Avaliação de um nutracêutico na eficiência reprodutiva de cães machos

Empresa

Vetnil

Data de Publicação

31/12/2000

PDF

Lorena Tavares de Brito Nery – MV, Mestranda,PGCAT-UFRPE. E-mail: lorenatavares@gmail.com
Érika Christina Santos Oliveira – PhD,Professor Adjunto, DMV-UFRPE

Há um interesse crescente em suplementos que são utilizados com a finalidade de melhorar a qualidade seminal dos animais. O objetivo deste trabalho foi relatar dois casos de cães machos atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural de Pernambuco que apresentavam problemas relacionados às suas performances reprodutivas. Estes animais foram submetidos à suplementação com um nutracêutico específico para reprodução (Promater®) por 60 dias consecutivos. Como resultado observou-se que a administração do nutracêutico contribuiu para a melhora na qualidade seminal dos cães tratados, principalmente no que se referiu à concentração espermática. Concluindo-se que a utilização deste suplemento permitiu uma reposta satisfatória na reprodução de cães.

Palavras-chave: Reprodução; Sêmen; Suplementação; Cão.

There is a large interesting in supplements that are used in order to improve the semen quality of the animals. The objective of this study was to report the effects of providing a supplement specific for reproduction (Promater®) for two male adult dogs which presented poor semen quality. The animals received a nutritional supplementation with Promater® according to the recommendation of manufactures (0,5 ml/kg, 2X daily for 60 days). As a result,it was observed that the dietary supplementation improved the quality of semen, particularly the sperm concentration. In conclusion, the use of Promater® provided a beneficial effect on semen quality of male dogs.

Keywords: Reproduction; Semen; Supplementation, Dog.

Nos últimos anos, tem-se observado um crescente interesse pela cinofilia, fazendo com que esta atividade deixe de ser encarada apenas como um hobby para se tornar de fato uma atividade comercial.

Já foi comprovado que a boa nutrição é um dos pontos chave para a boa performance reprodutiva de um plantel. Dessa forma, a busca por suplementos nutricionais que melhorem a eficiência reprodutiva de cães vem sendo alvo das pesquisas, tais como o desenvolvimento de nutracêuticos específicos para a reprodução, que representam uma boa opção para suprir as necessidades nutricionais de cães em fase reprodutiva.

Assim, instigados pela necessidade de estudos que comprovem a eficácia de nutracêuticos que atuem diretamente na esfera reprodutiva, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de um nutracêutico específico para a reprodução (Promater®) sobre a qualidade seminal de cães após um período de 60 dias de suplementação.

Os nutracêuticos são suplementos nutricionais geralmente constituídos por vitaminas, minerais, aminoácidos e ácidos graxos.

As vitaminas são nutrientes essenciais e sua necessidade na reprodução animal está bem estabelecida, uma vez que atuam na função celular imune (1), colaboram com a produção de hormônios esteróides (2) e na formação dos espermatozoides (3). As vitaminas do complexo B servem como co-fatores na maioria das vias metabólicas, sendo estas necessárias para o crescimento corpóreo, reprodução e desenvolvimento fetal (4). Já a suplementação com ácidos graxos (ômega 3 e 6) pode interferir na esteroidogênese e gametogênese (5). A manutenção da qualidade espermática durante a espermatogênese, a reserva epididimária e a ejaculação estão relacionadas, entre outros fatores, à capacidade do selênio (Se) e vitamina E atuarem como antioxidantes celulares, reduzindo o dano oxidativo causado pelos radicais livres em proteínas e ácidos nucléicos (6). Esta ação torna-se importante, pois a formação de radicais livres após a peroxidação lipídica das membranas celulares dos espermatozoides causa danos que levam à diminuição da viabilidade da célula espermática. Além disso, a atividade oxidativa dos metabólitos interfere com a fluidez da membrana, locomoção celular e, consequentemente, com a fertilidade (6).

O zinco, por sua vez, é essencial para o crescimento normal, reprodução e expectativa de vida dos animais e tem efeito benéfico no processo de reparação tecidual e cicatrização. É um componente importante do sêmen e atua sobre a motilidade espermática (7). Em baixas concentrações, o zinco é importante para a espermatogênese (incorpora-se ao flagelo das espermátides alongadas e também é encontrado nas fibras densas externas da cauda do espermatozoide) (8). Adicionalmente, o zinco ainda participa na produção, armazenagem e secreção de hormônios, tais como a testosterona (9).

