Nome da Raça

Braco Húngaro de Pelo Curto

Porte

Grande

Peso

Fêmeas: 20-30 kg. Machos: 20-30 kg

Altura na Cernelha

Fêmeas: 54-60 cm. Machos: 58-64 cm

Nível de atividade

Muito alta

Temperamento

Gentil, carinhoso e enérgico

Adestrabilidade

Alta

Introdução

Origem

O Braco Húngaro de pelo curto, também conhecido como Vizsla Húngaro, é um dos mais antigos cães de caça conhecidos.

Seus ancestrais foram descritos há muitos anos em ilustrações encontradas em documentos do século XIV, quando chegaram à Bacia dos Cárpatos, na Grécia, trazidos pelas tribos nômades húngaras, os Magyar.

Porém acredita-se que a história da raça seja ainda mais antiga, datando de mais de mil anos, quando os Magyares se instalaram na Hungria e cruzaram então cães sabujos de pelagem amarela locais com o Sloughi, um Lebrel de origem árabe.

A partir do século XVIII, sua importância como cão de caça aumentou significativamente.

No fim do século XIX, o Braco Húngaro de pelo curto recebeu também o sangue do Pointer em sua formação.

Também nessa época competições foram organizadas na Hungria para cães de aponte, nas quais os Vizslas Húngaros participaram com grande sucesso.

A raça como é conhecida hoje se estabeleceu em 1920 e recebeu reconhecimento da FCI em 1936.

Nome original

Rövidszörü Magyar Vizsla

País de origem

Hungria

Características gerais

Aspectos raciais

O Braco Húngaro de pelo curto é um cachorro de aspecto robusto, embora leve e de movimentação elástica e elegante.

A cabeça tem um aspecto nobre, com focinho longo, troncudo e não afilado.

A trufa apresenta a mesma cor da pelagem.

Seus maxilares são poderosos e sua mordedura é em tesoura com dentes fortes.

Os olhos do Braco Húngaro de pelo curto são ovais e de tamanho médio, transmitindo uma expressão viva e inteligente.

A cor dos olhos é marrom, preferencialmente o mais escuro possível.

As orelhas são inseridas em uma altura média e ligeiramente atrás na cabeça

.

São finas, caindo perto das bochechas, terminando em forma de “V” arredondado.

O pescoço possui uma nuca musculosa que se harmoniza bem com sua aparência geral.

Seu tórax é profundo e largo, com peito bem desenvolvido, musculoso e moderadamente arqueado.

Sua cauda é inserida ligeiramente baixa, forte na base e afilando para a extremidade.

Os membros anteriores dessa raça são fortes e os posteriores bem musculosos como tendões evidenciados.

Suas patas são ligeiramente ovais, com dedos fechados e bem arqueados, com unhas marrons e fortes.

A pelagem do Braco Húngaro de pelo curto é curta, densa e dura ao toque.

Vários tons de vermelho-dourado e dourado areia escuro são admitidos.

Pelo

Curto

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

Vivo, amável e equilibrado, o Braco Húngaro de pelo curto é treinado facilmente, por sua grande obediência.

Tem caráter dócil, nem agressivo nem tímido.

Possui um desejo particular de manter contato com seu dono enquanto trabalha, sendo essa uma de suas maiores qualidades.

São enérgicos e gostam muito de correr e brincar.

Necessita de certa atenção com crianças, pois não suporta ser tratado com brutalidade.

Precisam de muita atividade física diária, longas caminhadas, além de atividades esportivas.

Caso entediado, pode canalizar sua energia destruindo objetos como sapatos e móveis.

Sua pelagem não requer cuidados especiais.

Sensibilidade a fármacos

Não relatada

Predisposição à doenças

Dermatológicas

Adenite sebácea granulomatosa

  • Sem predisposição sexual
  • Provoca alopecia nesta raça

Dermatite atópica

  • Raça com predisposição

Endócrinas

Tireoide autoimune

  • Incidência significativa na raça
  • Herdada geneticamente

Hematológicas e imunológicas

Trombocitopenia imunomediada

  • Comum nesta raça
  • Provavelmente herdado
  • As fêmeas são mais comumente afetadas que os machos

Doença de von Willebrand

  • Herdada geneticamente

Musculoesqueléticas

Displasia coxofemoral

  • Herdada geneticamente

Neurológicas

Epilepsia

  • Herdada geneticamente

Oftálmicas

Entrópio

  • Predisposição de raça
  • Herança poligênica provável

Catarata

  • Herança suspeita

Glaucoma primário

Atrofia progressiva generalizada da retina

  • Modo de herança desconhecido, mas presumido ser por gene recessivo
  • Clinicamente aparente por volta dos 3 anos

Referências bibliográficas

ALLANSWERS. Cães que Mudaram o Mundo. Disponível em: http://pt.allanswers.site/animais-e-insetos/caes-que-mudaram-o-mundo.php . Acesso em: 24 jan. 2017.

CACHORRO Gato. Ficha do Vizsla. Disponível em: http://www.cachorrogato.com.br/racas-caes/vizsla-braco-hungaro-pelo-curto/ . Acesso em: 22 jan. 2017.

CANINE Health. Vizsla. Disponível em: http://www.caninehealthinfo.org/brdreqs.html?breed=VZ . Acesso em: 23 jan. 2017.

DOG Time. Vizsla. Disponível em: http://dogtime.com/dog-breeds/vizsla#/slide/1 . Acesso em: 22 jan. 2017.

CONFEDERAÇÃO Brasileira de Cinofilia. Padrão Oficial da Raça: Braco Húngaro de Pelo Curto. 16 mar. 2015. Disponível em: https://www.cbkc.org/padroes/pdf/grupo7/bracohungarodepelocurto.pdf . Acesso em: 20jan.2017.

AKC. Vizsla. Disponível em: http://www.akc.org/dog-breeds/vizsla/ . Acesso em: 21 jan. 2017.

GOUGH, A.; THOMAS, A. Breed Predisposition to Disease in Dogs and Cats. 1ª Ed. Oxford: Blackwell Publishing, 2004, p. 89.

SEARCHHERE. Elementos Importantes do Sistema Imunológico. Disponível em: http://searchkidman.blogspot.com.br/2015/03/elementos-importantes-do-sistema.html . Acesso em: 23 jan. 2017.

VCA Web. Health. Disponível em: http://www.vcaweb.org/welfare/health.shtml . Acesso em: 23 jan. 2017.

VCA Web. Timeline of Zizsla and VCA “Firstis”. Disponível em: http://www.vcaweb.org/breed/timeline.shtml . Acesso em: 21 jan. 2017.

Imagem: http://mundoanimal.net.br/wp-content/uploads/2016/01/vizsla-braco-hungaro.jpg.