacina pertence à família das fluorquinolonas e se destaca por seu amplo espectro de ação e por sua rápida absorção, metabolização e distribuição. Com ação bactericida, ENROTRAT TABS é indicado para o tratamento de infecções que acometem cães e gatos, causadas por Escherichia coli, Pasteurella multocida, Klebsiella pneumonia, além da Bordetella bronshiseptica em gatos.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

Segundo estudos toxicológicos, a enrofloxacina é contra-indicada durante a fase de crescimento rápido do animal (entre 2 e 8 meses de idade para cães de raças pequenas e médias; até 18 meses de idade para cães de raças grandes ). Não é recomendado o uso em gatos com menos de 8 semanas de idade. Não administrar em animais com histórico de hipersensibilidade à enrofloxacina.

EFEITOS ADVERSOS

Estudos clínicos de segurança conduzidos com o produto, na dosagem de 5 mg/kg, uma vez ao dia por 10 dias, demonstraram que o mesmo é seguro. Entretanto relatos de literatura apontam que raramente podem ocorrer reações gastrintestinais como vômito e anorexia. Em gatos, raras incidências de toxicidade ocular têm sido relatadas com o uso da enrofloxacina em altas dosagens, sendo caracterizada por midríase, degeneração da retina e cegueira. 

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não administrar em cadelas prenhes ou em fase de lactação. 

Administração e doses

Via(s)

Oral

Videos da(s) via(s)

FREQUÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

24 horas

DURAÇÃO DO TRATAMENTO

3 a 5 dias ou a critério do Médico Veterinário

Enrotrat Tabs 25 mg

Recomendado

Cães e Gatos

1 comprimido / 5 kg

calcular

Enrotrat Tabs 100 mg

Recomendado

Cães e Gatos

1 comprimido / 20 kg

calcular

Enrotrat Tabs 200 mg

Recomendado

Cães e Gatos

1 comprimido / 40 kg

calcular

OBSERVAÇÕES

ENROTRAT TABS deve ser oferecido ao animal, de acordo com a dosagem preconizada para o seu peso corporal, diretamente na mão do proprietário ou juntamente com ração ou outros alimentos, não havendo a necessidade de jejum prévio ou qualquer alteração na dieta para a sua administração.

Soluções que contenham ferro, alumínio, zinco, manganês e cálcio reduzem a absorção da enrofloxacina, quando administradas concomitantemente a esta. A nitrofurantoína, o cloranfenicol e a rifamicina pode antagonizar a atividade antimicrobiana das fluorquinolonas, não sendo recomendado o seu uso concomitante. A enrofloxacina administrada junto à teofilina pode aumentar sua concentração plasmática. A probenecida bloqueia a secreção tubular da enrofloxacina podendo aumentar os níveis plasmáticos da droga e o seu tempo de meia via. A nefrotoxicidade causada pela ciclosporina de uso sistêmico pode ser exacerbada quando utilizada junto às fluorquinolonas. A administração concomitante com antiinflamatórios não esteróides (AINEs) pode potencializar os efeitos estimulantes do sistema nervoso central das quinolonas.

Interações medicamentosas

Hidróxido de Alumínio

Tipo de Interação

Antagonismo

Grau de Interação

Moderado

Efeito Clínico

Efeito terapêutico diminuido do Antibiótico

Mecanismo de Ação

Diminuição da absorção gastrointestinal de Fluorquinolonas devido à quelação com os íons presentes no antiácido

Conduta

Evitar o uso, se não for possível o antibiótico deve ser tomado 2 horas antes ou 6 horas após a administração do antiácido

* Aviso Legal - Interações Medicamentosas - O Aplicativo Vet Smart contém informações de interação medicamentosas em geral, que foram levantadas por pesquisa realizada pelo próprio Vet Smart, de modo que as informações médicas e sobre medicamentos não é um aconselhamento médico veterinário e não deve ser tratado como tal. Portanto, a Vet Smart não garante nem declara que a informação sobre tratamentos médicos veterinários ou interações medicamentosas do Aplicativo Vet Smart: (A) estará constantemente disponível, ou disponíveis a todos; ou (B) são verdadeiras, precisas, completas, atuais ou não enganosas.

Farmacologia

FARMACODINÂMICA

A enrofloxacina pertence a classe das quinolonas, cuja atividade bactericida é atribuída a sua habilidade de inibir a DNA-girase. Esta enzima, também conhecida como toisomerase II, atua na maioria dos processos biológicos que comprometem o DNA, tais como, transcrição, recombinação, replicação e reparação. A ação da enrofloxacina sobre a DNA-girase se dará através do relaxamento das espirais do DNA, que passa então a ocupar um espaço maior que o contido nos limites do corpo bacteriano, levando à morte celular.

FARMACOCINÉTICA

A enrofloxacina é bem absorvida após administração oral com picos de concetração sérica sendo atingidos cerca de 2 horas após sua administração. As quinolonas em geral tem uma boa e rápida penetração em todos os tecidos, com um volume de distribuição variando entre 2°Ca 4 L/kg. As maiores concentrações são encontradas na bile, rins, fígado, pulmões e sistema reprodutivo (incluindo tecido e fluido prostático). Níveis terapêuticos também são obtidos nos ossos, fluido sinovial, pele, músculos, humor aquoso e fluido pleural. A metabolização se dará através da oxidação microssômica ao nível de citocromo P-450 e de conjugação com o ácido glicurônico. A enrofloxacina é de-etilada para formar a ciprofloxacina, um metabólito ativo com ação antimicrobiana na maioria das espécies. A enrofloxacina é eliminada tanto por mecanismo renal quanto não renal (hepático). Aproximadamente 15 a 50% da droga é eliminada de forma inalterada pela urina, tanto por secreção tubular quanto por filtração glomerular. As rotas metabólicas comuns deste agente são a desalquilação, glucorinização, oxidação, sulfoxidação, acetilação e ruptura do anel piperazínico. A meia-vida de eliminação aproximada em cãe é 4 a 5 horas e em gatos 6 horas.

EFEITOS ADVERSOS

Estudos clínicos de segurança conduzidos com o produto, na dosagem de 5 mg/kg, uma vez ao dia por 10 dias, demonstraram que o mesmo é seguro. Entretanto relatos de literatura apontam que raramente podem ocorrer reações gastrintestinais como vômito e anorexia. Em gatos, raras incidências de toxicidade ocular têm sido relatadas com o uso da enrofloxacina em altas dosagens, sendo caracterizada por midríase, degeneração da retina e cegueira. 

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não administrar em cadelas prenhes ou em fase de lactação. 

Avaliações

Como você avaliaria a performance do produto?

Desempenho do Produto

Muito satisfatório
Satisfatório
Insatisfatório
Muito insatisfatório

Referências Bibliográficas

Este produto ainda não tem Referências/Literatura Recomendada.