Nome da Raça

Cão da Groelândia

Porte

Médio

Peso

Informação não encontrada em literatura

Altura na Cernelha

Fêmeas: 55-60 cm Machos: 55-60 cm

Nível de atividade

Alta

Temperamento

Apaixonado, energético, corajoso

Adestrabilidade

Alta

Introdução

Origem

O Cão da Groenlândia é uma das raças mais antigas do mundo e foi usada desde os tempos mais remotos por esquimós somente com o propósito de conduzir trenós. 

A seleção dos exemplares para a criação da raça foi baseada principalmente em qualidades como força, rusticidade e resistência, mas uma aparência elegante também foi mantida. Com uma natureza robusta, o Cão da Groenlândia é especialmente um cão para aqueles que apreciam a vida ao ar livre. É um excelente companheiro para pessoas que gostam de passear pelos bosques ou montanhas. 

Nome original

Grønlandshund

País de origem

Groenlândia

Características gerais

Aspectos raciais

A aparência geral do Cão da Groenlândia é a de um spitz polar muito forte, desenvolvido para ter resistência e realizar trabalhos extenuantes como cão de trenó sob as condições inóspitas do Ártico. 

O corpo é retangular e curto, com a relação da altura na cernelha. Nas fêmeas é permitido um tronco um pouco mais longo. Seu crânio é largo, ligeiramente arqueado. Na face, a rufa é grande e a coloração se dá de acordo com a cor da pelagem, sempre de cor castanho fígado em cães com a pelagem vermelho ou marrom escura em cães com a pelagem “sable”. Pode se tornar rosa durante o inverno.

Os olhos escuros são mais comuns, mas a coloração dos mesmos pode se dar de acordo com a coloração da pelagem. As orelhas são pequenas, triangulares, com as extremidades arredondadas, portadas firmemente eretas. São muito móveis e expressivas. 

A cauda é de inserção alta, grossa e densa. Portada em curva ou ligeiramente enrolada sobre o dorso. As patas, de preferência grandes, são poderosas e redondas, com unhas e almofadas fortes. O cão da Groenlândia se movimenta em um trote eficiente, harmonioso, fluente e incansável, o que é essencial para um cão de trenó. 

Visto de frente, quando caminha, o Cão da Groenlândia não se move em linha única (“single tracking”), mas à medida que a velocidade aumenta, os membros vão gradualmente convergir para dentro até que as patas percorram uma linha central. 

Seu pelo é duplo, com subpelo macio e denso e uma pelagem externa densa, reta e áspera, sem ser encaracolada ou ondulada. Na cabeça e nos membros a pelagem é mais para curta; no tronco, mais longa e mais abundante. O pelo é longo na linha inferior da cauda, dando à ela uma aparência frondosa (“bushy”). Essa raça pode se apresentar em diversas cores, sólidas ou mescladas. 

Pelo

Semi-longo

Comportamento e cuidados

Comportamento e cuidados

As qualidades predominantes do Cão da Groenlândia são a energia, força mental e coragem. É um apaixonado e incansável cão de trenó. Com pessoas, inclusive estranhos, é amigável, e ao passo que atua como cão de trenó, não se vincula a uma pessoa em particular, não sendo, assim, adequado como cão de guarda. Na caça às focas e ursos polares demonstra um forte instinto de caça.

Não foram encontrados em literatura os cuidados específicos para esta raça em questão, portanto, deve-se realizar o cuidado básico recomendado para qualquer cão, o que envolve escovação do pelo regularmente, corte de unhas quando necessário, escovação dentária semanal, idas periódicas ao veterinário e alimentação de boa qualidade.

É importante sempre verificar as orelhas a procura de sujeira, vermelhidão ou um mau cheiro, o que pode indicar uma infecção. 

Sensibilidade a fármacos

Não foram encontrados em literatura relatos de sensibilidade à fármacos específicos relacionados à raça em questão.

Predisposição à doenças

Não foram encontrados em literatura relatos de predisposição à doenças específicas relacionados à raça em questão.

Referências bibliográficas

CBKC Confederação Brasileira de Cinofilia. Padrão Oficial da Raça: Cão da Groelândia. Disponível em: http://cbkc.org/racas. Acesso em: 15 fev. 2018. 

FOGLE, B. Guia Ilustrado Zahar Cães. 2 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2009. 344 p.

GOUGH, A.; THOMAS, A. Breed Predispositions to Disease in Dogs and Cats. 3º Ed. Oxford: Wiley-Blackwell, 2018. 398 p.

Nestlé Purina Australia. Dog Breeds. Greenland Dog. Disponível em: http://www.purina.com.au/owning-a-dog/dog-breeds/GreenlandDog. Acesso em: 10 fev. 2018

Pet guide. Breeds. Dog Breeds. Greenland Dog. Disponível em: http://www.petguide.com/breeds/dogs/greenlanddog. Acesso em: 10 fev. 2018

Vet Street. Dog Breeds. Greenland Dog. Disponível em: http://www.vetstreet.com/dogs/greenland-dog. Acesso em: 10 fev. 2018

Imagem disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/4/45/Greenland_dog_upernavik_2007-06-02_sample.jpg/1200px-Greenland_dog_upernavik_2007-06-02_sample.jpg