Vanguard® Shot (Ano 1, nº 07) - Leptospirose: sorogrupos, sorovares e a proteção conferida pelas vacinas

Empresa

Zoetis

Data de Publicação

15/01/2018

PDF

Produtos Relacionados

Frequentemente nos deparamos com nomenclaturas envolvendo as bactérias do gênero Leptospira em animais de estimação. Sorogrupo, sorovar e variante sorológica são palavras muitas vezes empregadas de forma indistinta, havendo certo de grau de confusão entre elas. O objetivo deste material é simplificar esses conceitos.

As leptospiras possuem um filamento de DNA em seu interior que codifica para proteínas (como toda bactéria), assim como uma camada de lipopolissacarídeos (carboidratos). Antigamente, reconheciam-se apenas 2 espécies de Leptospira: L. biflexa, apatogênica, e L. interrogans, capaz de causar doença.

Hoje se sabe que existem várias espécies (ou genomoespécies) de Leptospira patogênicas em animais domésticos, sendo as mais importantes L. interrogans, L. kirschneri. L. noguchi, L. borgpetersenii e L. santarosai. A distinção entre uma espécie e outra se deve a características do genoma bacteriano, e foi possível recentemente por técnicas de sequenciamento de DNA.

A classificação sorológica, por outro lado, é bem mais antiga que a atual nomenclatura por espécie, e leva em conta as características dos lipopolisacarídeos de membrana, que podem provocar aglutinação in vitro. Um sorovar (ou variante sorológica) corresponde a um grupo de leptospiras com reatividade a anticorpos semelhante, com base nos carboidratos da membrana externa.

Um sorogrupo é um conjunto de sorovares que possuem carboidratos em comum e, portanto, podem apresentar reatividade cruzada em métodos diagnósticos que envolvem anticorpos. Sendo assim, cada sorogrupo pode apresentar mais de um sorovar. A Figura 1 ilustra a estrutura das leptospiras e os parâmetros para sua classificação.

Figura 1 – Representação esquemática simplificada da estrutura de Leptospira. O DNA bacteriano é a base para a classificação por espécies, ao passo que os lipopolissacarídeos de membrana constituem o fundamento da classificação sorológica em sorogrupos e sorovares.

Vale lembrar que as classificações por espécie e sorológicas não são excludentes. Ou seja, o mesmo sorogrupo ou sorovar podem ser identificados em espécies diferentes. Na Tabela 1, verificamos a distribuição dos sorogrupos e sorovares entre as espécies de Leptospira.

Pode-se ver que é muito comum o sorovar ter o mesmo nome do sorogrupo que o contém (por exemplo, sorogrupo Pomona e sorovar Pomona, sorogrupo Grippotyphosa e sorovar Grippotyphosa, entre outros).

Ainda, o mesmo sorogrupo pode possuir mais de um sorovar, como é o caso do sorogrupo Icterohaemorrhagiae, que possui os sorovares Icterohaemorrhagiae e Copenhageni, ou o sorovar Ballum, que possui os sorovares Ballum e Castellonis. Por fim, ressalte-se que o mesmo sorogrupo pode ser encontrado em mais de uma espécie, de que é exemplo o sorogrupo Sejroe, presente nas espécies L. interrogans e L. santarosai.

*Adaptado de Martins, 2013 (ref. 2)

As vacinas contra leptospirose contêm bacterinas, que são fragmentos de leptospiras inativadas destinados à imunização. Tais bacterinas correspondem a sorovares de Leptospira, os quais, obviamente, pertencem a certo sorogrupo.

Assim, dizemos que Vanguard® Plus protege contra a infecção causada pelos sorovares Canicola, Icterohaemorrhagiae, Pomona e Grippotyphosa. A proteção conferida pelos sorovares vacinais é, em princípio, sorogrupo específica (ou seja, um sorovar protegerá contra os demais sorovares pertencentes àquele sorogrupo) e, talvez, sorovar específica.

Para fins de registro de um produto, é preciso comprovar que um determinado sorovar protege contra os demais sorovares do sorogrupo de forma individual, pois há casos em que o sorovar não confere proteção completa contra os demais sorovares do sorogrupo. Por fim, cabe lembrar que não se espera que um sorovar vacinal proteja contra sorovares pertencentes a sorogrupos distintos.

Pontos-chave:

A classificação de Leptospira por espécies leva em conta as características do DNA bacteriano.

A classificação sorológica considera as propriedades dos lipopolissacarídeos (carboidratos) de membrana.

Um sorogrupo pode conter mais de um sorovar.

O mesmo sorogrupo pode ser encontrado em mais de uma espécie de Leptospira

As vacinas contra leptospirose contêm bacterinas de Leptospira pertencentes a diferentes sorovares.

A proteção vacinal é, em teoria, sorogrupo específica e, possivelmente, sorovar específica.

A proteção de um sorovar contra sorovares pertencentes a outros sorogrupos é improvável.

Vanguard® com você

Vanguard® HTLP 5/CV-L contém bacterinas atenuadas dos sorovares Canicola e Icterohaemorrhagiae. Vanguard® Plus, além dos sorovares anteriores, também protege contra os sorovares Pomona e Grippotyphosa.