Relato de Caso 1

Um cão raça Pug, macho, 4 anos, foi atendido no Hospital Veterinário da UFRPE. Durante a anamnese, o proprietário relatou que o animal cobrira duas cadelas havia três meses e ambas ficaram vazias. Ele ainda afirmou que as cadelas apresentavam histórico de ninhadas anteriores com outro cão. Foi realizado o exame físico geral e andrológico e não foram encontradas alterações evidentes no animal. A colheita de sêmen foi realizada por meio da manipulação digital do pênis com presença de fêmea em estro.

Relato de Caso 2

Um cão da raça Pug, macho, 3 anos, foi atendido no Hospital Veterinário da UFRPE. Durante a anamnese o proprietário relatou que o animal não apresentava interesse por fêmeas no cio e que, consequentemente, nunca havia cruzado. Foi realizado o exame físico geral e andrológico e não foram encontradas alterações evidentes no animal. Dessa forma, prosseguiu-se para a avaliação seminal. A primeira colheita de sêmen foi realizada por meio da manipulação digital do pênis com presença de fêmea em estro.

Características físicas do ejaculado

Foi realizada através da análise macroscópica do sêmen,sendo observado o volume (mL) e aspecto (cor e aparência) e, por meio de análise microscópica com o auxílio de um microscópio óptico, foram avaliados a motilidade (%), o vigor e a concentração espermática (106 espermatozoides/ mL). A avaliação das características morfológicas do sêmen foi realizada por meio de preparação úmida e uso de microscópio de contraste de fase.

Administração do nutracêutico

O tratamento foi iniciado com Promater® (Vetnil, Brasil), e a dose administrada foi a recomendada pelo fabricante (0,5ml/kg, 2xdia, durante 60 dias). Durante o tratamento foi solicitado que o animal permanecesse em repouso sexual. Além disso, foi solicitada interrupção de qualquer suplementação adicional.

O cão do primeiro caso apresentava concentração espermática abaixo do padrão para a espécie (10), sendo um indicativo que o potencial de fertilidade do mesmo era questionável. A etiologia da anormalidade poderia estar relacionada a um processo de degeneração testicular transitório.

O segundo caso apresentava um cão com a porcentagem de espermatozóides móveis satisfatória. No entanto, o animal apresentava elevada porcentagem de defeitos de peça intermediária e cauda dos espermatozoides, o que poderia sugerir alguma alteração de caráter epididimário. A falta de interesse por fêmeas em estro poderia estar relacionada à inexperiência do animal, uma vez que este nunca havia realizado coberturas. Durante o tratamento do animal este começou a apresentar interesse por fêmeas inclusive com tentativas de monta, embora a qualidade do sêmen permanecesse inalterada.

O resultado dos espermogramas dos animais encontra-se na Tabela 1. Ao término do tratamento os cães apresentavam sêmen com características físicas dentro da normalidade para a espécie. Foi observada uma melhora evidente principalmente no que se refere à concentração espermática. A porcentagem de espermatozoides morfologicamente normais de ambos os cães poderia ser considerada como satisfatória, assim, foi aconselhado o retorno dos animais à atividade reprodutiva.

Tabela 1 - Parâmetros seminais dos ejaculados de cães antes da suplementação e após 60 dias consecutivos de suplementação com o nutracêutico Promater®.

A suplementação com o nutracêutico por 60 dias consecutivos levou à melhora da qualidade seminal dos cães testados. O cão do primeiro caso apresentava inicialmente um sêmen com características físicas dentro da normalidade para a espécie e a porcentagem de espermatozoides móveis poderia ser considerada como satisfatória segundo Johnston et al. (9). Por outro lado, a concentração espermática encontrava-se abaixo do padrão para a espécie, sendo um indicativo que o potencial de fertilidade do cão era questionável. A etiologia da anormalidade poderia estar relacionada a um processo de degeneração testicular transitório.

O segundo caso apresentava um cão com a porcentagem de espermatozóides móveis satisfatória. No entanto, o animal apresentava uma elevada porcentagem de defeitos de peça intermediária e cauda dos espermatozoides, o que poderia sugerir alguma alteração de caráter epididimário. A falta de interesse por fêmeas em estro poderia estar relacionada à inexperiência do animal, uma vez que este não havia realizado coberturas anteriores. Além disso, durante o acompanhamento do animal, este começou a apresentar interesse por outros animais inclusive com tentativas de monta, embora a qualidade do sêmen permanecesse inalterada.

