Nome da Raça

Biewer Terrier

Porte

Pequeno

Peso

Fêmeas: 2-4 kg Machos: 2-4 kg

Altura na Cernelha

Fêmeas: 17-27 cm Machos: 17-27 cm

Nível de atividade

Alta

Temperamento

Inteligente, leal, amoroso

Adestrabilidade

Moderada

Introdução

Origem

O surgimento do Biewer Terrier ocorreu por acaso, quando os criadores de Yorkshire Terrier nos Estados Unidos encontraram um filhote de cachorro com piebaldismo em uma ninhada de cães que criaram em 1984.

Acharam a coloração encantadora e começaram um programa seletivo de criação com o objetivo final de produzir mais terriers filhotes desse tipo. Eles continuaram seus esforços ao longo de vários anos até que eles produziram cães que eles consideravam ser uma nova raça. 

Em 2003 eles introduziram o Biewer nos Estados Unidos e, assim, eles foram um sucesso imediato. Estes cachorros foram originalmente chamados de "Bierwer Yorkshire Terriers a la Pom Pom" e eles foram oficialmente reconhecidos pelo IIgemeiner Club der Hundefreunde Deutschland em 1989, mas o United Kennel Club of America não reconheceu a raça até 2016. 

Após testes extensivos realizados na América, os terrier Biewer são uma raça separada e não apenas Yorkshire Terriers. Como tal, um padrão de raça foi estabelecido nos Estados Unidos e esses cachorros foram chamados de Biewer Terriers pela primeira vez. 

Hoje, o Biewer e o Yorkshire Terrier são considerados raças únicas por direito próprio, embora esses pequenos terriers encantadores não sejam reconhecidos como uma raça por direito próprio pelo Kennel Club no Reino Unido, mas estão registrados como tal no American Kennel Club.

Nome original

Bierwer Yorkshire Terriers a la Pom Pom

País de origem

Estados Unidos da América

Características gerais

Aspectos raciais

O Biewer tem a aparência de um elegante Terrier, de pelagem tricolor e longa. A pelagem cai reta para ambos os lados, repartida por uma linha que se estende da trufa até a base da cauda. O dorso é plano, com a altura dos ombros igual à altura da garupa.

Embora de aparência quadrada, o comprimento do corpo pode ser ligeiramente maior do que a altura na cernelha. A cauda é portada alta, com a ponta direcionada para o dorso e coberta por uma pelagem longa.

Na região craniana, a cabeça é pequena e plana, com stop moderado. Crânio não muito proeminente ou arredondado. Focinho não muito longo e em proporção com o crânio. Trufa deve ser preta.

Olhos de tamanho médio, escuros, com expressão inteligente e de inserção frontal. Podem ser redondos ou amendoados. Não proeminentes e as bordas palpebrais devem ser escuras.

Orelhas pequenas a médias, em forma de V, portadas verticalmente, eretas, sem serem demasiadamente afastadas, revestidas de pelagem e as pontas devem ser raspadas. Os dentes são bem alinhados, com maxilares de igual comprimento. Mordedura em tesoura ou torquês. 

O tronco é de ossatura fina ou média, com boa linha de dorso. A altura nos ombros é a mesma altura da garupa. O comprimento do corpo pode ser ligeiramente maior que a altura do cão. O peito deve ser largo e visto de frente, amplo. Visto de perfil, alcançando os cotovelos. A caixa torácica é moderadamente arqueada, com a linha inferior ligeiramente esgalgada e o lombo curto, mas forte.

Os membros anteriores possuem ombros bem colocados, pernas retas e bem revistadas de pelagem. Os membros posteriores, quando vistos por trás, são retos. Vistos de perfil, o joelho é moderadamente angulado. Patas são redondas; unhas pretas ou brancas.

A cauda é íntegra e deve ser portada alta, em curva ou em semicírculo, com a ponta direcionada para o lombo. Quando em alerta, ou mesmo muito feliz, a cauda pode ser portada bastante alta e alegremente e neste caso, sempre com a ponta apontada para o lombo. Deve ser coberta por uma pelagem longa, sedosa e solta. 

A marcha natural da raça é fluente e com boa propulsão. Os anteriores e posteriores trabalham corretamente direcionados para frente, o que mantém a linha superior nivelada. O pelo é longo e solto, fino com textura suave e sedosa. O pelo é perfeitamente reto, sem subpelo, não devendo ser lanoso ou ondulado.

A cor da raça é o branco, azul aço escuro e dourado ou branco, preto e dourado. Na cabeça, a cor pode ser branco, azul aço escuro e dourado; branco, preto e dourado; azul aço escuro/preto e dourado ou até mesmo branco e dourado.

O branco na cabeça pode ser encontrado na região do queixo, na ponta do focinho, cana nasal ou até mesmo se estendendo por uma faixa mais ou menos larga, passando por entre os olhos (sulco frontal). O ideal é a distribuição das cores em boa simetria. A coloração da pelagem no corpo deve ser azul aço escuro e branco ou preto e branco.

A quantidade de cada cor é de preferência pessoal, sem padrões dominantes. Na pelagem do corpo não poderá haver qualquer mescla de pelos dourados ou castanhos. No peito, barriga, pernas e ponta da cauda, deve ser absolutamente branca. O branco do peito deve vir até o pescoço, cobrindo o queixo.

Pelo

Longo

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

Essa raça é inteligente, leal e muito dedicada à sua família humana. Eles têm uma atitude divertida e amorosa e são ótimos companheiros para todas as idades. Aceitam qualquer tipo de animal.

Biewer Terriers não requer muitos cuidados especiais, apenas banhos com shampoos veterinários, conforme orientação veterinária, escovação do pelame diariamente para evitar a formação de nós, escovação dentária semanal e alimentação de qualidade.

Sensibilidade a fármacos

Não foram encontrados em literatura relatos de sensibilidade à fármacos específicos relacionados à raça em questão.

Predisposição à doenças

Não foram encontrados em literatura relatos de predisposição à doenças específicas relacionados à raça em questão.

Referências bibliográficas

CBKC Confederação Brasileira de Cinofilia. Padrão Oficial da Raça: Biewer Terrier. Disponível em: http://cbkc.org/racas. Acesso em: 15 fev. 2018. 

FOGLE, B. Guia Ilustrado Zahar Cães. 2 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2009. 344 p.

GOUGH, A.; THOMAS, A. Breed Predispositions to Disease in Dogs and Cats. 3º Ed. Oxford: Wiley-Blackwell, 2018. 398 p.

Nestlé Purina Australia. Dog Breeds. Biewer Terrier. Disponível em: http://www.purina.com.au/owning-a-dog/dog-breeds/BierwerTerrier. Acesso em: 10 fev. 2018

Pet guide. Breeds. Dog Breeds. Biewer Terrier. Disponível em: http://www.petguide.com/breeds/dogs/biewerterrier. Acesso em: 10 fev. 2018

Vet Street. Dog Breeds. Biewer Terrier. Disponível em: http://www.vetstreet.com/dogs/biewer-terrier. Acesso em: 10 fev. 2018

Imagem disponível em: http://img.olx.com.br/images/50/507818004794821.jpg