Nome da Raça

American Shorthair

Peso

3,5 – 7 kg

Altura

20 – 25 cm

Temperamento

Sociável, afetuoso, amistoso, brincalhão

Introdução

Origem

A história do American Shorthair começa com a chegada dos primeiros imigrantes europeus aos Estados Unidos, que levaram com eles alguns gatos para combater os roedores nos navios.

Durante anos, o American Shorthair, ainda um gato comum, foi selecionado apenas por sua aptidão para caçar ratos e sua resistência à condições climáticas difíceis.

No final do século XIX, os americanos se interessaram pela criação de gatos desenvolvida pelos ingleses e importaram gatos da raça British Shorthair para realização de cruzamentos.

Em 1904, a CFA (The Cat Fanciers’ Association) registrou em seu Livro de Origens o primeiro Shorthair considerado puramente americano: tratava-se de um macho esfumaçado chamado “Buster Brown”.

O status felinotécnico do American Shorthair permaneceu vago por bastante tempo. Ele foi chamado de “Shorthair”, depois de “Domestic Shorthair”, antes de se tornar finalmente, em 1966, o “American Shorthair”. Esta denominação foi dada pela American Shorthair Cat Association, criada naquela ocasião.

Outra designação

Americano Pêlo-Curto (português)

País de origem

Estados Unidos

Características gerais

Aspectos raciais

Segundo a CFA, o aspecto de conjunto do American Shorthair deve mostrar que se trata de uma verdadeira “raça de trabalho”, e o corpo, solidamente construído, deve evocar potência, agilidade e resistência. Em outras palavras, o American Shorthair tem proporções mediolíneas, com o corpo um pouco mais longo que alto.

Os membros e o rabo, assim como a cabeça, devem estar em harmonia com o corpo. A cabeça apresenta faces cheias e, de frente, nota-se que o crânio não é convexo, as orelhas são de tamanho médio e o focinho é quadrado. De perfil, observa-se uma ligeira concavidade da testa ao nariz.

O maxilar deve ser forte e longo para garantir a fixação da presa. Os olhos são de tamanho médio a grande, redondos e ligeiramente amendoados a esverdeados.

A pelagem é curta, de aspecto espesso e sedoso. A densidade da pelagem é muito variável, dependendo da estação (no inverno fica mais espessa). Atualmente, o American Shorthair apresenta variações de pelagem das mesmas cores e marcações reconhecidas em seu primo distante British Shorthair.

Encontram-se mantos uniformes, tartaruga, tabby (listrado) e derivados. Dentre estes, incluem-se mantos cuja base dos pelos é descolorida (tabby prata, tabby esfumaçado, chinchila), mantos bicolores com áreas brancas mais ou menos pronunciadas, mantos tabby (tabby marmóreo, tabby tigrado, tabby pintalgado), assim como as variedades colourpoint (de tipo siamês) e golden.

Nos dias atuais, a variedade tabby prata é uma das mais apreciadas.

Pelagem

Curto

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

O amistoso American Shorthair é um gato adaptável aos diferentes nichos familiares, tornando-o uma excelente companhia tanto para famílias com mais de uma pessoa como para pessoas sozinhas, se relacionando bem, inclusive, com crianças a idosos. Esta é uma raça que demanda bastante afeto e adora ser acariciado no colo.

São bastante inteligentes e aprendem truques com facilidade. Como todo gato, deve ser estimulado a realizar atividades diárias e a sua casa deve ser enriquecida com arranhadores e brinquedos interativos, que estimulem o hábito de caça e interatividade com o proprietário, para que não se desenvolvam alterações comportamentais relacionadas ao tédio.

Uma vez que são gatos sociáveis, os American Shorthairs também costumam socializar bem com outros animais, incluindo cães.

É importante escovar o seu pelame semanalmente. O restante são cuidados básicos: limpeza de orelhas se houver acúmulo de cerúmen, corte de unhas e uso de uma ração de qualidade.

Sensibilidade a fármacos

Quando submetidos à administração de alguns fármacos, os felinos apresentam diferentes respostas daquelas manifestadas pelos cães.

Em gatos, a intoxicação pelo uso de substâncias como o paracetamol, ácido acetilsalicílico e dipirona se faz bastante frequente na rotina médico-veterinária, podendo, muitas vezes, levar o animal a óbito e isto ocorre devido às particularidades dos mecanismos de metabolização farmacológica da espécie.

Gatos apresentam uma deficiência relativa na atividade de algumas enzimas, como a glicuronil-transferase, responsável por catalisar as reações de conjugação mais importantes no metabolismo de fármacos dos mamíferos.

Além disso, estes animais são muito suscetíveis ao desenvolvimento de metahemoglobinemia e à formação de corpúsculos de Heinz após a administração de alguns fármacos, por possuírem um número maior de grupos sulfidril nas hemácias, quando comparado com cães e humanos.

Desta forma, é fundamental que o médico veterinário esteja atento a essas peculiaridades metabólicas dos gatos para melhor atender e informar seus clientes quanto ao risco da administração de certas substâncias.

Predisposição à doenças

Cardiomiopatia hipertrófica: Gatos da raça American Shorthair são predispostos a desenvolver cardiomiopatia hipertrófica (CMH), a doença cardíaca mais comum dos gatos.

Esta condição causa um espessamento (hipertrofia) do músculo cardíaco, o que resulta no volume reduzido de sangue dentro dos ventrículos, reduzindo assim o volume de sangue que o coração bombeará para a circulação sistêmica.

A CMH pode gerar falência cardíaca, tromboembolismo arterial sistêmico e é uma causa de morte súbita em gatos. Um ecocardiograma pode confirmar se o gato a possui.

Referências bibliográficas

GOUGH, A.; THOMAS, A. Breed Predispositions to Disease in Dogs and Cats. 2º Ed. Oxford: Wiley-Blackwell, 2010. p. 219.

The Cat Encyclopedia: The Definitive Visual Guide. Editora: Penguim Random House / DK, 2014.

Enciclopédia Larousse do Gato e do Gatinho. Editora: Larousse, 2010.

International Cat Care. American Shorthair. Disponível em: https://icatcare.org/advice/cat-breeds/american-shorthair

Vet Street. American Shorthair. Disponível em: http://www.vetstreet.com/cats/american-shorthair

Imagem disponível em: http://www.vetstreet.com/cats/american-shorthair