No presente estudo a administração do nutracêutico contribuiu para o incremento da qualidade seminal dos cães tratados, principalmente no que se referiu à concentração espermática. Este fato pode estar relacionado com as características do suplemento, rico em ômega 3 e 6 e, ainda, em zinco, responsável pela proliferação celular. Rocha et al. (5) relataram que a suplementação com ácidos graxos aumenta a produção de hormônios que estimulam a função das células testiculares e, consequentemente, contribui para a otimização da qualidade seminal. Os mesmos autores observaram aumento da concentração espermática e redução na porcentagem de anormalidades espermáticas após suplementação de cães com ácidos graxos (ômega 3 e 6) durante 60 dias e sugeriram que este fato deveu-se a influência da suplementação sobre a capacidade de produção de espermatozoides. Quanto ao zinco, sabe-se que a deficiência deste mineral leva a danos testiculares graves tais como atrofia dos túbulos seminíferos e inibição da diferenciação das espermátides (10). Segundo a literatura, o zinco tem um importante papel na síntese de DNA que envolve a proliferação celular mitótica e a meiose. Além disso, o zinco auxilia na recuperação de danos testiculares causados, por exemplo, pelo calor (11), ou seja, o zinco exerce um efeito protetor contra injúrias testiculares e desempenha papel importante na manutenção das funções testiculares (9,11). Adicionalmente, a presença de antioxidantes (Se e vitamina E) na formulação do nutracêutico pode ter contribuído para a diminuição dos danos causados pela injúria celular decorrente do processo degenerativo.

Baseado nos resultados do presente estudo é possível concluir que a suplementação com o nutracêutico Promater® por um período de 60 dias melhora a qualidade seminal de reprodutores caninos.

1. NATIONAL ACADEMY OF SCIENCE.Vitamin A. In: Dietary Reference Intakes for Vitamin A, Vitamin K, Arsenic, Boron, Chromiun, Copper, Iodine, Iron, Manganese, Molybdenum, Nickel, Silicon Valadium and Zinc. cap. 4, p. 82-161, 2002. Disponível em:<www.nap.edu/openbook/0309072794/110.html.> Acesso em: 10 de out. 2008.
2. Wellik DM, DeLuca HF. Retinol in addition to retinoic acid is required for successful gestation in vitamin A - deficient rats. Biology of reproduction; 1995; 53(6):1392-7.
3. Rode A, Shephard RJ. Basal metabolic rate of inuit. American Journal Human Biology; 1995; 6(7): 723–729.
4. Hurley WL, Doane RM. Recent developments in the roles of vitaminis and minerals in reproduction. Journal of Dairy Science; 1989; 72: 784-804.
5. Rocha A.A, Cunha ICN, Ederli BB, Albernaz AP, Quirino CR.Effect of daily food supllementation with essential fatty acids on canine semen quality. Reproduction in Domestic Animals; 2009; 44: 313-315.
6. Mc donald PM, Edwards RA,Greenhalgh JFD, Morgan CA. Animal nutrition.Harlow, UK: Pearson, 2002. 693p.
7. Hidroglou M,Knipfel JE. Zinc in mammalian sperm: a review. Journal of Dairy Science; 1984; 67:1147-1156.
8. Fahim MS, Wang M, Sutcu MF, Fahim Z, Yougquist RS. Sterilization of dogs with intra-epididymal injection of zinc arginine.Contraception 1993;47:107–22.
9. Johnston SD, Kustritz MVR, Olson PNS. Canine and feline the riogenology. Philadelphia: W.B. Saunders, 2001. p.206-224.
10. Merker HJ; Gnther T. Testis damage induced by zinc deficiency in rat.Journal of Trace Elements in Medicine and Biology on Science Direct; 1997; 11: 19-22.
11. Boran, C.; Ozkan, K.U.The effect of zinc therapy on damaged testis in prepurbetal rats. Pediatric Surgery International; 2004; 20: 444-448.

Recebido para publicação em: 15/06/2011.
Enviado para análise em: 15/06/2011.
Aceito para publicação em: 11/07/2011.